conecte-se conosco


Estado

Sesa debate estratégias para Atenção Primária à Saúde no enfrentamento à Covid-19

Publicado em


.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, se reuniu com a subsecretária de Assistência em Saúde, Quelen Tanize, e o diretor do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), Fabiano Ribeiro, nessa quinta-feira (21), para tratar o contexto do novo Coronavírus na Atenção Primária à Saúde (APS) do Estado.

O secretário falou sobre a importância de se criar uma agenda de resposta rápida ao enfrentamento à Covid. “Precisamos pensar em estratégias de reposicionamento da APS no enfrentamento à pandemia, de maneira que consigamos melhorar o diagnóstico, o isolamento, a notificação e a informação de alta desses pacientes, e para aqueles com complicações que tenham o diagnóstico prévio e monitoramento adequado”, disse Nésio Fernandes.

Durante a reunião, foi apresentado um diagnóstico realizado pelo Núcleo Especial de Atenção Primária da Sesa e regionais de saúde com respostas de 76 dos 78 municípios capixabas em relação à assistência aos pacientes com Covid-19 e os cuidados às condições crônicas da população. “Esse diagnóstico nos permitiu entender a real situação dos municípios onde temos alguma questão a colaborar”, informou a chefe do Núcleo Especial de Atenção Primária, Tânia Mara Ribeiro dos Santos.

leia também:  Novo documento reúne medidas econômicas para enfrentamento à Covid-19

Entre os dados apresentados, os municípios relataram 100% na assistência ao Pré-Natal nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e que 97% delas estão preparadas para o atendimento às pessoas com suspeitas ou confirmadas de Covid-19. Além disso, segundo diagnóstico, 91% dos municípios realizam a coleta do Swab nas populações de critérios classificados pela Sesa.

Resultados que, segundo Tânia Mara, propiciam a análise da organização da APS nos municípios, uma vez que a APS é a porta principal para a população pode ter acesso à saúde. “É a segurança do cuidado, por ter profissionais qualificados para o atendimento, assim como a organização do serviço”, afirmou.

Em sua fala, o diretor do ICEPi, Fabiano Ribeiro, destacou que a Sesa pretende reforçar o trabalho na APS. “No programa de provimento, o ICEPi tem em torno de 600 profissionais que atuam nos municípios e que poderão ajudar a qualificar essa ação”, explicou o diretor do ICEPi, que também conta com o apoio dos residentes do Instituto nos territórios. 

O secretário Nésio Fernandes informou também que é de “urgência a implantação da agenda” e que na próxima semana a Sesa irá apresentar um conjunto de estratégia para a APS e se reunir com os gestores municipais. A reunião dessa quinta-feira (21) contou com a participação de profissionais do ICEPi, da Assistência em Saúde e a gerência da Regulação e Ordenação do Sistema de Saúde.

leia também:  SEDH participa de debate on-line sobre proteção à criança e ao adolescente na pandemia

 

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes
[email protected]

Fonte: Governo ES

Estado

Banestes libera mais de R$ 1 bilhão em crédito no Espírito Santo


.

Com o objetivo de apoiar a população capixaba e contribuir para a redução dos impactos econômicos da pandemia do novo Coronavírus, o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) vem atuando fortemente na oferta de linhas de crédito e outras soluções financeiras para atendimento à sociedade, com foco tanto para empresas e setor industrial quanto para pessoas físicas.

Desde o início de 2020, o Banestes já disponibilizou um montante superior a R$ 1 bilhão em créditos, que somados correspondem a mais de 70 mil contratos de pessoas físicas e jurídicas atendidas.

Confira abaixo o balanço das principais ações de auxílio econômico do Banestes frente à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Os dados são referentes ao período de março até maio de 2020.

Linha de Crédito Emergencial Bandes e Banestes:

Para esta linha de crédito, que atende a empresas de todos os portes e setor industrial, com taxas a partir de CDI + 0,32% ao mês, o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 130 milhões em recursos nesta linha, em um total de 1.205 contratos. Além disso, estão em análise pelo Banestes outros 800 contratos, aproximadamente, que chegam ao valor total aproximado de R$ 120 milhões.

leia também:  Metade do rebanho do Estado já foi imunizado contra febre aftosa

Linha de Crédito Aderes e Banestes – Nossocrédito Emergencial (Programa Nosso Crédito):

A linha Nossocrédito Emergencial, com taxas de 0,65% a 0,95% ao mês, já liberou mais de R$ 10 milhões em recursos, em 718 contratos com empreendedores de pequeno porte.

Linhas do Fundo de Aval – (01) Microcrédito Emergencial Covid-19:

Na linha de crédito de até R$ 5 mil, com taxa zero, cujo foco são microempreendedores individuais (MEIs), já foram liberados o valor total de mais de R$ 2,7 milhões, distribuídos em 554 operações de crédito.

Linhas do Fundo de Aval – (02) Capital de Giro Covid-19:

A linha de crédito de até R$ 31,5 mil, com taxa de CDI, cujos recursos são destinados especificamente para o pagamento de folhas de pagamentos de pequenas e médias empresas, já teve liberação de R$ 270 mil, distribuídos em 25 contratos com empresas do Estado.

Reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias:

Condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). Ao total, o Banestes já realizou mais de R$ 400 milhões em repactuação de contratos.

leia também:  Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra Influenza até 30 de junho

A divulgação do balanço será realizada semanalmente pelo Banestes, no site oficial do banco. Para mais informações sobre as ações de auxílio econômico do Banestes, acesse: www.banestes.com.br/estamosjuntos .

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Banestes
Rafaella Rodrigues
[email protected] 

Fonte: Governo ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma
Powered by