conecte-se conosco


Saúde

SP: UTI para covid-19 é atingida por incêndio em Ribeirão Preto

Publicado em


A ala de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusiva para covid-19 do Hospital Beneficência Portuguesa de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, foi atingido por um incêndio na manhã de hoje (30). Ninguém ficou ferido.

Segundo informações do hospital por meio de nota, por volta das 9h45 houve um pequeno curto circuito na régua de gás na sala da Unidade Coronariana. “De imediato foram tomadas providências pela equipe do hospital e chegada da brigada de emergência com brevidade”, diz a nota.

De acordo com as informações do hospital, por medida de segurança os pacientes foram removidos imediatamente do setor, os funcionários foram retirados do local e todos passam bem.

 

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

leia também:  Teich diz que deixa pronto plano de trabalho para auxiliar estados

Saúde

Covid-19: Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI


Com hospitais superlotados em diversas regiões do país, o Ministério da Saúde autorizou nesta terça-feira (2) o financiamento de 3.201 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com covid-19. A medida consta em portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo ministro Eduardo Pazuello. A portaria lista cerca de 150 municípios espalhados em 22 estados. O valor a ser desembolsado pelo governo federal para custear as internações soma R$ 153,64 milhões, caso todos os municípios façam a solicitação à pasta.

Pela portaria, as solicitações de autorização de leitos, que terão caráter excepcional e temporário, devem ser encaminhadas por meio do Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde (SAIPS), disponível no endereço eletrônico www.saips.saude.gov.br. Entre outros documentos, os municípios atendidos devem assegurar a existência de um respirador por leito, equipamentos e recursos humanos necessários para as internações.

Até dezembro, o Ministério da Saúde financiava cerca de 60% dos leitos de UTI em todo o país, mas esse número caiu para cerca de 15% este ano, por causa do fim da vigência do estado de calamidade pública, que permitia a transferência de recursos ao estados além do orçamento regular.  

leia também:  Saúde atualiza para 200 os casos de infectados por coronavírus no país

A portaria prevê repasses retroativos à manutenção de leitos de UTI referentes a janeiro e fevereiro, como forma de ressarcir os estados que, nesses dois meses, tiveram de utilizar exclusivamente recursos próprios para abrir novos leitos de UTI.

Em relação a janeiro, a portaria autorizou o financiamento de 1.135 leitos em cidades de 16 estados com pagamento retroativo de R$ 54,48 milhões por mês. Já em relação a fevereiro, foi autorizado o financiamento de 2.025 leitos adultos e 41 leitos pediátricos em cidades de 22 estados, com custo total de R$ 99,16 milhões ao mês, totalizando os 3.201 leitos de que trata a portaria.

O número de óbitos por covid-19 bateu novo recorde hoje, de acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde. Ao todo, 1.641 mortes foram notificadas desde ontem, o maior patamar desde o início da pandemia no país. O total de mortos pela doença no país está em 257.361 e o número total de infectados chega a 10,6 milhões de pessoas.

Edição: Aline Leal

leia também:  África tem mais de 7 mil casos de covid-19 em 50 países
Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma