conecte-se conosco


Policial

Festa clandestina termina com morte em Vila Valério

Publicado em

Foto: Editora Hoje

Na madrugada deste domingo, 17, um homem de 56 anos foi morto em uma festa clandestina no Córrego Lambari, interior de Vila Valério. As informações divulgadas pela Polícia Militar dão conta de que o homem foi alvejado com um tiro na cabeça.

No início da noite, o organizador do evento já teria sido advertido verbalmente para que o evento não fosse realizado, caso contrário, estaria praticando crime contra a saúde pública devido à pandemia da COVID-19.

À Polícia Militar, o organizador teria relatado que o evento seria para seu aniversário, mas, havia cartazes de divulgação do evento nas redes sociais.

Na madrugada, a PM foi acionada, pois um homem havia sido alvejado por arma de fogo na cabeça e estaria caído no local do evento musical. Ao chegar ao local, os militares identificaram que a vítima já havia sido socorrida por populares para o Pronto Atendimento da cidade e não foi encontrado nenhuma testemunha para esclarecer o ocorrido.

No hospital, os policiais tiveram a informação do médico plantonista, que foi constatado o óbito da vítima, sendo relatado que a vítima apresentava uma perfuração de entrada na cabeça e outra de saída acima do olho esquerdo.

leia também:  Polícia Militar realiza operação em Afonso Cláudio e apreende armas, drogas e cumpre mandados de prisão

O caso será investigado pelas autoridades competentes.

Policial

DP de Montanha prende suspeito de furtar gado e invadir área de empresa de celulose


A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Montanha, com apoio da Polícia Militar, prendeu um homem de 46 anos considerado extremamente perigoso e alvo de diversos inquéritos que investigam furtos de gado, de madeira e estelionato na região noroeste do Estado. A prisão ocorreu nesta sexta-feira (26), no município de Montanha.

O detido, que se autointitula ‘pastor’, é investigado por envolvimento em furtos de cabeças de gado pertencentes a fazendeiros do município. Em uma das ações, ocorrida no dia 17 de janeiro, 109 animais foram furtados de uma propriedade, com o uso de três carretas para transportar o gado. O prejuízo estimado é de R$ 800 mil.

Este inquérito gerou a expedição de um mandado de prisão, que foi cumprido na operação realizada, nesta sexta-feira (26), em conjunto com a Polícia Militar. Ele foi encontrado na localidade de Córrego 18, em Montanha, e conduzido, em seguida para a DP do município. Após prestar depoimento, foi encaminhado ao sistema prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

“Este homem é considerado de alta periculosidade, pela quantidade de inquéritos que apontam para ele como suspeito. Nos nossos levantamentos, temos informações de que ele andava armado, ameaçava pessoas e trazia diversos prejuízos para a ordem pública e o bemestar dos cidadãos de Montanha. Esta é uma prisão muito importante para o município”, afirmou o titular da DP de Montanha, delegado Leonardo Ávila.

O delegado explicou que o detido também figura em outros inquéritos que tramitam na Delegacia. Ele é considerado um dos líderes de uma ocupação irregular instalada na área de uma empresa de celulose. Segundo as investigações, ele pode estar envolvido em ações como queimadas e furto de madeira.

“As plantações de Eucalipto pertencem à empresa de celulose. Em Montanha, registramos ações de grupos criminosos que colocam fogo em parte dessas plantações, furtam a madeira e vendem para carvoarias e outros tipos de negócios locais. Nossos levantamentos apontam que este indivíduo pode estar envolvido nesses crimes também”, informou Ávila.

Há indícios de que o investigado também utiliza as áreas invadidas para pastoreio, levando para o local, gado furtado. Em um dos inquéritos que tramitam na DP de Montanha, este mesmo indivíduo é investigado por alugar uma área invadida para terceiros, se apresentando como proprietário do terreno, o que configura crime de estelionato.

Os inquéritos continuam em andamento, para identificar outros envolvidos nas diversas ações criminosas investigadas pela DP de Montanha.  

Texto: Camila Ferreira 

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]
 
Atendimento à Imprensa:
Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
[email protected]

leia também:  Polícia Militar apreende armas de fogo no município de Serra
Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma