conecte-se conosco


Política Estadual - ES1.com.br

Culinária vegana é tema do Sabores deste sábado

Publicado em


Você imagina alguém que comeu carne a vida inteira, tornou-se proprietário de uma churrascaria argentina e, após alguns anos, não só deixou de comer carne como também todos os outros produtos de origem animal, como leite, mel e ovos? Essa é a história de Matias Salem, que atualmente lidera uma churrascaria vegana. Para saber mais sobre essa história, assista à nova edição do programa Sabores, que vai ao ar neste sábado (27), na TV Assembleia.

O programa também foi a um bistrô, mostrando que já é possível encontrar opções de pratos veganos em quase todos os restaurantes. Mas engana-se quem pensa que só vai ver salada de folha verde e legumes salteados. Iguarias como trouxinhas de arroz e cogumelos envoltas na folha de arroz, feitas no vapor, com brotos e molho de gengibre, dão água na boca e vontade de provar. 

Tem isso e muito mais no programa. Assista à edição inédita do Sabores neste sábado, ao meio-dia, com reprise às 19h30 e 23h45, na TV Assembleia, nos seguintes canais de exibição na Grande Vitória: 3.2 aberto e digital, 319.2 da GVT, 12 da NET, 23 da RCA e 519.2 da Sky. Nesses horários, o programa poderá ser visto pela internet, no canal da TV Assembleia no YouTube. Para ver as edições anteriores do programa, consulte a playlist.

leia também:  Ato autoriza reuniões presenciais de comissões

Política Estadual - ES1.com.br

Empresas poderão ter sala para amamentação


Como forma de garantir e incentivar a amamentação, a deputada Iriny Lopes (PT) apresentou o Projeto de Lei (PL) 856/2021, que determina a instalação de sala de apoio para a amamentação destinada às funcionárias em empresas públicas e privadas do estado. Se virar lei, a norma vale para empresas com pelo menos trinta mulheres em seu quadro funcional.

O PL prevê ainda que a sala de apoio seja instalada em área apropriada com equipamentos necessários, seguindo a Portaria 193, de 23 de fevereiro de 2010, do Ministério da Saúde, que traz regras para esse tipo de espaço, como tamanho da sala de amamentação e equipamentos obrigatórios (cadeira, lavatório, freezer, entre outros). A matéria será analisada pelas comissões de Justiça, Cidadania e Finanças.

Vantagens

Na justificativa da proposta, a deputada destaca que o apoio do empregador é essencial para a continuidade do aleitamento materno quando a funcionária retorna ao trabalho. Além disso, “as empresas que aderem a essa iniciativa tendem a ter menos problemas com a ausência de funcionárias para tratar de problema de saúde dos filhos, pois como o leite materno possui anticorpos que previnem doenças, e essas crianças comprovadamente adoecem menos”, explica a parlamentar.

leia também:  Proibição de radar oculto passa a valer no ES

Vale registrar que também tramita na Casa iniciativa que trata da instalação da sala de apoio à amamentação para mães servidoras, empregadas terceirizadas e visitantes de órgãos públicos ligados aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O PL 203/2021 é assinado pela deputada Raquel Lessa (Pros).  

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma