conecte-se conosco


Policial

PC conclui inquérito que investigava homicídio em Alto Rio Novo

Publicado em


.

Policiais civis da Delegacia de Alto Rio Novo concluíram o inquérito que investigou o homicídio acontecido no dia 23 de novembro de 2019, no município. Um homem de 44 anos é apontado como um dos autores do crime e foi preso. O cumprimento do mandado de prisão preventiva aconteceu na residência do detido, no bairro Vila Nova, em Alto Rio Novo.

“Duas pessoas foram identificadas por participação no homicídio. Na ocasião do crime, os investigados e a vítima estavam em um bar assistindo a uma partida de futebol, quando o jovem de 21 anos foi alvejado por disparos de arma de fogo”, explicou o responsável pelas investigações, delegado João Seidel.

Ainda segundo o delegado, um dos suspeitos foi capturado no último dia 24 e o outro está foragido. “Caso a população tenha informações que contribuam com a prisão do outro envolvido, que realize uma denúncia anônima por meio do Disque-Denúncia 181”, ressaltou.

As investigações foram concluídas e o inquérito encaminhado à Justiça. O detido foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória de Colatina (CDPCOL).

leia também:  PM realiza varias apreensões durante este final de semana em Serra

Texto: Fernanda Pontes

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
Agente de Polícia Fernanda Pontes
[email protected]

 

Atendimento à Imprensa:
Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
[email protected]

Policial

Policiais civis apreendem adolescentes suspeitos do latrocínio do vendedor de polpa em Guaçuí


.

Em menos de 24 horas, a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Guaçuí identificou e apreendeu, na manhã desta quarta-feira (23), dois adolescentes, sendo um de 17 e outro de 16 anos, suspeitos de um latrocínio contra um vendedor de polpa de frutas de 52 anos. O crime ocorreu nessa terça-feira (22), no centro da cidade. As apreensões aconteceram no bairro São Miguel, em Guaçuí.

O titular da DP de Guaçuí, delegado Marcos Nery, explicou que o trabalho policial foi iniciado logo após o crime. “Imagens do circuito de segurança da região auxiliaram na identificação desses envolvidos. Realizamos algumas diligências e localizamos a residência onde eles estavam escondidos. A casa era vigiada por um cachorro da raça pit bull e, ao chegarmos no local montamos um cerco no imóvel, conseguimos entrar e apreendemos os dois adolescentes”, afirmou.

O delegado explicou ainda que, os detidos confessaram a participação no crime. “Eles contaram que pretendiam praticar um roubo e como a vítima reagiu, eles efetuaram disparos de arma de fogo. Ainda de acordo com os adolescentes, eles jogaram a arma utilizada no crime em um rio que fica logo atrás da casa onde estavam escondidos. Com eles apreendemos uma pedra de crack e uma bucha de maconha”, informou Nery.

leia também:  Governador Lindenberg: homem é preso após polícia encontrar arma e munições escondidas em residência

Após serem ouvidos na Delegacia, os adolescentes foram autuados, em flagrante, por ato infracional análogo ao crime de latrocínio e posse de entorpecentes, e foram encaminhados a Unidade de Internação Provisória Sul (Unip Sul) em Cachoeiro de Itapemirim.

Texto: Fernanda Pontes

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

[email protected]

 

Atendimento à Imprensa

Olga Samara/ Camila Ferreira

(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

[email protected]

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma