conecte-se conosco


Agricultura - ES1.com.br

Produtores rurais capixabas renegociam dívidas com o Sicoob

Publicado em

camera_enhance A instituição financeira cooperativa, que prorrogou R$ 200 milhões em operações de custeio e de investimento entre 2016 e 2017, busca novas soluções para auxiliar os associados prejudicados pela crise hídrica. (Crédito: divulgação)

Dirigentes do Sicoob ES e representantes da associação Agricultura Forte, se reuniram na sexta-feira, 26, para discutir soluções que melhorem as condições de financiamento, liberação de crédito e renegociação de dívidas para os agricultores do Estado, que estão em processo de recuperação após a seca registrada nos últimos anos. Participaram do encontro o presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, o diretor-executivo da instituição, Nailson Dalla Bernadina, a secretária-executiva da Associação Agricultura Forte, Fernanda Marin, e o produtor rural Daniel Lubiana.

Fernanda Marin destacou a necessidade de união depois do período, que depreciou a produção rural, prejudicando o planejamento financeiro das propriedades. “Com isso, buscamos alternativas para auxiliar a recuperação de cada produtor, como taxas menores e renegociação dos débitos”.

leia também:  Apesar do conflito na Europa produção agropecuária brasileira deverá bater recorde em 2022

Renegociação

A instituição financeira cooperativa foi a responsável pelo maior volume de renegociações de dívidas do crédito rural, prorrogando, no início de 2017, operações de crédito rural de custeio e de investimento. O total renegociado chegou a R$ 200 milhões, com o primeiro pagamento agendado para este ano.

“Os produtores que ainda não possuem condições financeiras para cumprir os pagamentos na data negociada devem procurar as agências do Sicoob para que avaliação dos casos, procurando soluções satisfatórias para ambos os lados (associados e cooperativa)”, afirma Nailson Dalla Bernadina.

Cooperação

O presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, enfatizou que historicamente o setor rural sempre representou o menor percentual de inadimplência da instituição financeira cooperativa, sendo prejudicado em razão do momento atípico dos anos anteriores.

O Sicoob ES, que começou as atividades por meio da oferta de crédito rural, hoje é o responsável pelo segundo maior volume de crédito destinado ao agronegócio no Espírito Santo. Conforme Nailson Dalla Bernadina, a cooperativa liberou, em 2017, cerca de R$ 543 milhões para a linha de crédito do segmento.

leia também:  Seag entrega caminhão-pipa para Marilândia

“Somos solidários à situação dos produtores prejudicados pela crise hídrica e estamos fazendo o possível para o atendimento de suas necessidades. Exercemos papel relevante no apoio aos associados durante esta fase de ajustes da economia por sermos uma empresa cooperativa, ou seja, que tem como premissa o desenvolvimento coletivo”, destaca Nailson.

 

Vera Caser Comunicação

Agricultura - ES1.com.br

Colatina recebe R$ 4 milhões em recursos para agricultura familiar

Os recursos foram viabilizados durante a gestão do Deputado Federal Paulo Foletto na Secretaria de Estado da Agricultura nos últimos 3 anos

Em três anos, o município de Colatina recebeu quase 4 milhões em equipamentos, máquinas e veículos para a agricultura. Os recursos foram viabilizados durante a gestão do deputado federal Paulo Foletto (PSB) na Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). Os investimentos beneficiaram diversas associações e cooperativas de produtores rurais do município, além de auxiliarem nos serviços rurais da Prefeitura de Colatina.

Foram entregues itens de fundamental importância para o trabalho e rotina das famílias da agricultura familiar colatinense. As entregas ao município vão desde caminhão truck caçamba basculante (R$429 mil), pá carregadeira (R$323 mil) e trator agrícola 75cv (R$ 153 mil) até descascadores de café, computadores, carreta agrícola, balança eletrônica, tanque decantador para mel, secadores de café, entre outros.

Na última quinta-feira (23), o deputado entregou um caminhão baú frigorífico para a Cooperativa de Agricultores Familiares de Colatina (Caf Colatina). O Presidente da Caf, Wellington Schmild, recebeu o veículo junto com os demais membros da cooperativa.

“Quero agradecer ao deputado Paulo Foletto pela parceria e confiança no trabalho da cooperativa. Hoje estamos recebendo este equipamento que vai dar mais mobilidade ao nosso trabalho de entrega das polpas de frutas. Nosso muito obrigado!”, disse Wellington.

leia também:  Seag: investimentos e entregas à agricultura capixaba marcam 2019

No último fim de semana, o deputado Paulo Foletto também acompanhou três entregas nas comunidades de Barra Seca e de São Luiz da Barra Seca. Foram entregues um trator 75cv para a Associação de Produtores Rurais de São Luiz, e um pilador e um secador de café para a Associação de Produtores de Barra Seca.

“Eu tenho que agradecer muito ao governo Casagrande e ao deputado Paulo Foletto que nos deu essa oportunidade, que confiou em nosso trabalho”, disse o presidente da associação da comunidade de São Luiz da Barra Seca, José Braz Setto.

Para Foletto, todas estas entregas no município de Colatina, que somam quase 4 milhões, são resultado de uma gestão comprometida com a agricultura capixaba. “São benefícios que mudam a vida das comunidades agrícolas do Espírito Santo. O governo Casagrande se comprometeu desde o início da gestão com o fortalecimento da agricultura familiar capixaba, seja com infraestrutura rural, equipamentos e investimentos em pesquisa e tecnologia”, explicou.

Fonte: Assessoria

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2