conecte-se conosco


Política Estadual - ES1.com.br

Deputado Renzo Vasconcelos fiscaliza Lagoa da Linha Verde em Linhares

Publicado em

Foto: Divulgação/Assessoria
O deputado estadual Renzo Vasconcelos fiscalizou na quinta-feira (13) lagoas urbanas dos bairros Araçá e Interlagos, em Linhares. Há anos os moradores da região sofrem por conta do despejo de esgoto nas águas das lagoas.

Com o auxílio do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal, Renzo percorreu de barco a lagoa da Linha Verde, que em outubro do ano passado sofreu as consequências de ter uma alta concentração de esgoto na água.

“Em 2020, milhares de peixes morreram nessa lagoa. O que mostra que a população tem muita razão em reclamar e se indignar com a situação. Nós encontramos muito lixo, esgoto e uma falta de zelo enorme pela natureza”, pontuou o deputado.

Linhares têm cerca de 90 lagoas e é conhecida por ser a `Cidade das Águas´.  “O município precisa de apoio e respeito para que esse tipo de realidade não atrapalhe a vida da população, o potencial  turístico, e a fauna e flora da região”, afirmou Vasconcelos.

O deputado disse ainda que irá articular junto ao Governo do Estado estratégias para mudar essa realidade. “Daremos entrada em ações na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) e levaremos a pauta ao governador Renato Casagrande”, finalizou

leia também:  Finanças aprova medida de proteção à mulher

Renzo Vasconcelos foi ao município a pedido do vereador Roninho Passos, que acompanhou a  fiscalização nas lagoas ao lado do secretário municipal de meio ambiente Fabricio Borghi.

Fonte: Assessoria

Política Estadual - ES1.com.br

Empresas poderão ter sala para amamentação


Como forma de garantir e incentivar a amamentação, a deputada Iriny Lopes (PT) apresentou o Projeto de Lei (PL) 856/2021, que determina a instalação de sala de apoio para a amamentação destinada às funcionárias em empresas públicas e privadas do estado. Se virar lei, a norma vale para empresas com pelo menos trinta mulheres em seu quadro funcional.

O PL prevê ainda que a sala de apoio seja instalada em área apropriada com equipamentos necessários, seguindo a Portaria 193, de 23 de fevereiro de 2010, do Ministério da Saúde, que traz regras para esse tipo de espaço, como tamanho da sala de amamentação e equipamentos obrigatórios (cadeira, lavatório, freezer, entre outros). A matéria será analisada pelas comissões de Justiça, Cidadania e Finanças.

Vantagens

Na justificativa da proposta, a deputada destaca que o apoio do empregador é essencial para a continuidade do aleitamento materno quando a funcionária retorna ao trabalho. Além disso, “as empresas que aderem a essa iniciativa tendem a ter menos problemas com a ausência de funcionárias para tratar de problema de saúde dos filhos, pois como o leite materno possui anticorpos que previnem doenças, e essas crianças comprovadamente adoecem menos”, explica a parlamentar.

leia também:  Governo dá início à elaboração do Planejamento Estratégico 2019-2022

Vale registrar que também tramita na Casa iniciativa que trata da instalação da sala de apoio à amamentação para mães servidoras, empregadas terceirizadas e visitantes de órgãos públicos ligados aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O PL 203/2021 é assinado pela deputada Raquel Lessa (Pros).  

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma