conecte-se conosco


Policial - ES1.com.br

Mais de 4 mil unidades de entorpecentes e uma arma de fogo foram apreendidas em Aracruz

Publicado em


Ontem, quinta-feira (13), a Polícia Militar realizou a apreensão de mais de 4mil unidades de entorpecentes, uma arma de fogo e oito munições, em Aracruz. As apreensões foram realizadas pelos militares do 5º Batalhão.

A primeira situação ocorreu em Vila do Riacho onde os militares do GA da 3ª Cia receberam denúncias de que alguns homens estariam traficando em uma área de pasto e de imediato se deslocaram ao local. Utilizando a cadela Pandora K-9 apreenderam 140 buchas de maconha e 420 pinos de cocaína.

Já na sede de Aracruz, no bairro Vila Nova, após os militares do GA da 1ª Cia receberem informações de que um dos “cabeças” do tráfico da cidade estaria escondendo armas e drogas em uma casa, de imediato foram averiguar a situação. Após buscas e diligências os policias apreenderam 3680 pedras de crack, quatro buchas de maconha, uma pistola calibre .45, oito munições intactas do mesmo calibre. Foram detidas três pessoas em flagrante.

Informações à Imprensa:

leia também:  2ª Companhia Independente recebe visita do comandante-geral da PMES

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel ANDERSON LOUREIRO BARBOZA
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Policial - ES1.com.br

Polícia Civil conclui apuração sobre mulher encontrada em telhado em Nova Venécia


A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Venécia encerrou a investigação sobre a mulher de 50 anos encontrada desacordada no telhado de uma residência no bairro Altoé, em Nova Venécia, no dia 04 de janeiro deste ano. A investigação apontou que a mulher se jogou da janela da residência do segundo andar, vindo a cair sobre o telhado do primeiro andar. Portanto, não há crime relacionado ao fato.  O levantamento teve início assim que o caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil.

“Determinei que a equipe da Deam realizasse um levantamento inicial, por meio de Verificação de Procedência da Informação, que nada mais é do que verificar os dados iniciais relacionados ao fato, antes mesmo da instauração do Inquérito Policial. Após a coleta de informações, incluindo declarações da suposta vítima, ficou claramente constatado que não houve crime, a mulher se jogou da janela sozinha, vindo a se machucar”, relatou o delegado Wilian Dobrovosk, respondendo da Deam de Nova Venécia.

Na ocasião do fato, ela estava na casa da filha e se aproximou da janela com o intuito de se jogar. Ao perceber que a mãe estava alcançando a janela, a filha, grávida de 7 meses, a conteve, segurando pela blusa, o que amorteceu, mas não evitou a queda. A mulher acabou se chocando contra o telhado e precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

Com a constatação, o caso foi encerrado e encaminhado para apreciação do Ministério Público.

leia também:  Concurso PMES: contrato com a banca é assinado

Texto:  Camila Ferreira

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157
[email protected]

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma