conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: Manaus faz mutirão para vacinar pessoas a partir de 18 anos

Publicado em

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil


A cidade de Manaus iniciou hoje (21) um novo mutirão de imunização contra a covid-19. Foi aberta a possibilidade de pessoas com idades a partir de 18 anos receberem a aplicação de doses dos imunizantes.

A meta deste 3º mutirão é vacinar 60 mil pessoas de hoje até amanhã (22). No total, foram abertos na capital 15 pontos de vacinação. Os três locais do governo do estado ficarão disponíveis entre as 9h e meia-noite.

“Nós vamos ficar até meia-noite, então quem está trabalhando ou vai sair do trabalho às 17h da tarde, às 18h, pode vir nesse complexo para receber a sua vacina. Quem precisa tomar a segunda dose também pode vir. Quem tem 20 anos, quem tem 30, 40, ou eventualmente perdeu a oportunidade de se vacinar quando chegou a sua idade, também pode vir fazer a vacinação aqui sem nenhum problema”, afirma o governador do Amazonas, Wilson Lima.

Os 12 pontos de vacinação da prefeitura de Manaus ficarão abertos durante o período das 9 às 16 horas, em localidades nas zonas leste, oeste, norte e sul da capital amazonense, em espaços como postos de saúde e shoppings.

Para se vacinar a pessoa deve levar documento de identificação com foto (como carteira de identidade ou carteira de motorista), além de um comprovante de residência que mostra a condição de morador da cidade.

leia também:  São Gabriel decreta lockdown e toque de recolher para tentar conter avanço da COVID-19

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Saúde

Rio tem ainda 76 mil pessoas acima dos 40 anos não vacinadas


A cidade do Rio de Janeiro tem ainda 76 mil pessoas acima dos 40 anos que não foram vacinadas contra a covid-19, de acordo com dados do Painel Rio Covid-19, da prefeitura. Na próxima semana, a cidade vacina pessoas com idade entre 27 e 32 anos. Até este sábado (31), 75% da população alvo, com 18 anos ou mais, recebeu pelo menos a primeira dose da vacina e 33,5% completaram o esquema vacinal com duas doses ou dose única. 

Entre os idosos, com 60 anos ou mais, 23,7 mil ainda não tomaram a vacina. Outros 96,6 mil tomaram a primeira dose, mas ainda não tomaram a segunda dose da vacina, completando o esquema de vacinação. 

Em nota à Agência Brasil, a Secretaria Municipal de Saúde diz que permanece monitorando o passivo para segunda dose, bem como as coberturas e reforça a importância das pessoas retornarem para completar seu esquema vacinal. Estudos apontam maior proteção contra a covid-19 após o número total de doses recomendadas por cada vacina.

leia também:  Como a poluição do ar pode afetar gravemente nossa saúde mental

A pasta destaca que embora o calendário já os tenha contemplado, nem todos os idosos se vacinaram no dia da sua idade, o que interfere no calendário da segunda dose, uma vez que as vacinas possuem intervalos diferentes recomendados entre a primeira e a segunda dose. 

A secretaria informa ainda que 91,4% dos idosos já estão completamente imunizados. Todas as faixas etárias de idosos alcançaram a meta de no mínimo 90% da população da faixa completamente imunizada, exceto na faixa etária de 60 a 64 anos, que já apresenta 86% e ainda possui um número significativo de idosos dessa faixa dentro do prazo para a segunda dose.  

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma