conecte-se conosco


Saúde - ES1.com.br

Dia Mundial do Câncer: sete atitudes que podem prevenir a doença

Publicado em

Ter uma alimentação saudável, praticar atividade física regularmente e manter o peso adequado pode reduzir em 25% a 30% os casos de câncer. É o que afirma a campanha do Dia Mundial do Câncer para este ano, celebrado no próximo dia 4 de fevereiro.

 

Protagonizada no Brasil pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), pelo Ministério da Saúde e pelo Global Center Control, a mobilização tem como objetivo conscientizar sobre a importância da prevenção da doença.

 

Cigarro e bebidas alcoólicas

De acordo com o rádio-oncologista do Instituto de Radioterapia Vitória (IRV), Carlos de Freitas Rebello, deixar de lado o cigarro e as bebidas alcoólicas também é importante. “As bebidas alcoólicas propiciam o aparecimento de vários tipos de câncer, entre eles os de boca, faringe, laringe, esôfago, fígado, mama e intestino”, explica.

 

Já o hábito de fumar está relacionado a mais de 50 doenças e corresponde a 30% de todos os casos de câncer no mundo, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Os mais conhecidos são os de pulmão, boca, faringe, laringe e esôfago.

leia também:  Covid-19: futuro da pandemia depende de mais estudos sobre a vacina

 

Câncer de pele

Outro ponto abordado pela campanha é a prevenção do câncer de pele não melanoma, que é o tipo de tumor mais incidente tanto em homens quanto em mulheres, com cerca de 175,8 mil novos casos a cada ano no Brasil, correspondendo a 30% do total de tumores malignos registrados no País.

 

“Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h, usar o protetor solar diariamente, assim como preferir roupas com proteção UV ou compridas e, sempre que possível, se abrigar sob uma sombra são algumas das ações para preveni-lo”, diz o médico.

 

Rebello resumiu as orientações de prevenção ao câncer em uma lista de sete atitudes:

1.    Deixar de lado o consumo de bebidas alcoólicas;

2.    Manter uma alimentação saudável, preferindo frutas, legumes, verduras, leguminosas e comidas integrais e evitando produtos ricos em gordura, industrializados, ultraprocessados e com muito açúcar;

3.    Praticar exercícios físicos regularmente, buscando movimentar o corpo e manter o peso adequado;

4.    Realizar os exames preventivos;

leia também:  Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos 

5.    Não fumar;

6.    Usar protetor solar, mesmo em dias nublados, assim como roupas com proteção UV ou de mangas e pernas compridas e preferir sempre se abrigar sob uma sombra;

7.    Evitar a exposição solar entre 10h e 16 h.

Vera Caser Comunicação

Saúde - ES1.com.br

Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas

O Brasil registrou, desde o início da pandemia de covid-19, 672.033 mortes pela doença, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença está em 32.535.923.

Em 24 horas, foram registrados 45.501 casos. No mesmo período, foram confirmadas 122 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 30.967.114 pessoas se recuperaram da doença e 896.776 casos estão em acompanhamento. No levantamento de hoje, não consta atualização dos dados de Mato Grosso do Sul.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras ou nos dias seguintes aos feriados pot causa da redução de equipes que alimentam os dados sobre a doença. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 04/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,74 milhões, seguido por Minas Gerais (3,65 milhões) e Paraná (2,63 milhões).

leia também:  Índice de mulheres que fizeram Papanicolau em 2019 foi de 81,3%

O menor número de casos é registrado no Acre (127,1 mil). Em seguida, aparecem Amapá (161,8 mil) e Roraima (161,9 mil).

O estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de mortes pela doença (171.072), seguido pelo Rio de Janeiro (74.183) e por Minas Gerais (62.197).

O Acre é o que registra o menor número de mortes (2.005), seguido por Amapá (2.141) e Roraima (2.153).

Vacinação

Até hoje, foram aplicadas 450,1 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,4 milhões com a primeira dose e 157,7 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas e 95 milhões já receberam a dose de reforço.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

cartaz apae