conecte-se conosco


Estado - ES1.com.br

Desenvolvimento ágil e inovação com base em conhecimento são destaques do penúltimo dia da VII Semana Estadual de TIC

Publicado em


O papel do desenvolvimento ágil e do conhecimento para gerar inovação foram os pontos que nortearam os debates desta quinta-feira (24), penúltimo dia da VII Semana Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), que está sendo realizada em formato on-line. 

Na avaliação do presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), Tasso Lugon, a programação do evento está bastante diversificada e atraente para os profissionais de Tecnologia da Informação (TI) e demais segmentos da sociedade. “Estamos com debates muito ricos e com conteúdos relevantes. Hoje, vamos destacar o papel do desenvolvimento ágil e da inovação na conjuntura do ‘novo normal’”, pontuou.   

O procurador-geral do Estado, Jasson Hibner Amaral, destacou o esforço do Prodest para tornar o Poder Executivo Estadual cada vez mais digital e ágil para o cidadão. Para ele, a modernização do Estado somente é viável com o uso estratégico da tecnologia.

“O portal de Desaparecidos e o e-Docs são dois ótimos exemplos de inovação no setor público. Outra medida importante é o uso da videoconferência para realizar as audiências de custódia. É fundamental reduzir custos e aumentar a eficiência. Com o uso adequado dos recursos tecnológicos, estamos alcançando esse objetivo no Estado”, destacou Amaral.

Produtividade

Em seguida, o consultor e palestrante Carlos Oest ministrou a palestra com o tema “Desenvolvimento Ágil x Cultura na Organização”.  Segundo ele, é necessário que o processo de criação de software seja integrado, ou seja, com uma boa interação entre a equipe de TI e os clientes.

leia também:  Prodest inicia licitação para contratar solução de apoio à gestão de redes de fibra óptica

O palestrante também disse que as empresas estão optando cada vez mais pelo desenvolvimento ágil, porque é uma alternativa para entregar sistemas de forma rápida, com foco na produtividade e na capacidade de fazer adaptações de acordo com a demanda.

“O mundo está andando muito rápido e as equipes de desenvolvimento não podem perder isso do radar. É preciso buscar uma participação efetiva com o cliente, para que os sistemas sejam construídos seguindo boas práticas e apresentem resultados expressivos. O ágil não está restrito à TI, pois deve englobar a empresa inteira. Por isso, a cultura organizacional precisa ser forte e estar conectada com as tendências atuais”, enfatizou Oest.

Conhecimento

Encerrando o penúltimo dia da VII Semana Estadual de TIC, foi realizada a mesa-redonda “Sociedade inovadora, altamente qualificada e economia baseada em conhecimento”. O moderador foi o presidente da Prodabel, empresa de TI do município de São Paulo, e da Associação Nacional das Cidades Inteligentes, Tecnológicas e Inovadoras (ANCITI), Leandro Moreira Garcia.

Na visão dele, a transformação digital reforçou a tendência de que os dados se tornaram a principal riqueza da sociedade. “Concordo que os dados sejam considerados o novo petróleo, porque devidamente gerenciados podem agregar bastante valor ao setor público e às empresas”, mencionou  

Para a gerente de TI do Instituto Butantã, Cláudia Anania, a tecnologia é essencial para enfrentar diversos problemas, por meio da coleta e análise de dados. “A pandemia nos mostrou essa tendência de maneira muito clara. Estamos utilizando as ferramentas tecnológicas com eficiência graças a profissionais competentes e que interpretam os dados com inteligência. As informações coletadas e analisadas nos permitem analisar melhor a dinâmica do novo Coronavírus”, acrescentou.  

leia também:  Governo do Estado anuncia R$ 12 bilhões em projetos estratégicos

Na avaliação do superintendente de Tecnologia da Informação, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Gustavo Sanches, a sociedade do conhecimento se fortaleceu com as novas tecnologias, como a inteligência artificial.  “À medida que compartilharmos informações de forma correta e estratégica com diversos atores sociais, maior é o potencial de utilizar os dados abertos a favor dos nossos serviços”, salientou.

O diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional da 1ª Região, Lucio Melre da Silva, disse que o avanço tecnológico é essencial para tornar o Poder Judiciário mais ágil e eficiente. “Temos uma estimativa de 80 milhões de processos judiciais em andamento no Brasil. Para reduzir esse passivo, é necessário adotar mecanismos que tornem os nossos trabalhos mais ágeis e produtivos”, frisou.

A VII Semana Estadual de TIC termina nesta sexta-feira (25). A programação está disponível no site www.semanatic.prodest.es.gov.br

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Prodest
Eric Lopes Menequini
(27) 3636-7159
[email protected]

Fonte: Governo ES

Estado - ES1.com.br

Governador assina autorização para realização do 4º edital do Funsaf


O governador do Estado, Renato Casagrande, assinou, na tarde desta quarta-feira (26), a autorização para o prosseguimento dos trâmites para realização do 4º edital do Fundo Social da Agricultura Familiar. A assinatura aconteceu durante o 1º Encontro Estadual do Fundo Social da Agricultura Familiar (Funsaf), realizado no Palácio Anchieta, em Vitória.

Durante o evento, promovido pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), foram relembradas as entregas feitas pelo primeiro e segundo edital do Funsaf e apresentadas as 54 instituições beneficiadas pelo terceiro edital, ainda vigente. Também foi exibido durante a cerimônia um vídeo feito por um dos beneficiados pela medida.

“Criamos esse Fundo em nossa gestão passada, mas acabou sendo desativado no governo seguinte. Em 2019, o Funsaf foi reativado por nós. Quando se pensa em desenvolvimento, é preciso olhar também para o apoio aos pequenos produtores, para que sobrevivam e possam gerar emprego, renda e riqueza. A agricultura familiar depende da presença dos entes públicos que dão orientação e subsídio às atividades. É justamente o que fazemos por meio do Fundo, que fortalece as organizações da agricultura familiar. É fundamental ter políticas para esse setor econômico. Nas minhas andanças pelo Estado, dá gosto de ver como a agricultura familiar está potencializada”, comentou o governador Casagrande.

leia também:  Consultas públicas e oficinas para discutir o Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce acontecem em novembro

O secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, lembrou que, de forma democrática, o Funsaf possibilita acesso aos recursos financeiros para as associações, cooperativas e organizações de apoio à agricultura familiar do Espírito Santo. “Por meio dele, as contratações de projetos ocorrem via editais públicos, dando mais transparência ao uso dos recursos públicos destinados às ações de fortalecimento dos arranjos produtivos da agricultura familiar”, ressaltou.

Foram R$ 12.920.797,49 investidos nos selecionados, por meio dos editais do Funsaf até o momento. O fundo foi criado em 2014, para apoiar financeiramente os projetos que contribuam para o desenvolvimento econômico e social dos agricultores capixabas.

“As cooperativas agrícolas são fundamentais para o desenvolvimento do agronegócio no Estado, ao contribuírem para a competitividade dos produtores rurais. O Funsaf tem atuado de forma a fortalecer este papel e dar oportunidade para que o homem do campo tenha o apoio para a compra de maquinário, melhorando, assim, as condições de trabalho e garantindo o aumento da produtividade. É o papel social do Bandes participar de iniciativas dessa natureza, que contribuem para o desenvolvimento socioeconômico e a geração de renda no meio rural”, apontou Munir Abud de Oliveira, diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espirito Santo (Bandes), instituição que operacionaliza o Funsaf.

leia também:  Governo do Estado anuncia R$ 12 bilhões em projetos estratégicos

Também estiveram presentes no evento, os prefeitos Hilário Roepke (Santa Maria de Jetibá), Vander Patrício (Itarana), Arnóbio Pinheiro (Pinheiros), André Sampaio (Montanha), Abraão Lincon (Água Doce do Norte) e Florisvaldo Kester (Laranja da Terra, em exercício); os deputados estaduais Marcos Garcia e Luciano Machado; além dos diretores-presidentes de autarquias, Antônio Machado (Incaper) e Mario Louzada (Idaf).

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Seag
Vanessa Capucho
(27) 3636-3700 / 98860-6838
[email protected] 

Fonte: Governo ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma