conecte-se conosco


Saúde

São Gabriel: Casa da Mulher já realizou mais de mil atendimentos no primeiro trimestre do ano

Publicado em

Foto: pixabay

É fato que desde que a pandemia da COVID-19 atingiu a sociedade, muita coisa mudou; rotinas foram alteradas e os cuidados com a saúde tiveram que ser redobrados. Mas o que continua com toda a força, são os cuidados e atendimentos realizados na Casa da Mulher, em São Gabriel da Palha.

Dados fornecidos pela coordenação da Casa da Mulher, mostram que neste período, mesmo com a diminuição no quantitativo de acolhimento de alguns serviços devido a pandemia, uma média de 1037 atendimentos foram realizados. Confira os atendimentos detalhadamente:

• Consultas de pré-natal de alto risco: 205
• Consultas de pré-natal de risco habitual: 174
• Consultas ginecológicas: 269
• Coletas de preventivo: 123
• Ultrassonografias: 266

 

Local de referência para as mulheres do município

Atualmente, a Casa da Mulher conta com uma equipe de atendimento à população composta por: Enfermeira Priscilla Queiroz Bonatto, a qual é Coordenadora Municipal de Rede de atenção à Saúde Materno Infantil; dois Médicos Ginecologistas Obstetra, sendo eles: Draª. Gyovana Pratissolli Libalde e Dr. Dimas Delmo Farina; além de dois atendentes: Kalinca Lorenzoni e Elizabete Samora.

leia também:  Butantan busca desenvolver vacina alternativa contra covid-19

“A Casa da Mulher é de grande relevância para nosso município, porque se torna um local de referência para as mulheres e um importante ponto de apoio para as unidades de estratégia da família”, destaca Priscilla.

 

Cuidados e atenção com a mulher gabrielense

Dentre os serviços prestados tomam lugar de relevância o atendimento às gestantes, que podem fazer o acompanhamento de pré-natal de risco habitual e também de alto risco, quando previamente direcionados pelos atendimentos já feitos nas unidades de cada bairro e consulta médica e de enfermagem para tratamento de doenças sexualmente transmissíveis e realização de testes rápidos (HIV, sífilis, hepatite B e C). Além disso, também é oferecido o trabalho de controle de glicemia da gestante, com a liberação de aparelho de glicose e insumos como, fita e lanceta para que se torne mais fácil e eficaz tal controle em casa.

É Importante ressaltar também que a equipe da Casa da Mulher oferece planejamento familiar para as pessoas interessadas, bem como métodos contraceptivos orais, injetáveis, DIU, laqueadura e vasectomia, conforme as necessidades de cada caso específico que é previamente acompanhado pela equipe composta de dois ginecologistas e enfermeira.

leia também:  Vacinação reduz pela metade morte entre idosos com mais de 80 anos

A Enfermeira Priscilla, ressaltou a importância das ações realizadas durante todo o ano no município. “A Casa da Mulher trabalha com equipe multidisciplinar, prestando um atendimento de qualidade e eficiência, visando a resolutividade das queixas das nossas usuárias. Aqui são elaborados os fluxos de atendimentos relacionados a saúde da mulher para nortear as condutas dos profissionais das ESFS, organizando a assistência a nível municipal”, afirma Priscilla Queiroz Bonatto.

“Já precisei de utilizar os serviços oferecidos pela Casa da Mulher, e o que mais me impressionou foi toda a parte da humanização. Acho que isso conta muito para cada paciente, e isso me ajudou no processo de tratamento”, elogiou a munícipe Josiane.

Enfermeira Priscilla Queiroz Bonatto, Draª. Gyovana Pratissolli Libalde e Dr. Dimas Delmo Farina.Foto: Divulgação

Fonte: Editora Hoje

Saúde

Ministério da Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta


O Ministério da Saúde receberá entre hoje (10) e sexta-feira (14) 8,2 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Segundo o secretário executivo do ministério, Rodrigo Cruz, a pasta vai receber  4,1 milhões de doses da vacina Coronavac, 3,5 milhões da AstraZeneca e 629 mil da vacina Pfizer . 

Segundo Cruz, parte das vacinas da Coronavac “podem ser usadas como segunda dose para completar o esquema vacinal de todos os brasileiros”.

Nesta segunda-feira, o ministério iniciou a distribuição de um lote de 1,12 milhão de doses da vacina da Pfizer. As doses são destinadas para a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente e distribuídas todos os estados e o Distrito Federal receberão o imunizante de forma proporcional e igualitária. De acordo com a pasta, a logística de distribuição das vacinas da Pfizer foi montada levando em conta as condições de armazenamento do imunizante, que exige temperaturas de armazenamento muito baixas.

Também hoje o Instituto Butantan entregou mais 2 milhões de doses da vacina Coronavac para o Programa Nacional de Imunizações. A previsão é que o Butatan libere mais 1 milhão de doses na quarta-feira (12), concluindo o primeiro contrato assinado com o Ministério da Saúde para fornecimento de 46 milhões de doses da vacina. O instituto tem um segundo contrato com o ministério para fornecer mais 54 milhões de doses da vacina até 30 de agosto. 

leia também:  ES ultrapassa 5 mil casos confirmados e tem 212 mortes por COVID-19 - 12/05

Nesta terça-feira (11), o Ministério da Saúde vai anunciar, às 16h30, a  liberação de recursos para a Atenção Primária à Saúde no Enfrentamento da Covid-19. O evento terá a participação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e está prevista a presença do presidente Jair Bolsonaro. 

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma