conecte-se conosco


Política Estadual - ES1.com.br

Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Barra de São Francisco será no mês que vem

Publicado em

camera_enhance Jonciclé garantiu que vai colocar a proposta novamente em votação. (Crédito: Editora Hoje )

A eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Barra de São Francisco deverá acontecer mesmo no dia 26 de fevereiro. Um projeto de emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM), apresentado pelo presidente da Casa, vereador Jonciclé Honório, foi aprovado em primeiro turno no ano passado e determina que a eleição para a Mesa Diretora do biênio 2019/2020 seja realizado no dia 26 de fevereiro do ano que vem.
De acordo o autor do projeto, como se trata de mudança na Lei Orgânica, é preciso que a emenda seja aprovada em dois turnos, com maioria absoluta, ou seja, dois terços do Legislativo. A nova votação deverá acontecer depois do dia 5 de fevereiro, quando termina o recesso no Legislativo Municipal.
Os vereadores do Grupo do Povo, que apoiaram a iniciativa, junto com os dois vereadores do PSD, a intenção é definir logo o próximo presidente da Casa, vice e secretário, mas não vai interferir de forma alguma na atual gestão, que termina em dezembro do ano que vem.
“O próximo presidente da Câmara, com certeza, sairá do Grupo do Povo. Temos sete nomes bem preparados para exercer o cargo e não vamos abrir mão dele”, disse o vereador Juvenal Calixto.

leia também:  Mensalidade escolar: suspensão de lei do desconto é criticada

Candidatos já estão articulando

Pelo menos três candidatos já estão confirmados para a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Barra de São Francisco. O vereador Huander Boff tem articulado sua candidatura junto ao Grupo do Povo. No entanto, o grupo tem sete candidatos em potencial. “Todos estão aptos a exercer a presidência e vamos escolher aquele que for consenso dentro do grupo”, afirma o vereador Mulinha, que também está na disputa.

Outro que já colocou seu nome à disposição é Juvenal Calixto Filho, que já foi presidente da Casa. Ele frisa, no entanto, que só será candidato se houver unanimidade em torno do seu nome dentro do Grupo do Povo.
Entre os vereadores que apoiam o atual prefeito, Alencar Marim, o nome do novato George Stefenshon, o Teco Ferreira, tem sido apontado como o principal candidato, mas o atual presidente pode surpreender e concorrer à reeleição.
 

Editora Hoje

Política Estadual - ES1.com.br

Marcelo Santos comemora redução de carga horária para servidor com filho deficiente

Projeto encaminhado pelo Governo foi amplamente debatido e defendido por Marcelo. Texto foi aprovado em plenário e agora segue para sanção governamental

O deputado estadual Marcelo Santos comemorou a aprovação, no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Ales), nesta quarta-feira (6), do Projeto de Lei Complementar 28/2022, de autoria do Governo do Estado. O texto garante regime especial de trabalho a servidores do Poder Executivo que tenham cônjuge, filho ou dependente com deficiência.

“Uma vitória para aquele servidor que precisa dar uma atenção especial ao seu cônjuge, filho ou dependente, que vai ter sua jornada de trabalho semanal reduzida em 30%. Vinha dialogando com o governador Renato Casagrande sobre a relevância desse tema e que vai ter um resultado social muito importante para as famílias desses servidores”, comemorou o parlamentar, lembrando sua atuação para que o assunto pudesse ser aprovado. “Batalhei muito para que pudéssemos chegar nesse resultado positivo, dialogando, colaborando para que a matéria não se perdesse no tempo e pudéssemos ter um servidor dando mais atenção àquele familiar que tanto precisa dele.”

A proposta do governo do Estado abrange servidores da administração direta, além de autarquias e fundações e foi aprovado em Plenário com 22 votos a favor e nenhum contra.

leia também:  São Gabriel recebe Renato Casagrande e Paulo Foletto nesta sexta-feira, para o lançamento da Operação Colheita

O regime especial será concedido sem a necessidade de compensação de horário e sem prejuízo da remuneração. Para ter direito, o servidor deverá atender a requisitos, entre outros, como estabilidade no serviço público e comprovação de necessidade de acompanhamento da pessoa com deficiência.

Fonte: Assessoria

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2