conecte-se conosco


Educação - ES1.com.br

Transporte para todos os alunos gabrielenses

Publicado em

Para garantir o acesso e permanência do aluno na escola, a Prefeita Céia Ferreira, juntamente com a Secretária Municipal de Educação Rosa Maria Caser Venturim e a Deputada Estadual Raquel Lessa, apresentaram ontem, 7, na Secretaria de Estado da Educação (SEDU), uma proposta em benefício ao Programa de Transporte Escolar Rural, atendendo aos alunos das Escolas Estaduais Ilda Ferreira da Fonseca Martins (Escola Espelho) e Escola Viva, como também as da Rede Municipal de Ensino.

A proposta obteve em tempo recorde a aprovação do Secretário de Estado da Educação Haroldo Rocha, firmando assim, que a partir de hoje, 8, todos alunos do município estarão recebendo o transporte até suas escolas.

 

PMSGP

leia também:  Chamada Pública Escolar 2019: pré-matrícula já pode ser solicitada

Educação - ES1.com.br

Dia D da Busca Ativa Escolar de Nova Venécia acontece às quintas-feiras

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), seguindo o cronograma do dia D da Busca Ativa Escolar, na quinta-feira (30), disponibilizou equipes para visita técnica aos Distritos de Cedrolândia e São Gonçalo, pela manhã e em bairros do município veneciano, no período da tarde. Foram recebidos  7 alertas, sendo 5 localizados com êxito.

A Seme implantou  a estratégia Busca Ativa Escolar no ano passado, com o objetivo de identificar, registrar, controlar e acompanhar crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos que estão fora da escola.

A partir de abril deste ano, a Seme criou o dia D,  que acontece  semanalmente às quintas-feiras. O trabalho é desenvolvido  entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, cada uma atuando no âmbito de suas competências de forma integrada e articulada.

De acordo com a coordenadora da Busca Ativa, um cronograma é feito pelo setor com base nas informações inseridas, feita pela unidade escolar, na plataforma. “Os  dados da Plataforma nos permitem  identificar se o aluno está matriculado e não está frequentando as aulas”, disse. Segundo ela, outra forma de obtenção de informações é por meio dos agentes de saúde, que,  ao visitarem as famílias, acabam por identificar  alunos fora da escola.

leia também:  MEC divulga vencedores de etapa do Prêmio Professores do Brasil

Além de trazer o aluno de volta para a escola, a estratégia monitora a criança e/ou adolescente para garantir sua permanência nas unidades escolares.

Sobre a estratégia
A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde,  como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Fonte: Ascom|PMNV

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2