conecte-se conosco


Cidades - ES1.com.br

Encenação da Paixão de Cristo lota e emociona praça da Matriz de São Gabriel

Publicado em

Centenas de fiéis acompanharam a Encenação da Paixão de Cristo na praça da Igreja Matriz de São Gabriel da Palha na noite da última sexta-feira, 30, realizado pelo Grupo Teatral Nossa Senhora da Vitória com as comunidades, com apoio da Paróquia Arcanjo Gabriel, APM Lorenzoni, Pretti Madeiras e Confecções Santa Inês. O público presente pôde vivenciar um pouco do que foi o sofrimento de Cristo e além de emocionar, fortaleceu a fé dos fiéis.

Foi um momento que leva os participantes a meditar sobre os principais mistérios da fé cristã, os passos de Jesus Cristo com a cruz nos ombros, à caminho da sua morte e ressurreição, um percurso marcado pela dor e pelo sofrimento, mas também pela fé e pela esperança.

A peça foi coordenada por Estefânia Rita Lopes Martins da Costa, por seu marido Leonardo Roberto da Costa e amigos. Segundo ela, seu marido perdeu o pai no período em que ocorriam os ensaios, e por conta do abalo emocional, a peça quase foi cancelada, mas os amigos deram apoio pra que tudo acontecesse.

leia também:  Participe da Campanha Natal Sem Fome da Paróquia Arcanjo São Gabriel

“Agora que passou, fica uma sensação de que não foi real. Quando Leonardo Roberto da Costa trouxe a ideia de fazer o Teatro a Paixão de Jesus Cristo fiquei preocupada, mas não por achar ser impossível, mas por tantas responsabilidades. Para nossa surpresa vieram muitas pessoas nos prestigiar, e tivemos a ajuda de amigos que fizeram acontecer. Acreditamos na dedicação das pessoas, ensaiamos em uma corrida contra o tempo, muitos sabem que desistir sempre é mais fácil. Os amigos foram essenciais, tivemos parceiros, pessoas que dedicaram seu tempo, abriram mão de outras coisas para poder nos ajudar, não vou citar nomes por não correr o risco de ser injusta com alguém, quando lerem saberão que estão entre estas pessoas, foram noites, ou melhor, madrugadas, fazendo espadas, escudos, capacetes, figurinos, etc. Tivemos gastos, mas graças a Deus tivemos doações também, pessoas que acreditaram em nós, para que isso se tornasse realidadeObrigada Padre Fernando, por acreditar em todos nós”, contou Estefânia Rita L. M. da Costa.

leia também:  Catadores de lixo de Barra de São Francisco poderão passar a ter aluguel social

Cerca de 5 mil pessoas participaram e acompanharam os passos de Jesus durante toda a semana.


camera_enhance Atores que participaram da peça (Crédito: Divulgação)



camera_enhance Público lotou a Praça da Igreja Matriz (Crédito: Divulgação)



camera_enhance Leonardo Roberto da Costa, Padre Fernando Forza e Estefânia Rita L. M. da Costa. (Crédito: divulgação)


Editora Hoje

Cidades - ES1.com.br

Estação de tratamento de esgoto inicia operações em Colatina

Obra realizada com recursos compensatórios foi inaugurada no início do mês de junho

As operações da primeira etapa da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do distrito de Barbados, em Colatina, no Espírito Santo, foram iniciadas. A parte da ETE que compreende o tratamento preliminar foi concluída com recursos compensatórios do Programa de Saneamento da Fundação Renova, no valor de cerca de R$2 milhões.

Uma segunda etapa das obras está prevista para complementação do tratamento secundário na ETE, com a implantação de decantadores finais, que também será financiada com recursos no valor de cerca de R$11,3 milhões. O projeto de saneamento beneficiará mais de 125 mil habitantes na região. Com o funcionamento da ETE, o esgoto doméstico do município passará por processos de tratamento antes de retornar ao meio ambiente.

Em Colatina, também está em andamento a obra para a implantação da Central de Tratamento de Resíduos (CTR) pelo Condoeste (Consórcio Público para o Tratamento e Destinação Final Adequada de Resíduos Sólidos da Região Doce Oeste do Estado do Espírito Santo), que deverá beneficiar cerca de 500 mil pessoas.

leia também:  Loja Carrossel Moda Infantil está em novo ponto

Os investimentos em coleta e tratamento adequado de esgoto no município trarão melhorias significativas para a qualidade de vida da população e também da água na bacia do rio Doce.

Recursos compensatórios

A Fundação Renova irá disponibilizar, para obras de esgotamento sanitário e resíduos sólidos, cerca de R$170 milhões em recursos compensatórios para quatro municípios capixabas, sendo Linhares, Colatina, Baixo Guandu e Marilândia; e para Condoeste, composto por 22 municípios do Espírito Santo.

Por meio da contratação do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), estão sendo custeadas ações de esgotamento sanitário e destinação de resíduos sólidos urbanos com vistas à melhoria da qualidade da água do rio Doce. O programa conta ainda com atividades complementares de apoio técnico e capacitação dos agentes municipais.

Até março deste ano, R$11,6 milhões foram repassados aos municípios de Baixo Guandu, Colatina e Linhares, e ao Condoeste. As parcelas são liberadas mediante análise, aprovação dos projetos e vistorias das obras, realizadas pelo banco.

Em Baixo Guandu e Marilândia, estão em elaboração os projetos de engenharia dos sistemas de esgotamento sanitário da sede municipal.

leia também:  Nova Venécia intensifica serviço de limpeza urbana

Revitalização do rio Doce

A coleta, o tratamento do esgoto e a destinação adequada dos resíduos sólidos são considerados fundamentais para a revitalização do rio Doce. O Comitê da Bacia Hidrográfica (CBH–Doce) aponta que 80% do esgoto doméstico gerado pelos municípios ao longo da bacia seguem diretamente para o rio, sem nenhum tratamento, poluindo os cursos d’água. Ao mesmo tempo, grande parte dos resíduos sólidos urbanos coletados são dispostos em lixões, ocasionando vários impactos ambientais, como proliferação de vetores, poluição visual, contaminação do solo e dos recursos hídricos, dentre outros.

A expectativa da Fundação Renova é gerar um impacto ambiental positivo para toda a bacia, com a redução da carga orgânica poluidora lançada diretamente nos recursos hídricos. Nesse sentido, os projetos de saneamento irão promover a melhoria da qualidade das águas da Bacia do Rio Doce e consequente melhoria na qualidade de vida e saúde da população.

Saiba mais ações voltadas ao tratamento e análise da água: https://www.fundacaorenova.org/agua/

Fonte: Fundação Renova

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2