conecte-se conosco


Estado

Estado anuncia expansão do SAMU 192 para mais 14 municípios da região Central/Norte

Publicado em

Foto: Hélio Filho/Secom


O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta terça-feira (27), a expansão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) em 14 municípios da Região Central/Norte de Saúde, compreendidos pelo consórcio CIM Noroeste: Água Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Mantenópolis, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

A ação faz parte do programa estadual “SAMU para Todos”, que visa garantir assistência pré-hospitalar à toda população. Somente neste ano, as atividades foram iniciadas em 43 cidades de todas as regiões. Para a execução do serviço serão repassados R$ 8,73 milhões, sendo 60% cofinanciado pelo Estado e 40% pelo município. Já a Central de Regulação das Urgências e Emergências será única e totalmente gerida pelo Estado.

“Esse é mais um passo importante para que o SAMU 192 chegue a todos os capixabas. Com a inclusão desses 14 municípios chegamos a 96% de cobertura no Espírito Santo. É fundamental esse atendimento rápido e qualificado para que possamos aumentar o número de vidas salvas. Queria aproveitar para agradecer aos prefeitos e à prefeita que têm sido parceiros nesse momento difícil de pandemia, independentemente de partido ou ideologia. Também parabenizo aos secretários de saúde que estão nos ajudando muito nesse momento”, afirmou Casagrande, durante o evento virtual, transmitido ao vivo pelas redes sociais.

Para o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, o SAMU 192 fortalece os municípios capixabas, regionaliza os serviços, garante um melhor acesso e melhora a eficácia dos serviços de saúde no Espírito Santo.

“Quero destacar que é uma honra muito grande chegar nesse momento. Estamos entrando no nosso terceiro ano de governança, materializando e repassando os recursos para iniciação do SAMU 192 em mais cidades capixabas, chegando a 96% de cobertura. Com a implantação desse serviço, tudo que é considerado de urgência e emergência, será atendido pelo SAMU 192. Com isso, o tempo de resposta será adequado para termos um melhor atendimento para garantir vaga zero”, ressaltou Nésio Fernandes.

leia também:  Hemoes realiza ação de coleta de sangue na Ceasa

O subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa dos Santos, destacou a importância da expansão do serviço e a parceria do Governo do Estado com os municípios e Consórcios Intermunicipais de Saúde (CIS). “O programa ‘SAMU para Todos’ é um fortalecimento da Rede de Urgência e Emergência em solo capixaba. Essa parceria do Governo do Estado com os municípios e consórcios assume um protagonismo grande nesse momento de operacionalização da ação. Além disso, esse processo organiza a rede, garantindo que o paciente será atendido em hospitais especializados de acordo com sua necessidade real”, disse.

O prefeito de Pancas, Dr. Sidiclei, que preside o CIM Noroeste, reforçou a importância do repasse de recursos do Estado para toda a região. “Estou muito feliz, pois essa é uma oportunidade de participar desse momento histórico para o Estado e para toda a nossa região. Essa marca de 96% de cobertura no Estado é uma importante conquista e agora temos todos os municípios da região participando e cobertos pelo SAMU para Todos”, declarou.

“O SAMU para Todos é um programa importantíssimo e agora chegamos a 96% de cobertura. É uma conquista enorme para o nosso Estado, principalmente nesse momento de enfrentamento da pandemia”, asseverou a deputada estadual Raquel Lessa, que também participou da solenidade.

Também participaram da transmissão, a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; o secretário de Estado de Governo, Gilson Daniel; a prefeita Ana Malacarne (São Domingos do Norte) e os prefeitos Jailson Quiuqui (Águia Branca); Alexandre Borel (Alto Rio Novo); Elias Dal Col (Ecoporanga); Leonardo Finco (Governador Lindenberg) e Hermínio Hespanhol (Mantenópolis); além de subsecretários de Estado; superintendentes; diretores de hospitais; vereadores; e secretários municipais.

leia também:  Parque Estadual de Itaúnas está fechado para visitação e turismo

SAMU para Todos

O Governo do Estado instituiu em 2019, por meio do Decreto Nº 4548-R, a política estadual para a Rede de Urgência e Emergência, do componente Serviço Móvel de Urgência (SAMU 192), denominada de “SAMU para Todos”.  O programa é uma estratégia de fortalecimento da regionalização e municipalização do SUS com a ampliação da governança e coparticipação tripartite da expansão do SAMU 192 para todo o território do Espírito Santo.

Quando acionar o atendimento móvel de urgência

Saber como e quando acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência contribui para que ele possa cumprir sua função principal, que é prestar socorro à população em casos de risco à vida. Ao acionar o serviço, é preciso que a pessoa esteja ao lado do paciente para que seja garantido um atendimento ágil e adequado à situação. Em alguns casos, o acompanhante mesmo pode iniciar o atendimento com orientação do médico regulador até que o socorro chegue ao local.

O SAMU 192 realiza atendimento pré-hospitalar com prioridade para casos de risco à vida, por isso as pessoas não devem passar trotes nem ocupar as linhas telefônicas para solicitar atendimentos que não tenham esse foco.

Acione o serviço em casos de:

– Parada cardiorrespiratória;
– Dor forte no peito (infarto);
– Dificuldade de respirar/engasgo;
– Suspeita de acidente vascular cerebral (derrame);
– Intoxicação (envenenamento);
– Queimadura grave;
– Choque elétrico;
– Acidente de trânsito com vítima;
– Queda grave e fratura;
– Afogamento;
– Surto psiquiátrico;
– Ferimento causado por arma de fogo ou arma branca;
– Trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o bebê.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

Estado

Detran|ES e PMES lançam novo serviço on-line para registro de acidentes sem vítimas


Os cidadãos que se envolverem em acidentes de trânsito sem vítimas nos municípios de Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica e Viana poderão registrar o Boletim de Ocorrência de Acidentes de Trânsito (BOAT) de forma on-line e gratuita. A iniciativa é mais um avanço tecnológico do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), em parceria com a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), e estará à disposição a partir desta terça-feira (15) nos sites oficiais das duas instituições.
 
O Boletim Eletrônico possibilita o registro de acidentes de trânsito sem vítima, ou seja, que não tenha causado qualquer dano físico aos envolvidos, por meio da declaração do próprio cidadão, que vai substituir o preenchimento manual do formulário pelo policial e suprimir o atendimento presencial no posto policial para esse tipo de ocorrência.
 
Dessa forma, o tempo do condutor será otimizado, já que não precisará mais se deslocar para realizar o registro do acidente sem vítimas e o efetivo do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) poderá ser direcionado para o reforço das operações de fiscalização de trânsito. O Detran|ES destaca que o Boletim pode ser solicitado em diversas situações, como, por exemplo, para ser apresentado à seguradora, sempre que houver necessidade.
 
O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, destaca que o novo Boletim, que será estendido no próximo mês para todos os municípios do Estado, é fruto de uma parceria com a Polícia Militar para melhorar a segurança pública e os serviços prestados aos capixabas.
 
“Estamos investindo fortemente em tecnologia, com a digitalização de serviços por meio do programa Detran 100% Digital, seguindo uma premissa do governador Renato Casagrande de lançar mão da inovação e tecnologia para melhorar o atendimento aos cidadãos. Junto a Polícia Militar, fizemos um projeto-piloto em Vitória, que foi exitoso, e a partir de agora conseguimos ampliar essa facilidade para outros municípios da Grande Vitória que também têm grande frota de veículos. Vale lembrar que o Boletim Eletrônico permitirá, em breve, que policiais militares que atuam nos procedimentos de trânsito em municípios sem batalhão específico possam se dedicar ainda mais às fiscalizações para prevenção de acidentes,” salienta Givaldo Vieira.
 
Para o comandante geral da PMES, coronel Douglas Caus, o Boletim Eletrônico é uma iniciativa extremamente importante que é disponibilizada ao cidadão capixaba. “Através da parceria do Detran|ES com a Polícia Militar, a população terá mais agilidade no registro das ocorrências de trânsito. Além disso, também traz um ganho importante para a PM, porque vai proporcionar mais tempo ao nosso policial para que ele faça efetivamente a fiscalização de trânsito e aplique as medidas administrativas cabíveis àqueles condutores que estejam irregulares”, disse.
 
O Detran|ES esclarece, no entanto, que a ferramenta não pode ser utilizada em casos que envolvam veículo de transporte de produtos perigosos, do qual houve avaria ao compartimento de carga a granel, derramamento ou vazamento do produto, e veículos públicos que tenham provocado dano ao meio ambiente ou ao patrimônio público.
 
Como fazer
 
Em caso de acidente sem vítimas, o artigo 178 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê que o condutor deverá adotar providências para remover o veículo do local, quando for necessário para assegurar a segurança e a fluidez do trânsito.
 
Para registrar a ocorrência nos cinco municípios contemplados até o momento (Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica e Viana), o condutor de algum dos veículos envolvidos ou testemunha deverá acessar o site www.detran.es.gov.br ou o site https://pm.es.gov.br/ e clicar no serviço ‘Boletim de Ocorrência de Acidentes de Trânsito (BOAT), que também estará disponível em um banner na capa do site do Detran|ES. O interessado será direcionado para o “Acesso Cidadão”, página que reúne serviços e programas do Estado do Espírito Santo. Caso ainda não tenha uma conta, será necessário criá-la.
 
Nas páginas seguintes, o cidadão deverá preencher a identificação do condutor e informações sobre os veículos envolvidos, a ocorrência e avarias verificadas. Após conferência e liberação da declaração em caso de conformidade, que serão feitas de forma eletrônica pela equipe do BPTran, o cidadão será informado via e-mail da aprovação da declaração, com a respectiva geração do Boletim de Ocorrência, que será impresso no próprio site do Detran|ES ou da Polícia Militar, no mesmo endereço eletrônico onde o usuário realizou o registro.
 
Antes e depois
 
Até então, sem o serviço eletrônico, nos casos de acidentes sem vítimas que os veículos conseguiam se locomover, os envolvidos precisariam ir até o posto policial para fazer o registro do acidente sem vítimas. Em acidentes sem vítimas que os veículos não tinham condições de se locomover, a Polícia Militar ia até o local para preenchimento da ocorrência, o que, com o Boletim Eletrônico, será feito pelo condutor diretamente no site do Detran|ES ou da Polícia Militar.
 
Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Detran|ES
Rhayan Esteves / Fabricia Borges / Fátima Negrelli / Zu Coelho
 
Assessoria de Comunicação da Sesp
Victor Muniz
(27) 3636-1572 / 99284-3303
 
Fonte: Governo ES

leia também:  Projetos da Seger são aprovados na primeira fase de concurso nacional em inovação
Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma