conecte-se conosco


Policial

Suspeito de estuprar vizinha é detido em flagrante em Cachoeiro de Itapemirim

Publicado em


Um homem de 24 anos foi detido, em flagrante, nessa terça-feira (12), por estupro, em Cachoeiro de Itapemirim, pela equipe de plantão da Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim. O suspeito chegou a ameaçar a vítima de 41 anos de morte.

Segundo o plantonista, responsável pela prisão, delegado Augusto Lago, o suspeito foi detido no trabalho e não tentou fugir da equipe policial. “Inicialmente, o suspeito negou os fatos, mas em depoimento oficial na delegacia, ele confessou e afirmou que era apaixonado pela vítima”, disse.

Ainda de acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na casa da vítima, que é vizinha do suspeito. “Ele ameaçou matá-la, caso chamasse por socorro”, afirmou Augusto Lago.

O suspeito foi autuado, em flagrante, por estupro, e após os procedimentos de praxe foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim.

Texto: Olga Samara

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024

[email protected]

Atendimento à Imprensa:

Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

leia também:  BPMA divulga resultados operacionais do primeiro semestre de 2020

[email protected]

Policial

Festa clandestina termina com morte em Vila Valério

Na madrugada deste domingo, 17, um homem de 56 anos foi morto em uma festa clandestina no Córrego Lambari, interior de Vila Valério. As informações divulgadas pela Polícia Militar dão conta de que o homem foi alvejado com um tiro na cabeça.

No início da noite, o organizador do evento já teria sido advertido verbalmente para que o evento não fosse realizado, caso contrário, estaria praticando crime contra a saúde pública devido à pandemia da COVID-19.

À Polícia Militar, o organizador teria relatado que o evento seria para seu aniversário, mas, havia cartazes de divulgação do evento nas redes sociais.

Na madrugada, a PM foi acionada, pois um homem havia sido alvejado por arma de fogo na cabeça e estaria caído no local do evento musical. Ao chegar ao local, os militares identificaram que a vítima já havia sido socorrida por populares para o Pronto Atendimento da cidade e não foi encontrado nenhuma testemunha para esclarecer o ocorrido.

No hospital, os policiais tiveram a informação do médico plantonista, que foi constatado o óbito da vítima, sendo relatado que a vítima apresentava uma perfuração de entrada na cabeça e outra de saída acima do olho esquerdo.

leia também:  12ª Companhia Independente apresenta balanço de 2020

O caso será investigado pelas autoridades competentes.

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma