conecte-se conosco


Saúde

Samu para todos: São Gabriel, Vila Valério, Águia Branca e outros 11 municípios recebem ambulâncias

Ao todo, são 16 ambulâncias para 14 municípios reforçarem o atendimento pelo Samu 192

Publicado em

As ambulâncias serão entregues na sede do Consórcio Cim Noroeste, em Águia Branca. Foto: Editora Hoje

Amanhã (14), na sede do consórcio Cim Noroeste em Águia Branca, 14 municípios receberão ambulâncias para dar início ao serviço de urgência e emergência do Samu, que está sendo implantado na região, através da parceria entre Governo do Estado e o Consórcio Cim Noroeste.

Ao todo, são 16 ambulâncias para 14 municípios reforçarem o atendimento pelo Samu 192. Os municípios contemplados são: Águia Branca, Vila Valério, São Gabriel, Pancas, Água Doce do Norte, Marilândia, São Domingos do Norte, Mantenópolis, Governador Lindenberg, Barra de São Francisco, Colatina, Baixo Guandu, Ecoporanga e Alto Rio Novo.

De acordo com informações, dos 14 municípios contemplados, dois tem as bases avançadas; Colatina e Barra de São Francisco, que receberão 2 ambulâncias cada.

Para o presidente do Consórcio Cim Noroeste, Dr. Sidiclei, a chegada dessas ambulâncias demonstra a união dos municípios para a ampliação da saúde de forma coletiva para a nossa região.

“A união entre prefeitos do nosso Consórcio e o Governo do Estado, nos possibilitou essa conquista para a saúde de 14 municípios, é uma vitória de 14 prefeitos, e principalmente de aproximadamente 400 mil habitantes de nossa região, disse Dr. Sidiclei.

leia também:  Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

“Estamos bem próximos do início do serviço de urgência e Emergência do Samu em nossa região. Um grande marco na saúde da região Noroeste”, completou Sidiclei.

Fonte: Editora Hoje

Saúde

Ministro anuncia aquisição de 4,5 milhões de kits para intubação


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta segunda-feira (10) que a pasta adquiriu 4,5 milhões de medicamentos do chamado kit intubação, usado em pacientes que desenvolvem formas graves da covid-19. Segundo o ministro, os insumos foram comprados com apoio da Organização Panamericana da Saúde (Opas), vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS), ao custo de US$ 17 milhões. O governo também contou com a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. A primeira remessa dos kits, totalizando 850 mil unidades, chegará ao país nesta terça-feira (11) e o restante, em até 15 dias. 

“Sabemos que muitos indivíduos com covid-19 desenvolvem síndromes respiratórias agudas graves. E esses indivíduos, parte deles, precisam de intubação orotraqueal. Por isso, é estratégico termos insumos que são usados para esses pacientes, que são anestésicos, sedativos, bloqueadores neuromusculares”, afirmou o ministro em vídeo publicado nas redes sociais. 

Edição: Aline Leal

leia também:  Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano
Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma