conecte-se conosco


Política Nacional

Senadores vão debater concessões de aeroportos no Sudeste

Publicado em


O Plenário do Senado vai promover, na sexta-feira (22), a partir das 10h, sessão remota de debates sobre propostas de concessões de aeroportos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O objetivo é discutir os impactos econômicos, urbanos, sociais e ambientais dessas iniciativas. A sessão foi requerida pelos senadores Carlos Portinho (PL-RJ), Antonio Anastasia (PSD-MG) e Romário (PL-RJ) (RQS 1910/2021).

Os senadores expressaram preocupação com a próxima rodada de concessões aeroportuárias planejada pelo governo federal, que inclui os aeroportos Santos Dumont e de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro (RJ), Campo de Marte e de Congonhas, em São Paulo (SP), e os terminais das cidades mineiras de Uberlândia, Uberaba e Montes Claros.

“É imprescindível debatermos o papel do Senado Federal frente às mudanças de cunho econômico e social que ocorre nas cidades após estes importantes programas de concessões públicas capitaneados pelo governo federal”, destaca o requerimento assinado pelos parlamentares.

Os nomes das autoridades que participarão da sessão ainda serão confirmados. Os senadores convidaram os ministérios da Economia, da Infraestrutura e do Turismo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), governos locais e empresas aéreas.

leia também:  CAE promove novo debate sobre privatização dos Correios na quarta-feira

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Política Nacional

Debatedores denunciam descaso do governo federal com patrimônio mundial que marca a luta contra a escravidão


Debatedores denunciaram, na Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados, o descaso do governo federal com o Cais do Valongo, patrimônio mundial que marca a luta contra a escravidão. O local histórico, no Rio de Janeiro, foi a maior porta de entrada de escravos em todo o mundo e faz parte da identidade brasileira. O presidente do colegiado, Paulo Paim (PT-RS), apresentou um projeto (PL 2000/2021) com diretrizes para a preservação do sítio arqueológico.

leia também:  Flávio Arns apresenta relatório em defesa da PEC do Fundeb permanente
Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma