conecte-se conosco


Política Estadual - ES1.com.br

Paulo Hartung anuncia reajuste de salário e do auxílio-alimentação, durante prestação de contas na Assembleia

Publicado em

Um dia após o governador Paulo Hartung apresentar o resultado do Planejamento Estratégico 2018, que prevê a liberação de R$ 160,80 milhões de investimentos prioritários, nesta quarta-feira (28), o governador prestou contas na Assembleia Legislativa (ALES) e detalhou a saúde financeira do Estado, as políticas públicas inovadoras implementadas e as ações estratégicas do Governo que estão em andamento. Ao todo, o Governo Estadual prevê investir R$ 1 bilhão neste ano.  Apesar da crise política e socioeconômica que castigam o país nos últimos anos, Paulo Hartung reafirmou que o Estado está com as contas organizadas e avançando progressivamente em programas transformadores e na contraprestação de serviços à população. Na oportunidade, o governador anunciou ainda que o Governo pretende reajustar de R$ 220,00 para R$ 300,00 o valor do auxílio-alimentação pago ao funcionalismo público Estadual – um aumento de 36,40%. A prestação de contas foi realizada em sessão especial no Plenário Dirceu Cardoso, na Assembleia Legislativa, em Vitória.

Em seu terceiro mandato à frente do Poder Executivo Estadual, Paulo Hartung destacou que se colocou à disposição para reassumir o Governo por diagnosticar que estava em descompasso na relação entre custeio e arrecadação. Hartung relembrou que, ao reassumir o comando do Estado, foi necessário dialogar e detalhar aos deputados Estaduais um diagnóstico técnico que demonstrava que o orçamento anual previsto pela administração anterior não estava coerente com a previsão real de arrecadação. O governador afirmou que diante dos desafios postos, está executando à frente do Executivo Estadual um “Novo Início” para as terras capixabas.

leia também:  Centro de Estudos da Câmara estabelece como temas prioritários Educação e Retomada Econômica pós-pandemia

“Gostaria de afirmar que, hoje, podemos dizer que os alertas que fizemos ainda em 2013/2014, acerca dos descontroles que ameaçavam a vida dos capixabas tinham plena razão de ser. À época, o governo estadual flertava perigosamente com o descontrole das contas públicas. Naqueles anos (2013/2014), o Estado apresentou déficit crescente, respectivamente de R$ 983 milhões e R$ 1,456 bilhão. Um dos fatores determinantes foi o crescimento das despesas correntes em índice muito superior ao da ampliação das receitas. Por exemplo, a folha de pessoal do governo que, em 2010, estava no patamar de R$ 260 milhões, ao final de 2014 chegava a R$ 430 milhões mensais”, pontuou. 

“Mas como bem sabem os capixabas, nesses últimos três anos não nos ocupamos apenas da pauta emergencial, originada nos desacertos passados e também nos desafios das crises. Fomos muito além e investimos na melhoria da qualidade de vida da população, pensando no hoje e no que virá, com políticas públicas inovadoras. Trata-se de medidas transformadoras do presente imediato e fundadoras de um amanhã bastante diferente entre nós”, completou. 

leia também:  Governador participa da inauguração do novo prédio da DPCA em Vitória

Entre as políticas públicas implantadas pelo Estado, o governador Paulo Hartung destacou a Escola Viva; o Jovem de Futuro; o Pacto pela Aprendizagem; a Rede Cuidar; o Ocupação Social; os editais de Ciência e Tecnologia e de Cultura; o Campeões do Futuro, no Esporte; o Reflorestar, cujas origens estão lá na criação do Fundágua, em 2008; o Águas e Paisagens; e o Programa Estadual de Barragens. “São algumas das mais relevantes iniciativas que, modificando o presente, se constituem como a base de um novo tempo nas terras capixabas”, analisou.

 

Reajuste de 36,40 % no auxílio-alimentação

Paulo Hartung anunciou que o Governo pretende reajustar de R$ 220 para R$ 300 o valor do auxílio-alimentação pago ao funcionalismo público Estadual. O aumento é de 36,40%. O projeto de lei que prevê o reajuste no benefício foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso. “É um passo representativo, de reconhecimento à nossa equipe de trabalho. Uma medida tornada possível porque já caminhamos para fora do olho do furacão das tormentas que atravessamos juntos”, finalizou Paulo Hartung.

Secom-ES

Política Estadual - ES1.com.br

Música dá o tom em sessão para trombonistas

Os trombonistas capixabas receberam homenagem da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), nesta quinta-feira (30), em sessão solene realizada no Plenário Dirceu Cardoso. Compareceram à cerimônia dezenas de trombonistas e músicos de outros instrumentos de sopro e metal, como o trompete. Receberam comendas e certificados 45 músicos de vários municípios do estado. O proponente da solenidade foi o deputado Adilson Espindula (PDT), que é de Santa Maria de Jetibá, onde há centenas de praticantes do trombone. 

Fotos da sessão solene 

O deputado Adilson Espindula lembrou que é um parlamentar pomerano e luterano, e que tem apoiado as comunidades capixabas que seguem a doutrina religiosa. “Sempre procuro fazer um trabalho voltado para as nossas origens, valorizando a cultura e as tradições pomeranas. Também busco auxiliar a Igreja Luterana e suas instituições, possibilitando que continuem a realizar seus trabalhos que são tão importantes para a população capixaba”, pontuou o deputado. 

Por fim, disse que sempre apoiou o trabalho dos trombonistas, buscando recursos e dando visibilidade ao trabalho desses grupos. Segundo o deputado, só em Santa Maria de Jetibá, há mais de 800 trombonistas. “Nós precisamos garantir que essa tradição dos trombonistas continue com as futuras gerações”, para tanto, Espindula anunciou projeto de sua autoria que declara os trombonistas patrimônio cultural e imaterial, além do Dia Estadual dos Trombonistas, que já é lei.

Em nome dos homenageados, falou o presidente da Associação Obras Acordai Capixaba, Armindo Klitzke. Ele explicou que o coro de trombone tem origem na Alemanha nos anos 1840, antes da unificação germânica. De acordo com ele, os músicos, que não eram profissionais, tinham papel de agregar espiritualidade e dar maior volume ao coro, pois os órgãos não alcançavam a todos com seu som em grandes concentrações de fiéis. 
Também subiram à tribuna para pronunciamentos o vice-prefeito de Santa Maria de Jetibá, Florentino Lauvers, e o presidente da Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (Aebes) e pastor da Paróquia Unida, em Santa Leopoldina, Rodrigo André Seidel.

leia também:  Rose vai planejar a Saúde do Estado com participação da classe médica

Apresentações musicais

Durante a solenidade, houve intervenções musicais de trombonistas, participantes do encontro. Os hinos nacional e capixaba, além de outras canções, foram executados pelo grupo de metais da Sociedade Musical Rio das Pedras Pommerisch Groutfrunn, de Santa Maria de Jetibá. Ao final, os trombonistas fizeram apresentação sob a regência de Armindo Klitzke, Rafael Pagung e Orlando Lemke.

O pastor vice-sinodal do Sínodo Espírito Santo a Belém, pastor Sidney Retz, ressaltou que a música sempre esteve presente em todos os tempos e lugares, e nos textos da Bíblia, nos cultos, nas religiões, em vários momentos da história religiosa. Lembrou que nestes 176 anos em solo capixaba, a Igreja Luterana sempre recebeu apoio dos trombonistas, que desempenharam papel importante para a igreja, nos cultos, celebrações, eventos culturais e sociais.

Mesa

Além do deputado Adilson Espindula, fizeram parte da mesa, o vice-prefeito de Santa Maria de Jetibá, Florentino Lauvers; o prefeito de Santa Leopoldina, Romero Endringer; os vereadores Joélio Abeldt (Santa Maria de Jetibá); Madalon e Dequinha (Santa Teresa); Daniel Etcheverry (Piúma); pastor vice-sinodal do Sínodo Espírito Santo a Belém e pastor da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em São Sebastião, Santa Maria de Jetibá, Sidney Retz; presidente Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (Aebes) e pastor da Paróquia Unida, Santa Leopoldina, Rodrigo André Seidel; pastor da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana, em Santa Maria de Jetibá, Valdeci Foester; e o presidente da Associação Obra Acordai Capixaba, Armindo Klitzke.

leia também:  Centro de Estudos da Câmara estabelece como temas prioritários Educação e Retomada Econômica pós-pandemia

Homenagem com placa

Associação Obra Acordai Capixaba.

Homenageados com a Comenda Maurício de Oliveira

Adelino Wolfram
Armim Koeler
Avelino Hell
Belmiro Schwanz
Edgar Kempin
Edivaldo Dettmann
Eraldo Braun
Erineu Plaster
Gilcimar Görl
Glorinha Henke
Helmar Potratz
Hugo Alberto Kempim
Irenilto Kruger
Izidoro Boldt
Laís Trabach de Jesus
Lucas Pereira Rossmann
Luiz Antônio de Oliveira
Luiz Guilherme Flegler
Marcelo Böning
Marcia Böning
Marcilio Bartke
Renato Estrelof
Rogério Lemke
Rogério Stein
Rubens Pagung
Simone Vesper Binow
Theodomar Fleger 
Valdemar Boening
Valdenir Falk Tesch
Waldemiro Kempin
Homenageados com certificados
Armindo Klitzke
Daniela Bueke Knack
Edineu Neimog
Edivaldo Binow
Emanuely Henke Ponath
Genielson Janke 
Michel Miertschink
Miguel Potin
Orlando Lemke
Rafael Pagung
Scheila Kempin
Sigmar Miertschink
Solemar Schwanz
Waldeci Wolfgran
Welton Kruger

Fonte: Assembléia Legislativa do ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!