conecte-se conosco


Policial

DHPP da Serra conclui que pai matou o filho em legítima defesa em Jardim Tropical

Publicado em


A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, concluiu a investigação do homicídio de Weberson Corrêa, de 28 anos. Em coletiva realizada na manhã dessa quarta-feira (24), o titular da DHPP da Serra, delegado Rodrigo Sandi Mori, falou sobre a conclusão do inquérito. “A falta de diálogo dentro de casa e, principalmente, a ingestão de bebida alcoólica motivaram o crime”, destacou o delegado.

A vítima foi morta a facadas pelo pai, na noite do último sábado (20), no bairro Jardim Tropical. Após o ocorrido, o autor do homicídio se evadiu do local levando a faca utilizada na ocasião. Intimado, o investigado compareceu na delegacia nessa terça-feira (23) e prestou um depoimento que durou cerca de 2 horas e meia. O delegado destacou que a fala do autor está em perfeita consonância com os depoimentos das testemunhas.

O caso foi entendido como legítima defesa e o autor não vai responder pelo homicídio. “Diante do contexto e de todas as diligências que foram realizadas, nós entendemos que o pai agiu em legítima defesa. Primeiro em relação a sua nora e ao filho dela, e depois em relação a ele”, explicou Sandi Mori.

Homicídio

Para contextualizar a legítima defesa, o delegado informou detalhadamente os fatos que resultaram na morte de Weberson Corrêa. De acordo com os levantamentos da DHPP da Serra, pai e filho nunca tinham vivenciado qualquer desentendimento grave, até o último final de semana. No sábado (20), o autor, a vítima, a esposa da vítima e o filho dela, de seis anos, foram até a casa de um amigo do pai da vítima, onde passaram o dia consumindo bebidas alcoólicas.

leia também:  PM apreende entorpecente em operação de abordagem a veículo na Serra

Ao final da tarde, Weberson Corrêa começou a se alterar e a fazer brincadeiras inadequadas. Então, o pai chamou a atenção dele e, em seguida, se retirou do local, acompanhado da esposa de Weberson Corrêa e do filho dela. Ele saiu do local em seguida e, no caminho até a casa de seu pai, a vítima ainda teria jogado um copo de cerveja em um carro que passava pelo local, o que acarretou em uma briga física entre Weberson Corrêa e os dois ocupantes do veículo.
 
Chegando à casa do pai, Weberson Corrêa entrou em discussão com a esposa, vindo a agredir a mulher e o filho dela. Foi quando o pai dele interferiu na situação e acabou agredido também, com vários socos na cabeça. Depois de conseguir se desvencilhar das agressões do filho e tentando se defender, se dirigiu até a cozinha, pegou uma faca e entrou no próprio carro, para sair do local e evitar outra confusão.

A vítima o seguiu até o veículo, começou a desferir socos no vidro e tentou abrir a porta para retirar o pai de dentro do carro. Neste exato momento, o autor do crime desembarcou do automóvel e desferiu três facadas em Weberson Corrêa, uma na coxa esquerda, outra na lateral direita do corpo e a facada fatal em seu peito.

leia também:  Polícia Militar detém duas pessoas e apreende armas em Pinheiros

Ao perceber que o filho havia caído, o pai cessou as agressões e se retirou do local. Em um primeiro momento, ele foi para a casa da esposa, no bairro Feu Rosa, ainda no município de Serra, e depois, muito transtornado com o ocorrido, se dirigiu até o município de Governador Valadares, Minas Gerais. Durante o percurso, o pai da vítima jogou a faca utilizada no crime na altura da BR-101, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Nessa terça-feira (23), a equipe da DHPP da Serra, com a ajuda do autor do crime, conseguiu localizar a faca exatamente onde foi deixada no dia do ocorrido. O Inquérito foi concluído e remetido ao Ministério Público, com sugestão de arquivamento por entender que se tratar de legítima defesa. 

Texto: Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini/Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27)99231-5157
[email protected]

Policial

Comandante do 11º Batalhão é homenageado pela Polícia Militar de Minas Gerais


Na manhã desta sexta-feira (03), o tenente-coronel Rômulo Souza Dias, comandante do 11º BPM/ES, participou da solenidade de homenagens aos destaques da 18º Cia Independente da Polícia Militar de Minas Gerais.

Na ocasião, o tenente-coronel Rômulo, os militares pertencentes a 18º CIA IND/PMMG e demais autoridades foram agraciados com as devidas honrarias em decorrência dos excepcionais serviços prestados a sociedade mantenense.

Com a fala, o tenente-coronel Antônio José de Resende, comandante da 18º CIA IND., estendeu seus agradecimentos ao Oficial da PMES, pela parceria que vem sendo cultivada entre as coirmãs PMES e PMMG. Tendo auferido resultados ainda mais satisfatórios, através deste vínculo.

E para validar os efeitos positivos alcançados em conjunto, o comandante da Unidade Militar da cidade de Mantena homenageou o tenente-coronel Rômulo, e o Subtenente Edi Carlos com o certificado de “Parceiros e Destaques Operacionais” da 18º Cia Independente.

O tenente-coronel Resende pontuou a importância da semovente Kira, a cadela policial pertencente ao 11º BPM/ES, que auxiliou as forças militares mineiras em diversas ocorrências policiais, culminando no êxito de inúmeras apreensões de drogas e armas.

leia também:  Bancos postais deverão ter sistema de segurança reforçado

O tenente-coronel Rômulo agradeceu a honraria recebida e atribui a eficiência alcançada a todos que comungam no mesmo propósito. E, que por meio das parcerias entre Policias Militares, Polícia Civil, Poder Judiciário, sociedade e demais órgãos, é que conseguiremos cumprir nossa missão constitucional de preservação da ordem pública.

O 11º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo acredita verdadeiramente na eficiência dos profissionais de segurança pública e crê que juntos somos mais fortes.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel ANDERSON LOUREIRO BARBOZA
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma