conecte-se conosco


Policial - ES1.com.br

Polícia Militar forma a primeira turma de soldado com Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública

Publicado em


A Polícia Militar do Espírito Santo realizou na noite desta sexta-feira (26) a solenidade militar de encerramento do Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública – Curso de Formação de Soldados (CFSd 2020). Essa é a primeira turma a receber o título na PMES. O evento reuniu familiares, amigos, autoridades civis e militares no Ginásio da UniSales, em Vitória, para prestigiar os mais de 250 formandos.

Os discentes finalizaram o curso e agora são soldados combatentes, passando a compor o efetivo da PMES. O CFSd é a porta de ingresso na carreira de praças da Polícia Militar do Espírito Santo.

As atividades do CFSd tiveram início no dia 16 de novembro de 2020, sendo realizadas integralmente na Academia de Polícia Militar do Espírito Santo, totalizando 374 dias, com carga horária de 1650 horas aulas, distribuídas em 48 disciplinas, práticas e teóricas, dentre elas: Ordem Unida e Regulamento de Continências, Direitos Humanos, Legislação Policial Militar, Policiamento Ostensivo Geral, Uso da Força e Armas de Fogo, Direito Constitucional, Método Giraldi de Preservação da Vida.

Além das atividades letivas, os novos soldados foram empenhados em atividades operacionais, como o Estágio Operacional Supervisionado, que resultaram em inúmeras ocorrências de destaque, como apreensões de armas de fogo, prisões de criminosos evadidos do sistema prisional, condução de indivíduos detidos em flagrante no crime de tráfico de drogas, dentre outras ocorrências relevantes.

Os soldados João Marcos Zanol Barbosa, Jailson Januário dos Santos Júnior, e Bianca de Oliveira Possatti, alcançaram, respectivamente, a primeira, segunda e terceira colocações do quadro de combatentes e Rafael Henrique Ribeiro Teixeira, Erique Dos Santos Pereira, e Juan Victor Da Silva Torres, alcançaram, respectivamente, a primeira, segunda e terceira colocações do quadro de músicos e receberam homenagens.

Durante a solenidade, o governador lembrou que a última formatura de uma turma de soldados ocorreu durante sua gestão passada. “É muito bom rever esse ginásio lotado de policiais e seus familiares. Não se faz segurança pública somente com policiais e, em hipótese nenhuma, se faz segurança pública sem policiais. Quando autorizamos o novo concurso, compreendemos que o trabalho dos policiais é essencial para que tenhamos segurança pública no Estado”, afirmou.

leia também:  Denarc prende dois homens e apreende drogas em Vila Velha

Casagrande prosseguiu: “A hora em que um cidadão toma a decisão de ser policial militar, ele muda sua vida. Muitos governantes não gostam de tratar de segurança pública. Só que desde o meu primeiro mandato eu lidero essa área junto com minha equipe, pois sei que esse é um dos desafios desse Estado. Os anos de 2019, 2020 e 2021 terão os menores índices de homicídios da história do Espírito Santo. Um resultado que se deve a integração de nossas forças de segurança e pelo ótimo trabalho realizado por vocês. Desejo aos formandos que possam ser abençoados por Deus e que possamos caminhar juntos.”

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, enfatizou a importância do investimento nos recursos humanos dentro da atual gestão. “Os concursos foram retomados e as vagas do concurso anterior foram aumentadas em mais do que o triplo. Tudo isso para tentarmos iniciar a recuperação de algo que o governador Renato Casagrande deixou completo, quando finalizou o seu primeiro mandato em 2014, que foi o efetivo da Corporação”, pontuou.

O coronel Ramalho acrescentou que uma nova turma está passando pelo curso de formação, com mais 278 alunos. “Esperamos realizar a formatura dessa nova turma no próximo ano. Além disso, novos concursos já estão autorizados e sendo construídos pelo Comando-Geral da Polícia Militar. São investimentos nunca antes feitos na história da Segurança Pública do Espírito Santo. Temos que valorizar isso”, afirmou.

leia também:  PCES prende suspeitos por desligar 31 torres e causar falta de energia, internet e serviços telefônicos no Espírito Santo

O comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, destacou que é uma imensa satisfação entregar mais de 200 novos soldados para servir aos cidadãos capixabas, sendo estes os primeiros formandos a obter o grau Tecnólogo em Segurança Pública, completamente qualificados profissionalmente para bem cumprir a missão constitucional da Polícia Militar de promover o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública.

“Esses novos militares atuarão, desde já, no patrulhamento ostensivo das mais diversas localidades do nosso Estado, conforme um criterioso planejamento elaborado pelo Estado-Maior Geral da Corporação, de acordo com as orientações do Governo do Estado e do Comando Geral da PMES, numa demonstração inequívoca de que estamos formando de novos e, ainda, mais qualificados profissionais de segurança pública”, frisou o comandante-geral da Corporação.

Novas vagas

Durante a cerimônia, o governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou ampliação das vagas para soldados combatentes no próximo concurso público da PMES. Serão mais 500 vagas no certame anunciado em agosto, que previa inicialmente o preenchimento de 671 postos disponíveis na corporação. Agora serão 1.111 vagas, sendo 1.000 delas para soldados combatentes.

O próximo concurso da PMES também prevê 30 vagas para soldados auxiliares de saúde; 22 para soldados músicos; 20 para oficiais médicos; 20 para oficiais dentistas; dez para oficiais enfermeiros; cinco para oficiais farmacêuticos/bioquímicos; duas para oficiais médicos veterinários e duas para oficiais músicos.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel ANDERSON LOUREIRO BARBOZA
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Policial - ES1.com.br

Polícia Civil conclui apuração sobre mulher encontrada em telhado em Nova Venécia


A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Venécia encerrou a investigação sobre a mulher de 50 anos encontrada desacordada no telhado de uma residência no bairro Altoé, em Nova Venécia, no dia 04 de janeiro deste ano. A investigação apontou que a mulher se jogou da janela da residência do segundo andar, vindo a cair sobre o telhado do primeiro andar. Portanto, não há crime relacionado ao fato.  O levantamento teve início assim que o caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil.

“Determinei que a equipe da Deam realizasse um levantamento inicial, por meio de Verificação de Procedência da Informação, que nada mais é do que verificar os dados iniciais relacionados ao fato, antes mesmo da instauração do Inquérito Policial. Após a coleta de informações, incluindo declarações da suposta vítima, ficou claramente constatado que não houve crime, a mulher se jogou da janela sozinha, vindo a se machucar”, relatou o delegado Wilian Dobrovosk, respondendo da Deam de Nova Venécia.

Na ocasião do fato, ela estava na casa da filha e se aproximou da janela com o intuito de se jogar. Ao perceber que a mãe estava alcançando a janela, a filha, grávida de 7 meses, a conteve, segurando pela blusa, o que amorteceu, mas não evitou a queda. A mulher acabou se chocando contra o telhado e precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

Com a constatação, o caso foi encerrado e encaminhado para apreciação do Ministério Público.

leia também:  Denarc prende dois homens e apreende drogas em Vila Velha

Texto:  Camila Ferreira

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157
[email protected]

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma