conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: casos sobem para 21,71 milhões e mortes, para 605,1 mil

Publicado em

© Tomaz Silva/Agência Brasil


Os casos de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiram para 21.711.843. Em 24 horas, órgãos de saúde de estados e municípios registraram 14.502 novas pessoas com covid-19. Ontem (21), a soma de casos acumulados estava em 21.697.341.

Ainda há 221.220 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado. O número subiu hoje (22) em relação a ontem, quando havia 216.663 casos ativos sendo acompanhados por equipes de saúde.

As vidas perdidas para a pandemia foram para 605.139. De ontem para hoje, as secretarias de Saúde confirmaram 460 novas mortes. Ontem, o painel de informações da pandemia marcava 604.679 óbitos.

Ainda há 3.041 falecimentos em investigação. Essa situação ocorre pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas há investigação se a causa foi covid-19.

As novas estatísticas foram divulgadas nesta sexta-feira (22), no balanço diário do Ministério da Saúde. O documento consolida informações sobre casos e mortes levantadas pelas secretarias municipais e estaduais de saúde.

Até esta sexta-feira, 20.885.484 pessoas já se recuperaram da doença. O número corresponde a 96,2% dos infectados que contraíram a doença desde o início da pandemia. 

leia também:  Pancas tem 2º caso de COVID-19 confirmado - 07/05

Os números em geral são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da redução de equipes para a manutenção dos dados. Após aos finais de semana ou feriados, em geral há mais registros diários pelo acúmulo de dados.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (151.471), Rio de Janeiro (67.905), Minas Gerais (55.367), Paraná (40.127) e Rio Grande do Sul (35.306).

Os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.843), Amapá (1.990), Roraima (2.023), Tocantins (3.855) e Sergipe (6.025).

Boletim epidemiológico 22.10.2021 Boletim epidemiológico 22.10.2021

Boletim epidemiológico 22.10.2021 – Ministério da Saúde

Vacinação

No total, até o início da noite desta sexta-feira, o sistema do Ministério da Saúde marcava a aplicação de 266 milhões de doses no Brasil, sendo 152,5 milhões da  primeira dose e 113,4 milhões da segunda dose e dose única. Foram aplicados 4,6 milhões de doses de reforço. 

leia também:  Confira a evolução semanal (6 a 12 de abril) do COVID-19 no Espírito Santo

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Saúde

Rio Grande do Sul confirma caso de infecção pela variante Ômicron


A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou nesta sexta-feira (3) um caso de infecção pela nova variante Ômicron. De acordo com a pasta, a mulher, residente em Santa Cruz do Sul, voltou de viagem à África do Sul na semana passada. Ela já havia tomado as duas doses da vacina e apresentou febre. A paciente está em isolamento domiciliar e é acompanhada pela vigilância em saúde do município. Pessoas próximas a ela também serão testadas.

Diante da confirmação da nova variante no estado, a secretaria reforçou a necessidade de as pessoas investirem, cada vez mais, em cuidados básicos, sobretudo o uso de máscara e o distanciamento adequado. A orientação é que quem ainda não se vacinou ou esteja com alguma dose pendente procure as unidades de saúde para atualizar a situação.

Dados da pasta mostram que, até esta sexta-feira, 842 mil pessoas no Rio Grande do Sul estavam com a segunda dose em atraso e 721 mil com a dose de reforço atrasada.

leia também:  São Paulo tem falta de vacinas da Astrazeneca para segunda dose

Outros casos

Além do caso no Rio Grande do Sul, o Ministério da Saúde já confirmou cinco casos de infecção pela variante Ômicron no país, sendo três em São Paulo e dois no Distrito Federal. Os pacientes estão isolados e a maioria está assintomática.

Edição: Paula Laboissière

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma