conecte-se conosco


Saúde

Trabalho intensivo no combate a COVID-19 em indústrias e transportes coletivos de São Gabriel

Publicado em

Fotos: Divulgação

Além de todas as medidas adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde de São Gabriel da Palha no enfrentamento do novo Coronavírus (COVID-19), novos procedimentos dos servidores municipais, mais precisamente da Vigilância Sanitária, estão sendo realizados para um trabalho mais efetivo.

Prova disso, é o monitoramento e medição de temperatura de todos os funcionários em fábricas de roupas da cidade. O trabalho baseia-se em monitorar os munícipes zelando pela saúde e bem-estar de todos.

Segundo o Diretor do Departamento de Saúde do município, Dejair Paulo Sarmento, essa, tem sido uma ação bem vista pelos proprietários, que se mostraram interessados e apoiaram a medida.

“Por isso, na situação que estamos vivendo hoje, medir a temperatura de um funcionário ou pedir para ir ao médico é uma questão de segurança não só para ele, mas também para as outras pessoas que trabalham naquele ambiente”, afirmou Dejair Paulo Sarmento.

Além da medição da temperatura é averiguado nas fábricas, se o uso das máscaras de proteção é feito corretamente por todos, se há álcool em gel disponibilizado ao lado do local de bater ponto e em todos os pontos de maiores aglomerações e se há também sabonete líquido e papel toalha para a higienização sempre que necessário.

leia também:  Hotéis de luxo se preparam para retomar atividades no Rio

“O distanciamento das máquinas de costura e outros postos de trabalho também é verificado e também se a empresa possui veículo de transporte de funcionários, este deve ser munido de dispensadores de álcool gel e ter como regra a proibição da entrada de funcionários que não estiverem usando a sua máscara de proteção”, ressalta Dejair.

Outra medida tomada é a averiguação dos ônibus que compõem a frota do transporte público municipal. Todos estão sendo parados na barreira sanitária para averiguação de dispensadores de álcool gel, se possuem uma medida de desinfecção veicular como rotina, evitando o acúmulo excessivo de passageiros em seu interior e se realmente estão proibindo a entrada de munícipes sem o uso de máscara de proteção.

“São medidas como essa que visam evitar a proliferação do vírus no município e somente com a ajuda da população que o resultado vai ser satisfatório”, finalizou o diretor.

Fonte: Editora Hoje/Saúde SGP

Saúde

Amaro Neto destina mais R$ 9 milhões em recursos para a saúde no ES

"Neste momento de união de esforços, buscamos ampliar a ajuda para que os capixabas tenham acesso à atendimento de qualidade na saúde pública e possamos salvar o máximo de vidas  possível”, afirmou o deputado. Foto: Reprodução/Facebook

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos financeiros extras de R$ 9 milhões para custeio e ações de enfrentamento à Covid-19. O dinheiro, que será transferido do Ministério da Saúde para os fundos municipais, foi destinado pelo deputado federal Amaro Neto.

“Mesmo antes da pandemia, nosso mandato já tinha a saúde como prioridade, tanto que enviamos recursos aos 78 municípios capixabas para atenção à saúde básica. Neste momento de união de esforços, buscamos ampliar a ajuda para que os capixabas tenham acesso à atendimento de qualidade na saúde pública e possamos salvar o máximo de vidas  possível”, explica o deputado.

De acordo com a portaria do Ministério da Saúde, os valores recebidos pelos municípios poderão ser utilizados no financiamento de serviços de saúde na atenção básica e de média e alta complexidade, aquisição e distribuição de medicamentos e insumos, aquisição de equipamentos, realização de pesquisas, contratação de serviços de saúde, contratação temporária de pessoal, divulgação de informações à população, bem como outras despesas necessárias para o enfrentamento do coronavírus.

leia também:  Vila Valério tem 2 novos casos confirmados de COVID-19 em 24 horas - 22/05

No Espírito Santo, o número de contaminados, de acordo com o Painel Covid do Governo do Estado, até a data de hoje (03/07) já chega a mais de 50 mil casos confirmados e 1.727 óbitos.

Com base nos critérios de números de casos e capacidade de atendimento em leitos hospitalares, a distribuição dos recursos ficou dividida da seguinte forma: Aracruz (R$ 500 mil); Cachoeiro de Itapemirim (R$ 500 mil); Cariacica (R$ 1 milhão); Colatina (R$ 500 mil); Guarapari (R$ 500 mil); Linhares (R$ 500 mil); São Mateus (R$ 500 mil); Serra (R$ 1,5 milhão); Viana (R$ 1 milhão); Vila Velha (R$ 1,5 milhão) e Vitória (R$ 1 milhão).

Fonte: Assessoria de Comunicação

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma
Powered by