conecte-se conosco


Saúde - ES1.com.br

Curso de socorrista capacita profissionais de saúde em Pinheiros

Publicado em

Pensando em oferecer mais tranquilidade e segurança às vitímas de acidentes e pessoas que necessitem de atendimento pré Hospitalar de Urgência, a prefeitura Municipal de Pinheiros, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está capacitando profissionais da saúde com o curso profissional de Socorrista.
O secretário municipal de saúde, Ivan Silvestre, afirmou que o curso é direcionado exclusivamente para profissionais da área da saúde, como motoristas e técnicos de enfermagem.
Com objetivo principal de capacitar os profissionais de saúde para atuarem como socorristas, o curso teve início no dia 03 de fevereiro e tem duração de três meses. Os profissionais depois de formados estarão preparados para realizarem atendimentos qualificados de urgência e emergência no Hospital de Pinheiros e ainda poderão atuar em empresas privadas de remoção (ambulâncias) e principalmente no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).
“O curso Socorrista (A.P.H) – Pronto Socorrista visa habilitar os participantes, o curso aborda aspectos relacionados ao atendimento emergencial de primeiros socorros a diferentes vítimas nas mais diversas situações, tornando-os totalmente capacitados para agir de forma segura e eficaz até a chegada do serviço médico de emergência ao local do acidente”, destacou o secretário de saúde, Ivan Silvestre.
Na aula inaugural realizada no dia 03 de fevereiro, pelo Instrutor e Socorrista da Empresa Resgate Emergências Serviços Móveis – LTDA- Ricardo Cruz Macedo, os profissionais aprenderam sobre introdução a Primeiros Socorros, noções básicas de anatomia, fisiologia e cinemática do trauma.
Enquanto na segunda aula ministrada no dia 24 de fevereiro, Ricardo Cruz, explicou sobre Atendimento Pré Hospitalar, Abordagem ao paciente, avaliação de vítimas, retirada de capacete de motociclistas vítimas de acidentes, ressuscitação cardiopulmonar e remoção de pessoas vítimas de incêndio.
A terceira aula realizada neste último sábado, 17 de março, o instrutor Ricardo, destacou sobre as técnicas de transporte de vítimas de acidente automobilisticos com uso de pranchas, remoção de pacientes vitimas de incêndios e fixação de colar cervical.
Ainda durante o curso os alunos aprenderão sobre técnicas de rapel e salvamentos aquáticos. No total serão 230 horas aulas que deverá ser aplicadas como previsto no programa do curso.
Será expedido o certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.
De acordo com o secretário de Saúde, Ivan Silvestre, a próxima aula está prevista para ocorrer no dia 31 de março, sábado, das 8:00 ás 11 e das 13:00 ás 16:00 hs. 

insert photo

leia também:  Número de casos de COVID-19 sobe para 1.585 no ES – 24/04

Assessoria de comunicação/ PMP

Saúde - ES1.com.br

Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas

O Brasil registrou, desde o início da pandemia de covid-19, 672.033 mortes pela doença, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença está em 32.535.923.

Em 24 horas, foram registrados 45.501 casos. No mesmo período, foram confirmadas 122 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 30.967.114 pessoas se recuperaram da doença e 896.776 casos estão em acompanhamento. No levantamento de hoje, não consta atualização dos dados de Mato Grosso do Sul.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras ou nos dias seguintes aos feriados pot causa da redução de equipes que alimentam os dados sobre a doença. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 04/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,74 milhões, seguido por Minas Gerais (3,65 milhões) e Paraná (2,63 milhões).

leia também:  Ao lado de Casagrande, Secretária de Saúde de Vila Valério participa do seminário de acolhimento dos Gestores Municipais de Saúde

O menor número de casos é registrado no Acre (127,1 mil). Em seguida, aparecem Amapá (161,8 mil) e Roraima (161,9 mil).

O estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de mortes pela doença (171.072), seguido pelo Rio de Janeiro (74.183) e por Minas Gerais (62.197).

O Acre é o que registra o menor número de mortes (2.005), seguido por Amapá (2.141) e Roraima (2.153).

Vacinação

Até hoje, foram aplicadas 450,1 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,4 milhões com a primeira dose e 157,7 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas e 95 milhões já receberam a dose de reforço.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!