conecte-se conosco


Educação - ES1.com.br

Idiomas: prorrogadas as inscrições para cursos de Inglês e Espanhol

Publicado em

Foram prorrogadas, até quarta-feira (28), as inscrições para o preenchimento de 3.820 vagas e composição de cadastro de reserva nos cursos de Inglês e de Espanhol, oferecidos pelos Centros Estaduais de Idiomas (CEIs).

O processo seletivo é destinado aos estudantes que estejam regularmente matriculados nas 1ª e 2ª séries do Ensino Médio das escolas públicas estaduais.

As vagas são para ingresso em 2018, nos cursos de Inglês e Espanhol oferecidos nos Centros Estaduais de Idiomas (CEI), em oito municípios capixabas.

Além dos seis Centros Estaduais de Idiomas (CEI), localizados em Vitória, Serra, Cariacica, Vila Velha, Colatina e Cachoeiro de Itapemirim, neste ano, mais duas novas unidades estarão em funcionamento nos municípios de Linhares e São Mateus, ofertando 510 vagas cada, totalizando mais 1.020 estudantes que vão aprender um segundo idioma.

As aulas terão início no dia 05 de março e serão desenvolvidas nos níveis Iniciante, Básico, Intermediário e Avançado, conforme o nível do estudante, com duração de, no máximo, três anos, e ministradas por instituição especializada no ensino da Língua Inglesa e Espanhola, contratada pela Sedu.

O edital com todas as informações foi divulgado, na quinta-feira (22), no Diário Oficial do Estado e também está disponível no site da Sedu – www.educacao.es.gov.br.

leia também:  FASG realiza VI Workshop Profissional

 

Inscrições

As inscrições para o processo seletivo deverão ser realizadas, exclusivamente, pela internet, no endereço eletrônico www.selecaoaluno.es.gov.br/idiomas, até as 23h59 do dia 28 de fevereiro.

A classificação dos estudantes será realizada pelo CEI de interesse do estudante, em ordem decrescente de pontuação, considerando a soma da nota de Língua Portuguesa de 2017, da nota de Língua Estrangeira referente ao último ano cursado e da frequência geral de 2017.

A relação dos estudantes inscritos com a classificação geral e a convocação para as matrículas será divulgada a partir do dia 28 de fevereiro no site da Sedu – www.educacao.es.gov.br e nas escolas.

 

Quem pode participar?

Podem participar da seleção estudantes que estejam regularmente matriculados na 1ª e ou 2ª série do Ensino Médio nas escolas da rede pública estadual e que obtiveram aprovação em todas as disciplinas no ano letivo de 2017.

Para efetuar a inscrição no processo seletivo, o estudante deverá apresentar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

 

Centro Estadual de Idiomas

O Governo do Espírito Santo criou o Centro Estadual de Idiomas (CEI), em 2009, para a oferta de língua estrangeira aos estudantes do ensino médio da rede pública estadual com boas notas e frequência escolar. O objetivo é propiciar a oportunidade de aprendizagem do idioma para uso nas diversas situações em que seu conhecimento é necessário.

leia também:  Alunos da rede pública receberão livros literários a partir de 2019

As atividades começaram com cursos de inglês em seis unidades no Estado – Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Cachoeiro de Itapemirim e Colatina. Em 2012 foi iniciada a oferta de curso de espanhol nas unidades da Grande Vitória. Atualmente, com a implantação das unidades de Linhares e São Mateus, os oito CEIs possuem capacidade para atender até 6.330 estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino.

 


Programa de Intercâmbio

Os estudantes do Centro Estadual de Idiomas (CEI), que possuem bons resultados no curso, também tem a oportunidade de concorrer a vagas de intercâmbio no exterior e aprimorar o idioma, por meio do Programa Intercâmbio Sedu.

O Programa de Intercâmbio é uma ação realizada desde 2010, em que desde o início, 373 estudantes já participaram. A maioria dos estudantes que participou do Programa de Intercâmbio já ingressou no ensino superior, outros estão trabalhando como professores e coordenadores de inglês em cursos particulares, atuam como intérpretes em feiras internacionais, em agências de intercâmbio, no aeroporto, entre outras atividades nas quais o inglês e ou espanhol foi imprescindível para ingresso.

 

Assessoria de Comunicação / SEDU

Educação - ES1.com.br

Dia D da Busca Ativa Escolar de Nova Venécia acontece às quintas-feiras

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), seguindo o cronograma do dia D da Busca Ativa Escolar, na quinta-feira (30), disponibilizou equipes para visita técnica aos Distritos de Cedrolândia e São Gonçalo, pela manhã e em bairros do município veneciano, no período da tarde. Foram recebidos  7 alertas, sendo 5 localizados com êxito.

A Seme implantou  a estratégia Busca Ativa Escolar no ano passado, com o objetivo de identificar, registrar, controlar e acompanhar crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos que estão fora da escola.

A partir de abril deste ano, a Seme criou o dia D,  que acontece  semanalmente às quintas-feiras. O trabalho é desenvolvido  entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, cada uma atuando no âmbito de suas competências de forma integrada e articulada.

De acordo com a coordenadora da Busca Ativa, um cronograma é feito pelo setor com base nas informações inseridas, feita pela unidade escolar, na plataforma. “Os  dados da Plataforma nos permitem  identificar se o aluno está matriculado e não está frequentando as aulas”, disse. Segundo ela, outra forma de obtenção de informações é por meio dos agentes de saúde, que,  ao visitarem as famílias, acabam por identificar  alunos fora da escola.

leia também:  Equipe da Sedu avalia resultados de 2019 e compartilha perspectivas para 2020

Além de trazer o aluno de volta para a escola, a estratégia monitora a criança e/ou adolescente para garantir sua permanência nas unidades escolares.

Sobre a estratégia
A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde,  como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Fonte: Ascom|PMNV

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!