conecte-se conosco


Esportes

LNF: classificados, Atlântico e Carlos Barbosa fazem clássico gaúcho

Publicado em

© Ulisses Castro/ACBF/Direitos reservados


Classificar às oitavas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF) era o primeiro objetivo de Atlântico e Carlos Barbosa. A próxima meta é encerrar a primeira fase na liderança do Grupo B. Vencer o clássico gaúcho deste domingo (18), em Erechim (RS), portanto, é fundamental para as pretensões das equipes. O duelo será transmitido ao vivo pela TV Brasil, a partir das 11h (horário de Brasília).

Os rivais se enfrentam pela segunda vez nesta edição da LNF. No dia 1º de setembro, em Carlos Barbosa (RS), o Atlântico levou a melhor por 4 a 2. O goleiro Jackson brilhou pela equipe de Erechim, com defesas importantes e um golaço, marcado da própria área. Após o clássico deste domingo, as equipes ainda se reencontram no próximo dia 27, pela Liga Gaúcha, mais uma vez na casa do Atlântico.

Depois de vencer três dos cinco primeiros jogos, o rubro-verde de Erechim só ganhou uma vez nas últimas cinco partidas da Liga. Na quarta-feira passada (14), a equipe foi superada pelo Joinville, fora de casa, por 1 a 0. O Atlântico, que estava em segundo e chegou a liderar a chave, caiu para quarto, com 16 pontos. Na Liga Gaúcha, o time foi a quadra três vezes, com um triunfo e dois empates, ocupando a quinta posição.

leia também:  Cruzeiro pode pagar R$ 1 milhão se Romero enfrentar o Ceará

“É um clássico. Sair vencedor traz muita confiança, então é isso que vamos atrás. Buscamos um algo a mais. Há muita coisa que pode ser definida em termos de classificação, de podermos decidir as oitavas de final em casa. Viemos de bons jogos, mesmo com alguns desfalques. A equipe tem apresentado um bom nível e é isso que buscamos dia a dia”, projeta o técnico do Atlântico, Giba.

O Carlos Barbosa soma um ponto a mais que o rival na Liga Nacional de Futsal e vem de uma sequência mais positiva, com três vitórias nos cinco duelos anteriores pela LNF. A mais recente no último dia 9, sobre o Foz Cataratas, por 3 a 1, atuando no interior gaúcho. Pelo torneio estadual, a franquia alaranjada faz campanha perfeita, com 100% de aproveitamento após cinco rodadas.

O duelo em Erechim é o segundo de uma sequência de seis partidas longe de casa da ACBF (quatro pela Liga Gaúcha e duas pela LNF). Serão mais de três mil quilômetros percorridos pelo elenco. A maratona começou na quarta, na vitória de 2 a 1 sobre o Passo Fundo, pelo estadual, e segue até 5 de novembro, diante da Afucs, em Seberi (RS), também pelo torneio regional.

leia também:  Para 70% dos japoneses, Olimpíadas serão adiadas

“As viagens nos tiram a possibilidade de treinar. Por exemplo, contra o Atlântico não poderemos treinar em Erechim. É uma dificuldade maior. Vamos para Blumenau (SC), teremos treinos lá, mas muito longe do ideal”, avalia o técnico Edgar Baldasso, fazendo referência ao compromisso do dia 21, às 20h, que encerra a participação do Carlos Barbosa na primeira fase da LNF. “Nos últimos 15 dias, tem faltado possibilidade de treino de qualidade, em função do calendário. Temos de ser cirúrgicos para fazer o treino certo na hora certa”, conclui.

Ouça na Rádio Nacional

Confira a classificação da Liga Nacional de Futsal.

Edição: Fábio Lisboa

Esportes

Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil


Mesmo sem ter 11 atletas do elenco à disposição e atuando fora de casa, o Cuiabá saiu na frente do Botafogo no jogo de ida do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nessa terça-feira (27), o Dourado bateu o Alvinegro por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, assumindo a vantagem do empate para o duelo de volta, que será na Arena Pantanal, em Cuiabá, na próxima terça-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

O Cuiabá não pôde contar com os zagueiros Everton Sena e Luiz Gustavo e com os atacantes Felipe Ferreira, Felipe Marques, Élton, Jenison e Marcinho. Os sete chegaram ao clube durante a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Como tinham defendido outras equipes na Copa do Brasil, eles não poderiam atuar pelo time do Mato Grosso. Além deles, os laterais Lenon e Romário e os volantes Auremir e Rafael Gava se recuperam de lesão e também foram desfalques.

Administrando a posse da bola e trocando muitos passes, o Botafogo acumulou seis finalizações em cerca de 20 minutos no primeiro tempo, mas sem êxito. Aos poucos, o Cuiabá equilibrou o jogo e passou a assustar em tentativas de fora da área. Na etapa final, a primeira delas foi letal. Aos nove minutos, com o Dourado pressionando o Alvinegro na defesa, o volante Matheus Barbosa aproveitou um passe errado do meia Keisuke Honda e bateu forte, da entrada da área, no canto do goleiro Diego Cavalieri.

leia também:  Covid-19: pela primeira vez desde 1897, Maratona de Boston é cancelada

O Botafogo se lançou ao ataque atrás do empate. Tentativas não faltaram. Pontaria sim. Primeiro, uma cabeçada do meia Bruno Nazário. Depois, outra do atacante Pedro Raul (seguida de um arremate que passou rente a trave). Na sequência, um chute do atacante Lecarlos. Por fim, um desvio do também atacante Kelvin, na pequena área. Melhor para o Cuiabá, que festejou a vitória no Rio e a vantagem para o duelo na Arena Pantanal.

As equipes voltam a campo no sábado (31), cada uma por sua divisão. O Botafogo joga às 17h, mais uma vez no Nilton Santos, contra o Ceará, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está na 16ª posição do torneio. Já o Cuiabá recebe o CRB às 22h, também pela 19ª rodada, mas da Série B. O Dourado é o terceiro colocado e está na zona de acesso à elite do futebol nacional.

Veja a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma