conecte-se conosco


Saúde

Opas defende mundo justo, equitativo e saudável

Publicado em

© Tânia Rêgo/Agência Brasil


A Organização Pan-americana de Saúde (Opas) divulgou mensagem defendendo um mundo mais justo, equitativo e saudável.

No Dia Mundial da Saúde, lembrado hoje (7), a entidade destaca que a pandemia de covid-19 evidenciou discrepâncias no acesso a serviços de saúde em razão de desigualdades que atravessam uma série de situações sociais, como renda, gênero, raça e origem.

Segundo a Opas, muitas pessoas lutam não só para sobreviver à pandemia como também para ter o que comer e atender as suas necessidades básicas e a direitos diversos, como educação e moradia segura.

Na mensagem, a organização ressalta que essa realidade pode ser mudada pelas escolhas políticas dos governos e autoridades públicas dos países das Américas, em especial, no contexto da pandemia.

“Pedimos aos líderes que garantam que a equidade na saúde seja a peça central de nossa recuperação da covid-19. Isso resultará em uma região onde todos têm condições de vida e de trabalho propícias a uma boa saúde, os sistemas de informação em saúde se configuram para identificar populações em situação de vulnerabilidade e a sociedade civil e os indivíduos são parceiros na busca de soluções onde as desigualdades ocorrem e onde todos têm acesso a cuidados de saúde e médicos sem sofrer discriminação”, destaca a carta.

leia também:  Hospital carioca tem 15 profissionais de saúde com covid-19

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Saúde

Saúde

Mais de 2,5 mil doses de vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas em Vila Valério

Os trabalhos de imunização contra a COVID-19 continuam em Vila Valério. Conforme o boletim ‘vacinômetro’ divulgado na segunda-feira (19), pela Prefeitura Municipal e Secretaria de Saúde, o número de doses aplicadas chega a 2505 mil no município.

Ao todo, 1814 idosos receberam a 1ª dose da vacina. Desse total, 238 idosos receberam a 2ª dose. Na área da saúde, 278 profissionais já receberam a 1ª dose da vacina. Desse total, outros 175  receberam a 2ª dose.

A munícipe Maria da Penha é uma defensora da vacina e destaca o avanço no processo de vacinação realizado na cidade: “A vacina é nossa esperança. Estamos em uma luta diária em favor da vida e vamos vencer esta guerra contra a pandemia”, afirma.

“Eu estava esperando muito pela vacina e fiquei muito emocionado quando a recebi. É gratificante ter essa oportunidade e agradeço demais à prefeitura e profissionais da saúde pelo empenho e trabalho que vem realizando”, afirmou o Srº José.

De acordo com a Secretaria, as vacinas estão sendo aplicadas segundo o cronograma estabelecido pelo Estado, que nesse momento prevê a vacinação de idosos e profissionais da saúde.

leia também:  Hospital carioca tem 15 profissionais de saúde com covid-19

Fonte: Editora Hoje

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma