conecte-se conosco


Policial

PM amplia abordagens preventivas em praças e vias públicas de São Gabriel e Vila Valério

Publicado em

Foto: Divulgação/PM

A 3ª CIA do 2º Batalhão da Polícia Militar tem intensificado abordagens preventivas a suspeitos nas praças e vias públicas dos municípios de São Gabriel da Palha e Vila Valério com o objetivo de prevenir, evitar o consumo e a venda de entorpecentes nestes espaços coletivos frequentados por famílias de bem.

Para o Capitão Cleiton Brito, comandante da 3ª CIA do 2º BPM ações como essas são importantes, já que a presença intensificada elimina as pequenas desordens, além de evitar o consumo e tráfico de drogas nos locais que tem como intuito, receber famílias.

“A intenção delas é evitar o consumo e o tráfico de drogas desses locais, para que de fato as pessoas de bem e famílias, voltem a ocupar esses espaços. São locais de confraternização, locais usados para qualidade de vida, e entendemos que a presença de usuários de drogas nesses locais acaba afastando essas pessoas e com isso o próprio patrimônio público vai sendo depredado também”, disse o comandante.

“A nossa intenção é justamente trazer a sensação de segurança, eliminar essas pequenas desordens. Embora o consumo de drogas não tenha medida penalizadora com prisão, ainda continua sendo crime. Então as pessoas têm que entender que caso sejam flagrados consumindo drogas nesses locais, estarão sujeitas aos rigores da lei e vamos continuar fazendo nosso trabalho. A Polícia Militar nunca se absteve de realizar sua função e inclusive agora com o Termo Circunstanciado de Ocorrência, o procedimento fica mais simples. Caso a polícia militar flagre uma questão de posse e uso de entorpecentes, já não precisamos levar para a Polícia Civil, nós mesmos que faremos o Termo Circunstanciado e inclusive em breve estar agendando a própria audiência e o envolvido, acusado terá que comparecer em juízo, caso não compareça será conduzido à delegacia.”

leia também:  Adolescente investigado por envolvimento em ataques no Morro do Romão é apreendido em operação conjunta

A população pode ajudar denunciando para os telefones 181 e 190.

Foto: Divulgação/PM

Fonte: Editora Hoje

Policial

Polícia Militar realiza solenidade de abertura do VII Curso de Cinotecnia


Na tarde desta segunda-feira (27), a Polícia Militar, através da Companhia Independente de Operações com Cães (Cioc),  realizou a abertura solene do VII Curso de Cinotecnia. O evento ocorreu no auditório do Hospital da Polícia Militar, em Vitória. 

Compôs a mesa de honra o comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus; o comandante de Polícia Ostensiva Especializado, coronel Carlos Ney de Souza Pimenta; o tenente-coronel Anderson Loureiro Barbosa, representando o diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa; o tenente-coronel Paulo Rogério do Carmo Barbosa, comandante da Companhia Independente de Missões Especiais e o promotor Sérgio Alves Pereira. 

A cerimônia representou a aula inaugural do curso e contou com a participação de todos os alunos. Em sua fala, coronel Pimenta afirmou que “é um dia que entra para a história da PMES, pelo testemunho de tantas vitórias institucionais. Isso não seria possível se não fosse o engajamento e o comprometimento do comandante-geral e de sua equipe”.

Sobre o curso, o oficial  parafraseou Santo Inácio de Loiola: “trabalhe como se tudo dependesse de ti e confia como se tudo dependesse de Deus. Bom curso a todos”. 

O promotor Sérgio Alves Pereira, no tempo em que compôs as fileiras da PMES, foi um dos fundadores da Companhia Independente de Operações com Cães. Ele se sentiu honrado em ser convidado para a solenidade e poder ver o avanço da Unidade, agora se tornando Batalhão de Ações com Cães.  

leia também:  Oficiais médicos recebem instrução de Tiro Defensivo

“A importância que hoje essa unidade representa no policiamento e nas áreas sensíveis capixabas é enorme. Desejo um bom curso a todos e sucesso. Que Deus os proteja”, desejou. 

Por fim, o comandante-geral, coronel Douglas Caus defendeu o planejamento estratégico com visão de futuro e a continuidade dos serviços como alicerces de uma boa gestão administrativa. Nesse sentido, elogiou o comando do CPOE, especialmente neste momento de avanços importantes na estrutura organizacional da PM.

“Segurança pública não comporta amadorismo, não flerta com a ilegalidade e requer policiais bem formados e qualificados. O comandante espera que se dediquem e se qualifiquem, porque a missão vai ser pesada. Se precisar vamos usar o braço forte do Estado, que é a Polícia Militar. Não iremos recuar. Vocês fazem parte de um grande projeto e planejamento. Espero o melhor de vocês”, finalizou.

O curso

O objetivo do curso Cinotecnia é qualificar o efetivo no adestramento e nas peculiaridades que envolvem o emprego de cão policial nas mais diversas missões. Ele terá 320 horas/aula, divididos em quatro módulos e envolverá a participação de mais de 20 instrutores. Além disso, possui um módulo com 100 horas/aulas destinados exclusivamente para as operações policiais com cães. 

Dentre as disciplinas, pode-se citar: o patrulhamento Tático Motorizado com Cães, o Controle de Distúrbios Civis (CDC) com Cães, o Patrulhamento em Área de Alto Risco com Cães, o rastreamento tático com emprego de cães, operações com apoio de aeronave, Tiro Policial com cão e APH Tático Veterinário.

leia também:  Resultados Operacionais do Ano de 2020 no 13º Batalhão

Destarte, a Companhia de Operações com Cães objetiva a instrução e profissionalização de profissionais de segurança pública, preparando e capacitando policiais militares da PMES, de coirmãs e de outras instituições para a compreensão do cão como instrumento de suplementação da atividade policial. 

Informações à Imprensa:

Diretoria de Comunicação Social PMES:
CORONEL JOSÉ AUGUSTO PICCOLI DE ALMEIDA
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma