conecte-se conosco


Policial - ES1.com.br

Denarc de Cachoeiro de Itapemirim prende dois suspeitos de tráfico no Condomínio Otílio Roncetti

Publicado em


Uma operação realizada pela Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Cachoeiro de Itapemirim, com apoio de policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim, resultou na prisão de dois homens de 28 e 30 anos, investigados por envolvimento com o tráfico de drogas no município. As prisões ocorreram, nesta sexta-feira (14), no Condomínio Residencial Otílio Roncetti, também em Cachoeiro de Itapemirim.

“O Denarc vem investigando o grupo criminoso que atua naquela região e, nesta sexta-feira, os policiais foram ao Condomínio Otílio Roncetti cumprir mandados de busca e apreensão domiciliar. Nas buscas, apreendemos armas, drogas e dois veículos que eram utilizados para o tráfico de entorpecentes”, relatou o titular da Denarc de Cachoeiro, delegado Felipe Vivas.

Os policiais apreenderam três revólveres, munições, porções de crack e os dois veículos. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia e autuados em flagrante pela prática de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ambos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim.

A investigação segue em andamento e a população pode contribuir com informações de forma anônima, por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br. 

Texto: Camila Ferreira

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157 

leia também:  PM apreende arma após homem se ferir com disparo acidental em Pancas

Policial - ES1.com.br

Polícia Civil conclui apuração sobre mulher encontrada em telhado em Nova Venécia


A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Venécia encerrou a investigação sobre a mulher de 50 anos encontrada desacordada no telhado de uma residência no bairro Altoé, em Nova Venécia, no dia 04 de janeiro deste ano. A investigação apontou que a mulher se jogou da janela da residência do segundo andar, vindo a cair sobre o telhado do primeiro andar. Portanto, não há crime relacionado ao fato.  O levantamento teve início assim que o caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil.

“Determinei que a equipe da Deam realizasse um levantamento inicial, por meio de Verificação de Procedência da Informação, que nada mais é do que verificar os dados iniciais relacionados ao fato, antes mesmo da instauração do Inquérito Policial. Após a coleta de informações, incluindo declarações da suposta vítima, ficou claramente constatado que não houve crime, a mulher se jogou da janela sozinha, vindo a se machucar”, relatou o delegado Wilian Dobrovosk, respondendo da Deam de Nova Venécia.

Na ocasião do fato, ela estava na casa da filha e se aproximou da janela com o intuito de se jogar. Ao perceber que a mãe estava alcançando a janela, a filha, grávida de 7 meses, a conteve, segurando pela blusa, o que amorteceu, mas não evitou a queda. A mulher acabou se chocando contra o telhado e precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

Com a constatação, o caso foi encerrado e encaminhado para apreciação do Ministério Público.

leia também:  Mototaxista é preso com arma em São Gabriel

Texto:  Camila Ferreira

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157
[email protected]

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma