conecte-se conosco


Internacional

Vacina da Pfizer contra covid tem alta eficácia em estudo com crianças

Publicado em

© Reuters/Direitos Reservados


A vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 apresentou 90,7% de eficácia contra o novo coronavírus em um ensaio clínico com crianças de 5 a 11 anos, informou a farmacêutica norte-americana nesta sexta-feira (22).

No estudo, 16 crianças que receberam placebo (substância inócua) tiveram covid-19, em comparação com três que foram vacinadas, disse a Pfizer em documentos enviados à Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA).

Como mais do que o dobro de crianças – no ensaio com 2.268 participantes – receberam a vacina em relação ao placebo, isso equivale a mais de 90% de eficácia.

Os assessores externos da FDA se reunirão na terça-feira (26) para votar recomendação de aprovação da agência da vacina para essa faixa etária.

leia também:  Israel aplicará dose de reforço contra covid-19 para todos vacinados

Internacional

Portugal restabelece restrições contra covid-19 com alta de casos


Portugal, que tem uma das maiores taxas de vacinação contra a covid-19 no mundo, anunciou que irá retomar as restrições para conter uma disparada no número de casos da doença, e passará a exigir que todos os passageiros chegando ao país apresentem um teste negativo para o coronavírus ao entrarem no país.

“Não importa o quão bem sucedida foi a vacinação, precisamos estar cientes de que estamos entrando em uma fase de risco maior”, disse o primeiro-ministro, António Costa, em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira. 

“Nós temos visto um crescimento significativo (de casos) na UE, e Portugal não é uma ilha”, acrescentou. 

Portugal registrou 3.773 novos casos na quarta-feira, o maior número diário dos últimos quatro meses, antes de cair para 3.150 na quinta-feira. As mortes, no entanto, continuam bem abaixo dos níveis vistos em janeiro, quando o país enfrentou sua batalha mais dura contra a covid-19. 

Cerca de 87% da população de Portugal de pouco mais de 10 milhões de pessoas está completamente imunizada contra o coronavírus, e o rápido programa de vacinação do país, que foi amplamente elogiado, permitiu a suspensão da maioria das restrições impostas na pandemia. 

leia também:  Israel aplicará dose de reforço contra covid-19 para todos vacinados

Mas, enquanto uma nova onda pandêmica varre a Europa, o governo introduziu algumas das regras antigas e anunciou outras novas para limitar a propagação da doença no período que antecede as festas de final de ano. As medidas entram em vigor a partir da próxima quarta-feira, dia 1º de dezembro.

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma