conecte-se conosco


Economia - ES1.com.br

Fusão entre Fibria e Suzano cria nova líder mundial em celulose

Publicado em

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta quinta-feira, 15, que aprovou a fusão entre as empresas Suzano e Fibria. A operação une as duas maiores empresas de celulose do país e transforma a companhia resultante em líder mundial em celulose de mercado.
As negociações foram conduzidas pela BNDESPar, subsidiária de participações acionárias do BNDES, e pela Votorantim S/A. As duas empresas compartilham o controle da Fibria.
A fusão sela uma vitória da Suzano sobre a holandesa Paper Excellence, que chegou a fazer uma proposta para comprar a participação da BNDESPar na Fibria Celulose. A oferta formal avaliou a empresa brasileira em R$ 40 bilhões.

O negócio

Pelo acordo entre Fibria e Suzano, o BNDES receberá parte do pagamento em dinheiro, cerca de R$ 8,5 bilhões, e parte em ações da companhia resultante. O acordo, informa o banco de investimento, assegura ainda que acionistas minoritários recebam dinheiro e ações nas mesmas condições dos controladores.
O BNDESPar seguirá com participação relevante, mas será minoritária. Segundo o BNDES, a operação é garantida por consórcio de bancos privados e sua conclusão está sujeita à aprovação de agências antitruste.

leia também:  Fundo Soberano recebe primeira transferência no valor superior a R$ 11 milhões

Exigências

Segundo o BNDES, foram negociadas melhorias de governança, que incluem a aprovação de uma política de indicação de conselheiros independentes.
A companhia resultante deverá, por contrato, manter, no mínimo, o mesmo padrão de responsabilidade socioambiental em que as duas empresas já eram referência.

Aracruz + Votorantim

O BNDES entrou na Fibria, empresa que nasceu da fusão de Aracruz e Votorantim em 2009. O negócio foi realizado para evitar que as duas empresas quebrassem após registrarem perdas significativas em operações com derivativos financeiros.
Esses instrumentos financeiros têm seus preços de negociação baseados na cotação futura de algum outro ativo (ações, câmbio ou juros), usado como se fosse um seguro de preço. O objetivo desse tipo de transação é proteger o investidor contra variações de taxas, moedas ou preços.

Disputa com a Paper Excellence

A Fibria era disputada também pela Paper Excellence, que chegou a oferecer, em sua última oferta, R$ 71,50 por ação da empresa. O valor significava um avança em relação à proposta de R$ 67, feita na segunda-feira, 12. A empresa é controlada pela família Wijaya, que também é dona da Asia Pulp & Paper Company.
Se a oferta da Paper Excellence fosse aceita, a Fibria provavelmente seria retirada da bolsa paulista. A oferta da Suzano, por sua vez, garantia o fortalecimento do mercado de capitais, afirmou o BNDES.
Outra razão fundamental para os acionistas terem se inclinado para a oferta da Suzano era a preocupação com a falta de financiamento firme pela Paper Excellence, informaram à Reuters fontes familiarizadas com as negociações.
O BNDES solicitou que a holandesa comprovasse como a oferta seria financiada com documentos bancários. A empresa sugeriu pagar uma multa de US$ 1,2 bilhão caso não obtivesse o financiamento, mas isso não convenceu o banco.

leia também:  Governo Central tem segundo maior déficit para meses de maio

G1

Economia - ES1.com.br

Indicador Antecedente de Emprego da FGV sobe 1 ponto

O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 1 ponto de maio para junho. Com isso, ele registrou a terceira alta consecutiva e atingiu 81,9 pontos, o maior nível desde novembro do ano passado (83 pontos).

Em médias móveis trimestrais, o Iaemp avançou 2,3 pontos e atingiu 80,8 pontos. O indicador busca antecipar tendências do mercado de trabalho nos próximos meses, com base em entrevistas realizadas com consumidores e com empresários da indústria e dos serviços.

Cinco dos sete componentes do Iaemp contribuíram para a alta, com destaque para tendência dos negócios da indústria. Pelo lado negativo, a principal contribuição veio do indicador de situação atual dos negócios de serviços.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Economia

leia também:  Caixa lançará em março crédito imobiliário com juro prefixado, diz Guimarães
Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2