conecte-se conosco


Economia - ES1.com.br

Investimentos em Economia Verde alavancam negócios

Publicado em

No ambiente de negócios, o debate em torno da Economia Verde tem sido um tema atual na medida em que os impactos ambientais causam consequências para as empresas e investidores.
O gerente de Desenvolvimento e Planejamento do Bandes, Sávio Caçador, explica que o conceito Economia Verde no ambiente de negócios é o investimento em um conjunto de processos produtivos (industriais, comerciais, agrícolas e de serviços) que ao ser aplicado possa gerar desenvolvimento sustentável nos aspectos econômico, ambiental e social. “O empreendedor que busca investir em Economia Verde posiciona-se como uma organização ambientalmente responsável na sociedade. Além disso, a empresa muitas vezes consegue adquirir vantagem competitiva no mercado”, destaca Caçador.
O Programa de Economia Verde do Bandes apoia, entre outros, o financiamento para incentivar práticas de eficiência energética, como o uso de energia solar, práticas de controle ambiental e o uso de materiais recicláveis. Pensando nesses empreendedores que buscam o investimento ambientalmente responsável, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) elaborou uma lista de sete formas de investimento que ajudam a sua empresa a adotar práticas ambientalmente responsáveis. 

Ampliação de fontes de energia limpas e renováveis: o empreendedor pode investir em sistemas integrados de produção de energia (fotovoltaica, eólica, a gás, aproveitamento de biomassa e de resíduos).

Sistema de tratamento de águas residuárias: o tratamento de águas residuais é o processo de remoção de agentes contaminantes das descargas de água de instalações domésticas, industriais ou comerciais, bem como de escoamento superficial. A empresa pode fazer reúso da água tratada.

leia também:  Petrobras investirá US$ 5,5 bilhões em atividades exploratórias

Desenvolvimento e aquisição de tecnologia ou investimentos de softwares: investimentos em tecnologia para gestão ambiental permite integrar os dados técnicos obtidos em campo, facilitando o processamento e a geração de informações para o gerenciamento de áreas e licenciamento ambiental.

Equipamentos de controle das emissões atmosféricas: os processos de tratamento de superfícies necessitam com um controle eficiente das suas fontes de emissão de poluentes, que atendam às exigências da legislação.

Investimentos para racionalização do consumo de energia e água (estudos e projetos; serviços técnicos especializados; sistemas de informação, monitoramento, controle e fiscalização): iniciativas de conservação da água na indústria produzem efeitos satisfatórios, gerando eficiência para o setor produtivo e, muitas vezes, reduzindo também o uso de energia e insumos.

Investimento em sistema de drenagem superficial da área do empreendimento e equipamentos para coleta, transporte e tratamento de efluentes pluviais dos pátios de estocagem de resíduos: o elevado custo dos investimentos relativos aos sistemas de drenagem de água pluvial, torna especialmente relevante a necessidade de se implementarem soluções técnicas adequadas e economicamente viáveis.

leia também:  Mercado diz que inflação deve fechar em 6,45% este ano

Controle e preservação ambiental, inclusive despesas que visem atender condicionantes ambientais para o projeto ou empreendimento: aspectos ambientais relacionados à localização, instalação, operação e ampliação de uma atividade ou empreendimento, apresentado como subsídio para a análise da licença requerida.


camera_enhance (Crédito: divulgação)


Para os interessados em empreendimentos sustentáveis, o banco capixaba oferece opções de crédito adequadas. “O Bandes está atento às demandas dos segmentos econômicos capixabas e, por isso, temos as linhas de financiamento para fomentar esse tipo de atividade rentável, que gera empregos e preserva o meio ambiente”, explica Caçador.

Simulação

Caso esteja interessado, você pode fazer uma simulação no site ou no aplicativo para smartphones, o App Bandes. Basta responder algumas perguntas para saber que tipo de crédito é o ideal. “Esta ferramenta é muito útil porque permite calcular o valor que você pode obter em cada instituição financeira, além dos prazos de pagamento e taxas de juros que deverá pagar em cada caso”, destaca o diretor de Crédito.
O atendimento também pode ser feito presencialmente na sede do banco. Pelo site você encontra os endereços dos parceiros consultores, em todos os municípios capixabas.

Assessoria de Comunicação/ Bandes

Economia - ES1.com.br

Receita alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

Cobrado sobre operações de crédito e de câmbio, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) está sendo usado por criminosos para enganar tomadores de empréstimos. A Receita Federal emitiu um alerta sobre estelionatários que se passam por supostas empresas para condicionar a liberação do crédito ao pagamento antecipado de IOF via Pix.

Segundo o Fisco, os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação e de arrecadação que induzem o cidadão a recolher taxas inexistentes para a liberação do dinheiro. A vítima repassa o suposto IOF por meio de transferências Pix para pessoas físicas.

Boleto usado no golpe condiciona transferência de empréstimo a pagamento adiantado de IOF por Pix – Divulgação/Receita Federal

Em comunicado, a Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Segundo o órgão, os servidores do Fisco não prestam serviços de empréstimo à população nem entram em contato para cobrar pagamentos.

Embora alguns tributos possam ser pagos via Pix, a Receita esclarece que o IOF só pode ser quitado por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), pago pela instituição que concede o empréstimo, não pelo tomador. Caso desconfie ser vítima de um golpe, a Receita Federal orienta que o cidadão procure imediatamente a polícia, munido de todas as provas possíveis, e registre um boletim de ocorrência.

leia também:  Inflação para famílias com renda mais baixa cai para 0,45%

 

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Economia

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!