conecte-se conosco


Educação - ES1.com.br

Valeriense se destaca em escola de Linhares

Publicado em

Leonam Menegussi Soares de apenas 13 anos era estudante de Vila Valério e em 2018 ele foi matriculado em uma escola em Linhares. A escola Projetar possui um projeto chamado Robótica, para os alunos no contra turno para a criação de robôs e desenvolvimento de programação, ajudando no processo de integração tecnológica e no desenvolvimento de habilidades como lógica e criatividade.

Leonam fez a prova para concorrer a uma bolsa para o projeto, em sua sala, ele foi o aluno que mais se destacou na prova, acertando 11 de 15 questões, sendo gratificado com a bolsa para o curso que tem duração de 1 ano. A escola possui um laboratório de robótica e com isso Leonam ganha um reforço no ensino, contribuindo para o desenvolvimento do raciocínio lógico e estímulo da criatividade.

Para a tia Aranda Pezzin Menegussi Costa, foi uma surpresa. “Foi uma surpresa pra gente, porque lá é bem diferente do que vemos aqui. Das pessoas que nunca fizeram a prova ele foi o primeiro.  A mãe dele sempre incentivou ele a estudar, sempre foi um bom aluno na escola”

leia também:  Governo do Estado inaugura espaço esportivo e reforma de escola na Serra

Já a mãe falou sobre seu sentimento. “É um sentimento muito bom porque ele estudava em escola pública, ele não tinha nem 30 dias de estudos nela, e conseguiu ingressar no curso. E também é muito importante para o desenvolvimento dele, é algo que vai ajudar ele, tem física, matemática, tudo junto é além do que ele vê no horário de turno. Ele é muito estudioso e dedicado”, contou Alinie Pezzin Menegussi.

 

Editora Hoje

Educação - ES1.com.br

Dia D da Busca Ativa Escolar de Nova Venécia acontece às quintas-feiras

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), seguindo o cronograma do dia D da Busca Ativa Escolar, na quinta-feira (30), disponibilizou equipes para visita técnica aos Distritos de Cedrolândia e São Gonçalo, pela manhã e em bairros do município veneciano, no período da tarde. Foram recebidos  7 alertas, sendo 5 localizados com êxito.

A Seme implantou  a estratégia Busca Ativa Escolar no ano passado, com o objetivo de identificar, registrar, controlar e acompanhar crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos que estão fora da escola.

A partir de abril deste ano, a Seme criou o dia D,  que acontece  semanalmente às quintas-feiras. O trabalho é desenvolvido  entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, cada uma atuando no âmbito de suas competências de forma integrada e articulada.

De acordo com a coordenadora da Busca Ativa, um cronograma é feito pelo setor com base nas informações inseridas, feita pela unidade escolar, na plataforma. “Os  dados da Plataforma nos permitem  identificar se o aluno está matriculado e não está frequentando as aulas”, disse. Segundo ela, outra forma de obtenção de informações é por meio dos agentes de saúde, que,  ao visitarem as famílias, acabam por identificar  alunos fora da escola.

leia também:  Governo do Estado inaugura espaço esportivo e reforma de escola na Serra

Além de trazer o aluno de volta para a escola, a estratégia monitora a criança e/ou adolescente para garantir sua permanência nas unidades escolares.

Sobre a estratégia
A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde,  como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Fonte: Ascom|PMNV

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!