conecte-se conosco


Educação - ES1.com.br

Escola Viva é inaugurada em São Gabriel da Palha

Publicado em

Recebido por um extenso corredor de palmas, rito tradicional realizado nas unidades Escola Viva, o governador Paulo Hartung, acompanhado pelo vice-governador César Colnago e pelo secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, visitaram e inauguraram, na manhã desta sexta-feira, 16, o Centro Estadual de Ensino Fundamental e Médio em Tempo Integral São Gabriel da Palha. A solenidade contou com a presença dos prefeitos de Vila Valério,  Robinho Parteli, Nova Venécia, Barrigueira e também de São Mateus, Daniel do Açaí, além de vereadores.

A unidade foi apresentada pelos estudantes Jordana Mauri Schmidt, Laiza Schimidt Montovaneli, Bernardo Dalsim Lacerda e Laisnara de Jesus Silva.  Eles contaram o que mudou a partir da escolha de estudar nesse novo modelo de escola.

camera_enhance “O mundo está em uma constante mudança e com uma velocidade extraordinária”, Paulo Hartung. (Crédito: Editora Hoje)

Durante a solenidade de inauguração, o governador Paulo Hartung enfatizou a necessidade de a educação pública avançar e destacou que a Escola Viva é contemporânea e atrativa aos jovens. Para o governador, a educação e o acesso ao saber são as maiores heranças que uma família pode deixar para as futuras gerações. “O mundo está em uma constante mudança e com uma velocidade extraordinária. Tudo isso por causa do conhecimento e da inovação humana. O que podemos entregar de mais valioso para as futuras gerações é o acesso ao conhecimento. Nosso sonho é transformar o Espírito Santo no melhor ensino público do país e, consequentemente, com os jovens mais qualificados do Brasil”, destacou.

Céia Ferreira agradeceu Hartung pelos investimentos no município. “Tenho apenas a agradecer o governador Paulo Hartung, pois ele acredita em nosso município, o exemplo disso é a Escola Viva que foi implantada aqui, trazendo um novo modelo de educação, sabemos que vários municípios querem ter uma unidade como essa, e nós saímos na frente, por isso agradeço muito. Nós fomos o quinto município a aderir ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (PAES), e nós podemos usufruir dos benefícios desse projeto e desse investimento, nós agradecemos muito”.

leia também:  Sedu regulamenta consórcio que institui diretor para unidades com menos de 100 alunos matriculados

Raquel Lessa lembrou da época em que foi prefeita de São Gabriel e de seu envolvimento com a Escola Viva. “É um momento ímpar estar aqui, eu me considero ter sido a prefeita da educação na época, trabalhei muito por educação. Esse é um governo que olha pela educação com os olhos que ela precisa ser olhada, quando eu vejo que participei desse momento importante, que foi o início da Escola Viva, na qual tenho acompanhado desde a primeira Escola Viva inaugurada, e ainda temos visitados e inaugurando várias outras, me faz ver essa coragem do senhor, eu só tenho que dar parabéns pelo modo que o senhor olha a educação no Estado. E claro muito sucesso para a Escola Viva de São Gabriel da Palha”.

Para a diretora da escola, Edna Bonomo, a visita do governador na escola é muito importante e motiva os estudantes. “Já é nítida a presença do protagonismo nos nossos estudantes, mesmo tendo sido iniciado o programa neste ano. Todos estavam eufóricos com a visita. Nossos estudantes puderam conhecer e ver de perto o governador, que é quem trouxe essa oportunidade do programa vir para São Gabriel da Palha”, disse.

“Essa é uma escola que dá voz ao aluno, que trabalha os nossos projetos de vida com atividades e eletivas que ajudam a desenvolver nossos sonhos. Essa escola além de ser acolhedora e muito legal, ela pode nos dar um futuro muito bom e nos prepara para o mercado de trabalho”, contou o estudante Maressa Emilly Goldner Salvalaio.

leia também:  MPES recomenda suspensão de aulas presenciais em todo o Estado

“É uma emoção grandiosa ver essa escola bonita e abraçando a metodologia da Escola Viva. É muito bom ver os estudantes podendo sonhar com o futuro e uma profissão, podendo seguir e traçar o seu próprio caminho. Estamos encantados”, comemorou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

A Escola Viva São Gabriel da Palha fica no bairro São Vicente e iniciou as atividades, em tempo integral, neste ano, com a abertura de 700 vagas para estudantes do Ensino Médio, proporcionando um leque de oportunidades para os jovens capixabas.

A unidade é composta por 16 salas de aula; sala de professores, biblioteca; dois laboratórios de informática; laboratório de química/biologia; laboratório de física/matemática; sala de Artes; sala de rádio/grêmio; auditório; sala de recursos, refeitório, pátio coberto, quadra poliesportiva, vestiário, entre outros espaços.


camera_enhance “Tenho apenas a agradecer o governador Paulo Hartung, pois ele acredita em nosso município”, prefeita Céia Ferreira. (Crédito: Editora Hoje)



camera_enhance “É um momento ímpar estar aqui, eu me considero ter sido a prefeita da educação na época, trabalhei muito pela educação”, Deputada Estadual Raquel Lessa. (Crédito: Editora Hoje)



camera_enhance “É uma emoção grandiosa ver essa escola bonita e abraçando a metodologia da Escola Viva”, Haroldo Rocha, secretário de Estado da Educação. (Crédito: Editora Hoje)



camera_enhance ““Já é nítida a presença do protagonismo nos nossos estudantes, mesmo tendo sido iniciado o programa neste ano”, diretora da escola Edna Bonomo. (Crédito: Editora Hoje)


Confira o momento da chegada do Governador na Escola Viva

videocam


Editora Hoje / Secom-ES

Educação - ES1.com.br

Dia D da Busca Ativa Escolar de Nova Venécia acontece às quintas-feiras

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), seguindo o cronograma do dia D da Busca Ativa Escolar, na quinta-feira (30), disponibilizou equipes para visita técnica aos Distritos de Cedrolândia e São Gonçalo, pela manhã e em bairros do município veneciano, no período da tarde. Foram recebidos  7 alertas, sendo 5 localizados com êxito.

A Seme implantou  a estratégia Busca Ativa Escolar no ano passado, com o objetivo de identificar, registrar, controlar e acompanhar crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos que estão fora da escola.

A partir de abril deste ano, a Seme criou o dia D,  que acontece  semanalmente às quintas-feiras. O trabalho é desenvolvido  entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, cada uma atuando no âmbito de suas competências de forma integrada e articulada.

De acordo com a coordenadora da Busca Ativa, um cronograma é feito pelo setor com base nas informações inseridas, feita pela unidade escolar, na plataforma. “Os  dados da Plataforma nos permitem  identificar se o aluno está matriculado e não está frequentando as aulas”, disse. Segundo ela, outra forma de obtenção de informações é por meio dos agentes de saúde, que,  ao visitarem as famílias, acabam por identificar  alunos fora da escola.

leia também:  EMEF VIVA Kaio Fredy Daré Grigoleto de Vila Valério finaliza Projeto ‘Viagens Pedagógicas 2019’

Além de trazer o aluno de volta para a escola, a estratégia monitora a criança e/ou adolescente para garantir sua permanência nas unidades escolares.

Sobre a estratégia
A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde,  como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Fonte: Ascom|PMNV

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2