conecte-se conosco


Saúde - ES1.com.br

Vida saudável na terceira idade

Publicado em

O projeto “Viver Bem – 3ª idade” surgiu no ano 2017 através de Mário Pereira Batista que é Diretor de Esporte do município, a ideia foi desenvolvida para incentivar a prática esportiva na terceira idade. Com as idosas são feitas palestras, brincadeiras, além de caminhadas, alongamentos e exercícios aeróbicos adaptados para a idade. Hoje em São Gabriel da Palha existem três núcleos do projeto, são mais de 125 pessoas participando.

Ainda segundo Mário, o idoso é um público que ainda é pouco assistido na área esportiva, e que a prática das atividades é benéfica para todo mundo. “A prática esportiva traz muito a questão de saúde, fazemos palestras com médicos para orientar e tirar dúvidas, no intuito de prevenir doenças. Ainda há uma questão social, de amizade, companheirismo, enfim tem muita vantagem”.

camera_enhance Mário ao lado de uma das participantes, ele é um dos desenvolvedores do projeto (Crédito: divulgação)

O projeto não possui limite de pessoas para participar, nem restrição, é algo que está aberto para todos, mas é importante levar em consideração, que as atividades e o projeto em si é voltado para a terceira idade.

leia também:  Anvisa suspende venda de autoteste do Laboratório Mendelics

É um projeto que ainda está crescendo, a intenção de Mário é atender outros bairros do município. Pois o público a qual é voltado precisa ser atendido no local, no bairro. A equipe é composta por uma professora com as formações necessárias para o projeto, as estagiárias de Educação Física que ajudam nas questões dos locais.

Aos interessados, na próxima terça-feira das 7 às 8 horas da manhã podem se direcionar ao Ginásio de Esportes ‘Anastácio Cassaro’. Durante a semana também é disponibilizado horário nas quintas-feiras.

 

Iniciativa privada também oferece opções

Uma opção mais individualizada para os idosos que queiram entrar numa vida saudável também está disponível em São Gabriel da Palha com o ‘personal trainer’ Raone Pessi Corrêa Neves de 25 anos, que atua na Studio Fitness Life, que tem realizado trabalhos com a terceira idade. Segundo o profissional, a musculação na terceira idade pode fornecer várias melhorias para os idosos, como equilíbrio, controle do peso, flexibilidade, autoestima e principalmente qualidade de vida.

camera_enhance Raone é personal trainer e auxilia as atividades físicas dos idosos (Crédito: divulgação)

Participar de musculação na terceira idade amplia a autoconfiança e autoestima, o que gera um grande impacto na qualidade de vida geral. “Normalmente a terceira idade possui falta de equilíbrio e pouca flexibilidade, as chances de uma queda e fratura nos ossos são grandes”, contou Raone.

leia também:  Conheça as diferenças entre dengue, zika e chikungunya

A musculação para esse público quando é feita com orientação adequada contribuiu com o aumento de flexibilidade, equilíbrio e diminui a chance de quedas. “Os movimentos são adaptados de acordo com o limite de cada aluno”, finalizou Raone.

Editora Hoje

Saúde - ES1.com.br

Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas

O Brasil registrou, desde o início da pandemia de covid-19, 672.033 mortes pela doença, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença está em 32.535.923.

Em 24 horas, foram registrados 45.501 casos. No mesmo período, foram confirmadas 122 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 30.967.114 pessoas se recuperaram da doença e 896.776 casos estão em acompanhamento. No levantamento de hoje, não consta atualização dos dados de Mato Grosso do Sul.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras ou nos dias seguintes aos feriados pot causa da redução de equipes que alimentam os dados sobre a doença. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 04/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,74 milhões, seguido por Minas Gerais (3,65 milhões) e Paraná (2,63 milhões).

leia também:  Mulher descobre parte de agulha 'presa' na coluna 15 anos após parto

O menor número de casos é registrado no Acre (127,1 mil). Em seguida, aparecem Amapá (161,8 mil) e Roraima (161,9 mil).

O estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de mortes pela doença (171.072), seguido pelo Rio de Janeiro (74.183) e por Minas Gerais (62.197).

O Acre é o que registra o menor número de mortes (2.005), seguido por Amapá (2.141) e Roraima (2.153).

Vacinação

Até hoje, foram aplicadas 450,1 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,4 milhões com a primeira dose e 157,7 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas e 95 milhões já receberam a dose de reforço.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2