conecte-se conosco


Esportes

Grêmio vence do Guaraní sem muito esforço e entra quartas de finais da Libertadores

Publicado em


O Grêmio entrou determinado em conquistar a classificação à próxima fase da competição. Com a vantagem conquistada no jogo de ida, de 2 a 0, o Tricolor alcançou mais um resultado positivo, carimbando a vaga nas quartas de final, ao vencer o Guarani-PAR novamente, pelo placar de 2 a 0.

Os gremistas foram superiores nos 90 minutos. Logo nos primeiros instantes da etapa inicial, o Grêmio marcou com Ferreira, que recebeu um cruzamento de Cortez e mandou para o fundo das redes, com 7 minutos de bola rolando. Nos acréscimos do segundo tempo, aos 52′, o Tricolor ampliou com Rodrigues. Maicon deu um passe para Diego Souza, que acionou o zagueiro. Livre, o camisa 13 só empurrou para o fundo do gol, fechando o marcador na Arena.

Com o resultado, o Grêmio está nas quartas de final da Libertadores. Encara o Santos nesta fase, com data ainda a ser confirmada.

Primeiro Tempo 

O Grêmio iniciou bem a etapa inicial, conseguindo atacar com efetividade. Logo aos 7 minutos, em grande jogada, Pepê deu um passe de letra para Jean Pyerre que acionou Bruno Cortez. O lateral fez um cruzamento para Ferreira na pequena área, que chegou e empurrou para o fundo das redes, abrindo o marcador na Arena.

A resposta adversária veio aos 8’, com Ángel Benítez, que de longa distância arriscou, mandando sobre a meta gremista, sem perigo. Mas o Tricolor logo contra-atacou. Desta vez, pela esquerda, Pepê saiu em velocidade, invadiu a área e rolou para trás, buscando Churín, mas a defesa paraguaia conseguiu se antecipar e cortar.

Depois de uma boa trama tricolor, Bruno Cortez foi acionado na esquerda e tentou o cruzamento para Churín. O argentino tentou alcançar, mas a bola foi muito forte, com 13 minutos jogados. Dois minutos depois, pela direita, Ferreira recebeu passe de Orejuela e chutou em curva, mas a bola foi para fora.

  São Paulo está a 5 anos sem vencer jogos fora de casa pela Libertadores

leia também:  Com treinos finalizados, Grêmio está pronto para enfrentar o Santos

Aos 18’, o Grêmio teve uma oportunidade em cobrança de falta, da intermediária, pelo meio. Lucas Silva chutou, mas a bola explodiu na barreira e saiu pela linha de fundo. No escanteio, Jean Pyerre colocou no primeiro poste e Romaña afastou. No segundo escanteio, Servio saiu do gol para afastar de soco.

A melhor chance do Guarani saiu aos 27’, com um cruzamento de Tripichio, que mandou na cabeça de Javier Báez. O zagueiro desviou por sobre o gol. Passados 31 minutos, em cobrança de falta da intermediária, a bola foi colocada na área, Báez tentou alcançar, mas ela saiu a linha de fundo.

Na reta final, Pepê fez uma boa jogada individual e cruzou na área buscando Ferreira, que dividiu com a zaga e ao final, a bola se perdeu pela linha de fundo. Já nos acréscimos, Cecilio cobrou escanteio e Florentín subiu para desviar de cabeça, obrigando Vanderlei a grande defesa.

Segundo Tempo 

O Grêmio voltou sem mudanças para a etapa complementar. Logo no primeiro minuto, o Tricolor já se mostrou ofensivo, com uma jogada de Ferreira colocando na área, mas Dominguez cortou para os paraguaios e afastou o perigo. Já os adversários também ameaçara e chegaram com um lançamento de Villalva para Bobadilla, que dominou, mas foi flagrado em impedimento.

O segundo gol gremista quase saiu dos pés de Lucas Silva, que recebeu pela meia direita e chutou forte, mas Servio fez grande defesa, aos 7’.

  Grêmio mais uma vez vence o Internacional

leia também:  Assento de gabrielense sócio-torcedor do Botafogo é vandalizado por rubro-negro

O Guarani buscou atacar e levar perigo a meta tricolor. Em uma das oportunidades, Rodrigo Fernández mandou um chute forte de longe, obrigando Vanderlei a voar para fazer a defesa e impedir o gol de empate, aos 10’.

E aos 18’, quase o segundo gol gremista. Após um bate-rebate na entrada da área adversária, a bola sobrou para Isaque, que chutou no canto direito da meta defendida por Servio. Mas após análise do VAR, a jogada foi anulada por impedimento do atacante.

Aos 27’, Ferreira desceu pela direita, foi a linha de fundo e cruzou, mas a defensiva bloqueou e conseguiu impedir a chance gremista. Minutos depois, pela esquerda, Pepê foi a linha de fundo e cruzou. Churín chegou para completar, mandou por cima.

Passados 37’, Pinares fez um cruzamento na boca do gol, mas Servio saiu para fazer a defesa. Logo na sequência, o meia Pinares arriscou de longe, mas isolou.

Na reta final, Miguel Benítez foi expulso da partida depois de uma falta agressiva sobre Diego Souza.

Nos acréscimos, aos 52′, o Grêmio conseguiu chegar ao segundo gol com Rodrigues. O zagueiro começou a jogada no campo de defesa, lançando o contra-ataque. Maicon deu um passe para Diego Souza, que acionou Rodrigues. O camisa 13 só empurrou para o fundo das redes.

Grêmio 2, Guarani 0.

Com o resultado, o Tricolor está nas quartas de final da Libertadores. Encara o Santos nesta fase, com data ainda a ser confirmada.

Esportes

Marcelo Cabo é apresentado como o novo técnico do Vasco


Na manhã desta terça-feira (02/03), o técnico do futebol profissional Marcelo Cabo foi apresentado oficialmente pelo Club de Regatas Vasco da Gama, em coletiva de imprensa virtual realizada em São Januário, que contou ainda com a participação do Diretor Executivo de Futebol, Alexandre Pássaro.

O novo comandante chegou ao estádio acompanhado de seu filho e auxiliar, Gabriel Cabo, e foi recebido pelo 1º Vice-Presidente, Carlos Roberto Osório, pelo Vice-Presidente de Responsabilidade Social e História, Horácio Junior, e pelo historiador Walmer Peres. Marcelo realizou um tour pela Colina Histórica, visitou o Ginásio onde jogou quando foi atleta de futsal do Clube e conheceu o Salão de Troféus na companhia de Alexandre Pássaro.

Marcelo Cabo chega a São Januário(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Após o tour, Marcelo Cabo recebeu sua carteirinha de Sócio Gigante e concedeu entrevista coletiva, transmitida ao vivo pela Vasco TV. Confira alguns trechos.

– É uma alegria muito grande voltar a São Januário, voltar para o clube onde vivi bons momentos como atleta e agora espero viver bons momentos como treinador. Quero agradecer ao Presidente e a toda diretoria pelo convite para essa missão que será capitanear o Vasco na temporada de 2021. – afirmou o técnico.

Marcelo Cabo visita o ginásio de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Perguntado sobre a disputa da Série B e reforços, Marcelo Cabo, campeão com o Atlético-GO em 2016 e vice campeão com o CSA em 2018, contou sobre a sua experiência na competição e o planejamento que começa a ser traçado com a diretoria.

  Vasco começa na frente, mas o Mengão reage e de virada vence por 2 a 1

leia também:  Assento de gabrielense sócio-torcedor do Botafogo é vandalizado por rubro-negro

– Eu tenho dois acessos em um espaço curto de tempo. Essa vai ser minha sexta vez na segunda divisão, tenho conhecimento pleno da competição e vou dizer com convicção: o Vasco vai apenas passar pela Série B. Com certeza vamos trabalhar bastante para que no final da temporada a gente dê essa alegria ao torcedor que é o retorno à Série A. Também vamos disputar o Carioca, temos a Copa do Brasil, mas a grande e maior meta é o Campeonato Brasileiro.

– É claro que teremos uma reformulação, vamos sentar e ver o que é preciso repaginar. Vamos criar novos mecanismos para que tenhamos uma equipe competitiva com conquista para o Vasco neste ano. Eu inicio meu trabalho no Vasco hoje, junto com a diretoria, junto com o Pássaro, para que a gente possa pautar e planejar essa temporada de 2021. O torcedor vascaíno pode ter certeza, dentro do que o Vasco pode fazer, teremos uma equipe competitiva que vai entrar nas competições e buscar conquistas, que é o que o Vasco sempre fez na sua história.

Presidente Jorge Salgado recebe Marcelo Cabo e seu filho Gabriel Cabo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Além do passado como atleta do Clube, Marcelo Cabo convive diariamente com o amor ao Vasco dentro de casa. Duda, sua filha, é torcedora do Gigante da Colina e viralizou na internet ao comemorar a chegada do pai ao time do coração. O técnico contou que teve o apoio da família para voltar ao Rio de Janeiro e aceitar esse desafio do Vasco.

  Sub-20 do Vasco vence o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro

leia também:  Covid-19: Juventus anuncia recuperação de Matuidi e Rugani

– A reação da Duda foi maravilhosa, vi a alegria dela quando eu recebi o contato do Vasco. Também conversei com a família, tive a decisão de vir pautada na família porque a gente tem que se mudar, mudar de estado, voltar pra cidade natal, mas a Duda ficou muito alegre. Um dia eu falei pra ela: “Papai vai trabalhar bastante pra um dia treinar o seu time do coração.” Aceitei esse convite com muita alegria e a gente espera fazer um grande trabalho. Não só a Duda, toda família está muito feliz com essa volta à São Januário.

Marcelo Cabo visita Salão de Troféus de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Sobre a utilização dos meninos da base, Marcelo Cabo foi pontual ao dizer que eles serão utilizados, mas com sabedoria e estudo em um trabalho integrado com o Carlos Brazil, Diretor do Futebol de Base.

– O Vasco sempre foi um clube que revelou muitos jogadores. costumo dizer que a base, em um time com o tamanho do Vasco, é o oxigênio do clube. O Carlos Brazil é um companheiro que eu conheço há muito tempo e vamos trabalhar de forma integrada. Quero parabenizar o trabalho feito na base do Vasco da Gama, a gente vem ao longo desses anos acompanhando as conquistas e a gente sim, vai usar a base, mas com muito critério, com muito ajuste, pra gente poder potencializar esses jogadores e no momento certo trazer os frutos que a gente espera deles na equipe principal.

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma