conecte-se conosco


Estado

Incaper entrega sete picapes em Fazendas Experimentais

As fazendas contempladas estão nas localidades de Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Sooretama, Marilândia e Viana

Publicado em

Foram realizadas as entregas de sete picapes nas Fazendas Experimentais do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A ação é resultado de um convênio entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Incaper. As fazendas contempladas estão nas localidades de Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Sooretama, Marilândia e Viana.

As entregas visam a proporcionar o melhor desenvolvimento das pesquisas agropecuárias e a valorizar a atividade dos pesquisadores do Incaper no campo, como afirmou o diretor-presidente do Instituto, Antônio Machado.

A renovação da frota de automóveis é vista como um fortalecimento da estrutura de pesquisa para o gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Incaper, Renato Taques. “É uma entrega que melhora as condições de trabalho dos pesquisadores, que retornam à sociedade resultados importantes, principalmente para os agricultores capixabas”, completou.

Trabalho nas Fazendas Experimentais

As sete Fazendas Experimentais contempladas com os automóveis desenvolvem trabalhos de pesquisa aplicada e de conservação do meio ambiente, a exemplo da unidade de Viana. A proposta da fazenda é de despertar a consciência ambiental e a responsabilidade do público em geral, em especial dos agricultores, para a conservação dos recursos naturais e de espécies nativas da Mata Atlântica como Pau Brasil, Seringueira, Palmáceas e Cacau. No local, existem Unidades Demonstrativas de Sistemas Agroflorestais que reforçam a linha de atuação de que é possível desenvolver atividades agrícolas sem degradar o meio ambiente.

leia também:  Espírito Santo não registra áreas de seca pela primeira vez em um ano

A Fazenda Experimental de Bananal do Norte, localizada  no distrito de Pacotuba, de Cachoeiro de Itapemirim, é outra unidade contemplada. O local é a principal base de pesquisa do Incaper para a região sul e Caparaó. Possui uma área de 200 hectares, onde são realizadas atividades de pesquisa e desenvolvimento, com destaque nas áreas de café conilon, fruticultura, silvicultura, pastagem e pecuária de leite.

Conheça mais sobre o trabalho das Fazendas Experimentais aqui no site do Incaper.

 

Fonte: Governo ES/ Incaper

 

Estado

Governo do Espírito Santo divulga 17º Mapa de Risco Covid-19


.

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta (07), o 17º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (10) e o domingo (16). Ao todo, 12 municípios capixabas estão classificados em Risco Baixo, outros 54 estão em Risco Moderado e 12 em Risco Alto.

A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril, levando em consideração o coeficiente de incidência da doença. No dia 04 de maio, o Mapa de Risco passou a contar a taxa de ocupação dos leitos de UTI. No dia 18 de maio, a Matriz de Risco Ampliada entrou na terceira fase com a inserção da taxa de letalidade, do índice de isolamento social e a porcentagem da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco. A nova Matriz de Risco Ajustada entrou em vigor no último dia 13, permitindo que todas as cidades capixabas fossem classificadas de forma individual, sem influência do grau de risco dos municípios vizinhos.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

leia também:  Espírito Santo não registra áreas de seca pela primeira vez em um ano

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Águia Branca, Anchieta, Bom Jesus do Norte, Colatina, Ecoporanga, Ibiraçu, Mimoso do Sul, Mucurici, Piúma, Presidente Kennedy, São Mateus e Sooretama.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Apiacá, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Brejetuba, Boa Esperança, Cariacica, Castelo, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Montanha, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Teresa, Santa Leopoldina, São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Cachoeiro de Itapemirim, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Itarana, Itaguaçu, Iúna, Jaguaré, Marilândia, Muqui, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá e Vila Pavão.

leia também:  Varal disponibiliza informações aos agricultores de São José do Calçado

Fonte: Governo ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: O conteúdo está protegido !!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma