conecte-se conosco


Internacional - ES1.com.br

Redes sociais e sites de notícias são atingidos por interrupções

Publicado em


Interrupções múltiplas na internet atingiram redes sociais e sites de notícias em todo o mundo nesta terça-feira (8), com relatos indicando um problema no serviço de computação em nuvem Fastly, sediado nos Estados Unidos.

A Reuters não pôde confirmar imediatamente o problema que afetava os sites.

A Fastly disse que está investigando “o potencial impacto para a performance do serviço”, de acordo com a página da empresa.

Segundo o site da companhia, a maioria das áreas de cobertura da Fastly enfrentava “performance degradada”.

Separadamente, a página de varejo da Amazon.com também parecia estar fora do ar. A Amazon não estava imediatamente disponível para comentar.

Quase 21 mil usuários do Reddit relataram problemas com a plataforma de rede social, enquanto mais de 2 mil usuários relataram problemas com a Amazon, informou o site que monitora interrupções na internet Downdetector.com.

O Twitch, que pertence à Amazon, também registrava interrupção, de acordo com o Downdetector.

Sites operados por veículos de imprensa como o Financial Times, The Guardian, New York Times e Bloomberg News também enfrentavam interrupções.

leia também:  Itamaraty condena atentados no Afeganistão

Internacional - ES1.com.br

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil


Em mensagem após oração do Angelus, na Praça de São Pedro, no Vaticano, o papa Francisco disse neste domingo (16) que reza pelas vítimas das tempestades e enchentes que atingiram o Brasil nas últimas semanas.

“Expresso minha solidariedade às pessoas atingidas pelas fortes chuvas e inundações em várias regiões do Brasil nas últimas semanas. Rezo em especial pelas vítimas e seus familiares e por quem perdeu a casa. Que Deus ampare o esforço de quem está levando ajuda”, declarou o pontífice.

Desde o fim do ano passado, as regiões do sul e extremo sul da Bahia e partes de Minas Gerais foram fortemente atingidas por chuvas com precipitações acima da média, que deixaram dezenas de milhares de pessoas desabrigadas ou desalojadas e causaram ao menos 51 mortes.

Após período de trégua, áreas de instabilidade voltaram a assustar os mineiros no fim do sábado (15) e início deste domingo. No estado, 164 municípios já declararam estado de emergência. A Defesa Civil de MG confirmou até o momento 25 mortes causadas pelas fortes chuvas, enquanto 100 mil pessoas encontram-se desabrigadas ou desalojadas.

leia também:  UE aprova primeiro produto derivado de insetos para consumo humano

Na Bahia, a Defesa Civil confirmou ao menos 26 mortes entre dezembro e janeiro, em decorrências das fortes chuvas e das enchentes. Em outros estados, como Pará, Maranhão e Tocantins, cheias muito acima da média também têm obrigado milhares de pessoas a deixarem suas casas. 

Edição: Graça Adjuto

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma