conecte-se conosco


Alessandra Piassarollo - ES1.com.br

Uma homenagem às mulheres

Publicado em

Toda mulher nasce guerreira, e encara com unhas e dentes as guerras que precisar enfrentar. Sabe usar as armas que tem. Ela faz sua fama, sua cama e dorme bem, porque sabe que as batalhas serão desgastantes quando o dia amanhecer.

Toda mulher é forte porque sabe medir a força que tem. Sabe que a força depende do seu estado de espírito, do jeito como vai acordar pela manhã.

Ela faz o possível para alcançar seus objetivos, mas se puder escolher, prefere não ferir nem maltratar ninguém.

Mulher é poderosa desde sempre e sabe direcionar seu olhar. Não olha de baixo para cima, de cima para baixo muito menos. Sabe que o respeito que conquistou é fruto do respeito que devolveu. A vida é um espelho, e ela adora esse fato.

Toda mulher é capaz de demonstrar sensibilidade e amabilidade. Delicadeza também é sinônimo de mulher.

Ela é diferente e igual; cheia de caprichos, transborda encantos; sabe exatamente o que fazer quando quer conquistar algo. Ou alguém.

Não se poderão prender os sonhos de uma mulher quando ela realmente quiser conquistá-los. Ela é pássaro livre, o céu é o limite.

leia também:  “Pensamentos são lugares. Escolha onde você quer estar”

Tratá-la bem é como fazer um laço bem feito: não existem amarras, mas ela deixa evidente o prazer de estar entrelaçada.

Mulher é a lua em todas as fases; maré de ondas que mudam de tempos em tempos, um dia revolta, outro resoluta.

É aquela flor singular que nasce no cume da montanha, privilégio de poucos. Que se despetala ao sabor do vento, mas que sobrevive à aridez dos sentimentos de outrem.

É nuvem passageira para quem lhe sopra desaforos; tempestade de sentimentos, ou de aconchego, dependendo da situação.

Toda mulher gosta de estar acompanhada, mas é perfeitamente capaz de seguir sem ninguém, levando ou não sua carga de desilusões. Ela pode se sentar à beira do caminho e desabar em lágrimas, ou prosseguir feito boba, rindo sozinha de si mesma.

Mulher é um eterno contraste, uma antítese permanente, que ora quer, ora deixou de querer. Revive suas angústias e defeitos, ou não quer nem saber.

leia também:  Não perca sua leveza carregando pesos que não são necessários

Faz da vida uma constante agonia, ou vive em eterna harmonia consigo mesma. Ás vezes se doa sem querer receber.

Sensibilidade na pele, nas palavras, no coração. Ou não. Ou não é nada disso.

É gata manhosa, é feita de fibra, tem cheiro de rosa. Transborda amor e outras coisinhas mais. Vai onde quer, onde lhe disseram que não poderia chegar. O que foi anunciado como impossível, é o que lhe faz suspirar.

Adora provocações; sem submissão, porque sabe que tem poder.

Pode ser amiga de todos, mas do preconceito contra si é uma boa rival.

Mulher nasceu para encantar. Mas não se deixa enganar. Ela sabe o valor que tem.

O certo é que não existem palavras certas para defini-la. Nem tente. Ela é maravilhosamente indefinível.

E a isso, orgulhosamente se acrescente: A maior graça do mundo está em ser mulher!

Alessandra Piassarollo
Administradora e Escritora

Alessandra Piassarollo - ES1.com.br

E se eu me for agora, terei amado o suficiente?

Soube da notícia de que um conhecido havia partido dessa vida. De repente, surpreendentemente, sem nenhum tipo de aviso prévio, como a morte costuma fazer.

Fiquei imaginando se as coisas seriam diferentes na vida dele, se ele soubesse que partiria em breve. Imaginei se as coisas seriam diferentes na minha vida, e na vida de todos nós; se não deveríamos estar mais atentos ao fato de que a vida vai terminar para nós também.

Será que temos amado em quantidade suficiente? Será que temos feito o nosso melhor e aproveitado a companhia das outras pessoas? Ou partiremos deixando para trás aquela sensação de que deveríamos ter feito tudo de forma diferente?

Muito provavelmente a resposta é a de que não estamos vivendo da melhor forma possível. Poderíamos estar vivendo com prazer e com mais qualidade. Poderíamos estar pondo freios em nossa preocupação exagerada e nessa vontade de partir pra briga, contra tudo e contra todos, que temos sentido.

Deveríamos refrear nosso velho hábito de deixar coisas importantes para depois, simplesmente porque não temos nenhuma garantia de que o depois virá. E parar de alegar falta de tempo, principalmente se ele estiver sendo mal gasto.

leia também:  Não perca sua leveza carregando pesos que não são necessários

Aprender a não guardar roupa, calçados e louças para ocasiões especiais. O momento especial é agora, porque ele nos garante vida para desfrutá-lo. Poderíamos parar de economizar o que temos de bom dentro de nós. E não deixar a vida, os amores e os sonhos pra depois. Eles não precisam ficar tanto tempo na sala de espera.

Tampouco podemos desperdiçar o tempo de agora, porque ele é precioso demais para isso. O ontem não regressará e talvez o amanhã não chegue até nós.

Engana-se quem pensa que essas verdades exigem pensamentos negativos. Mas é preciso que fiquemos em estado de alerta e deixemos despertar em nós um desejo irrepreensível de amarmos a vida e tudo o que ela nos oferece.

Que o prazo de validade determinado que nos foi imposto desperte em nós o desejo de diminuir os conflitos e de ter mais sossego interior. Busquemos a sensação reconfortante de ter nossas almas desfrutando de afeto e de tranquilidade; que saibamos reassumir o controle da nossa vida, sem sermos marionetes para o teatro sentimental de ninguém.

leia também:  DESRESPEITO E PRECONCEITO SÃO IRMÃOS. E MALVADOS.

Não queiramos que as circunstâncias da vida tragam-nos arrependimentos por não termos sabido conduzir nossos dias. Amemos o máximo possível: A nós mesmos e às outras pessoas. Tenhamos apreço por quem somos e respeito por quem fomos. Planejemos o futuro de forma que possamos aproveitar bem todas as oportunidades que vierem, enquanto vierem.

Andemos de cabeça erguida, sem culpas desnecessárias. Esforcemo-nos para encarar todos os fatos com leveza e com a certeza de que existe uma lição a ser aprendida em cada acontecimento.

Desfrutemos da vida com a coerência de quem sabe que um dia ela terminará. E torçamos para que o acaso não se canse de nos proteger, caso continuemos a andar tão distraídos.

Alessandra Piassarollo
Administradora e Escritora

 

Visualizar
error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2