conecte-se conosco


Policial - ES1.com.br

Policiais civis de Guaçuí cumprem mandado de prisão de suspeito de homicídio em Dores do Rio Preto

Publicado em

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Guaçuí cumpriram o mandado de prisão, na última quinta-feira (01), de J.C.M.S., de 30 anos, na loja onde ele trabalhava, no centro do município de Dores do Rio Preto. O detido é suspeito de cometer homicídio qualificado, em 2014, contra Clarindo Araújo de Jesus, de 26 anos.

O titular da DP de Guaçuí, delegado Vitor Leonardo Barçante, informou que o crime ocorreu no distrito de São Pedro de Rates, município de Guaçuí. “A princípio a morte foi tratada como acidente de trânsito. Contudo, a Polícia Civil suspeitou de alguns indícios encontrados no local do suposto acidente e começou a investigar”, informou o delegado.

“Após as investigações, foi constado o homicídio. A motivação do crime teria sido uma suposta traição da companheira do suspeito com a vítima. Até o momento, os dois eram amigos”, detalhou Vitor Barçante.

No mesmo ano do crime, o suspeito foi preso por homicídio qualificado e liberado. “Após o julgamento pelo tribunal do júri, o detido foi condenado a 19 anos de prisão. Nesta quinta-feira, o resultado definitivo foi divulgado, diminuindo a pena para 15 anos”, relatou o delegado.

leia também:  Comandante-geral promove reunião com o Alto Comando da PMES

J.C.M.S. é acusado de homicídio qualificado e foi encaminhado para o Presídio Regional de Cachoeiro de Itapemirim (PRCI).

  

 

Assessoria /Polícia Civil

Policial - ES1.com.br

DHPM prende suspeita de matar mulher e ferir outra em Vila Velha


A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Divisão de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), prendeu em flagrante uma mulher de 23 anos, suspeita de ser a autora dos disparos que vitimaram outras duas mulheres, na manhã dessa quinta-feira (13), no bairro Aribiri, em Vila Velha. A suspeita foi presa também nessa quinta-feira (13), na Rodoviária de Vitória, no momento que tentava fugir para a Bahia.

As diligências que culminaram na prisão contaram com a participação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Delegacia Regional (DR) de Colatina e tiveram início assim que a Polícia Civil tomou conhecimento do crime. Na manhã dessa quinta-feira (13), duas mulheres foram vítimas de disparos de arma de fogo, sendo que uma delas foi a óbito ainda no local do fato e a outra foi socorrida.

Por volta das 21h30, a autora dos disparos foi localizada e presa. Segundo os levantamentos da DHPM, o crime foi motivado por desacertos relacionados ao tráfico de drogas na região, pois as vítimas estavam comercializando entorpecentes e tinham que prestar contas à autora, que atua como uma espécie de gerente do tráfico. No entanto, ao contabilizar, elas constataram que faltava droga e não havia dinheiro suficiente para fazer o pagamento.

“Durante o dia todo, o agente colheu informações de que a autora estava sendo ameaçada pelo tráfico local e não poderia retornar ao bairro, pois ela cometeu o homicídio sem ‘consentimento’ e ainda tinha sumido com a arma do crime. Nós descobrimos que ela ia tentar fuga para a Bahia. Contamos com o apoio da PRF para montar pontos de bloqueio, bem como minha equipe se deslocou ao interior do Estado. Contudo, ela foi presa à noite, quando tentava embarcar em um ônibus para Eunápolis (BA)”, relatou a titular da DHPM, delegada Raffaella Aguiar.

Ainda na manhã do crime, outra suspeita, de 40 anos, foi presa e conduzida à DHPM. “Durante todo o dia, foram realizadas diligências no intuito de obter indícios palpáveis quanto ao envolvimento dela nos crimes. Entretanto, não foi possível neste primeiro momento. Porém, ficou constatado o envolvimento dela com o tráfico, o que gerou a autuação em flagrante pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas”, informou a delegada. 

As duas mulheres foram encaminhadas ao Sistema Prisional. As investigações continuam, a fim de apurar as circunstâncias e a autoria dos crimes em sua totalidade.

Texto: Camila Ferreira

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157 

leia também:  Comandante-geral promove reunião com o Alto Comando da PMES
Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma