conecte-se conosco


Esportes

Coritiba bate o Náutico e segue na cola do líder da Série B

Publicado em


Com gols de Igor Paixão, Waguininho e Léo Gamalho, Coxa fez o dever de casa e segue na cola do Timbu

No Couto Pereira, em confronto direto pela liderança da Série B, o Coritiba levou a melhor e deu fim à invencibilidade do Náutico com uma vitória por 3 a 1, na noite desta sexta-feira (30), pela 15ª rodada da competição. Com o resultado, o Coxa, que ainda tem um jogo a menos disputado, segue na vice-liderança, agora com 28 pontos ficando a dois do líder Timbu, que tem 30 pontos somados.

+Confira o complemento da rodada!

O jogo

O Coritiba ditou o ritmo do primeiro tempo desde o início do duelo e conseguiu transformar o domínio em bola na rede. Não uma, mas duas vezes antes do intervalo. Mandante da partida, a equipe paranaense começou arriscando com Léo Gamalho e Val. Aos oito minutos, Léo Gamalho teve mais uma chance, mas parou no goleiro Alex Alves. Na sequência, Robinho e Igor Paixão também arriscaram para o Coxa.

Passados 20 minutos de jogo, o Timbu até igualou a posse de bola. Mas foi o Verdão que continuou criando as melhores oportunidades no ataque. E, na marca dos 32, Val carimbou o poste e na sobra Igor Paixão mandou para o fundo da meta adversária. Oito minutos depois, Robinho deu passe açucarado para Waguininho invadir a área e ampliar a vantagem do Coxa no Couto Pereira: 2 a 0.

No segundo tempo, o Náutico foi quem teve o controle das ações, enquanto o Coritiba apostou nos contra-ataques. Igor Paixão, aos 20, quase marcou mais um para o time da casa. Já aos 23, o Alvirrubro diminuiu com Matheus Carvalho. Após assistência de Paiva, o camisa 11 girou sobre a marcação e bateu rasteiro sem dar chances de defesa: 2 a 1.

Mas, aos 35, o Coxa frustrou a tentativa de reação dos visitantes com Léo Gamalho, que recebeu cruzamento na área e cabeceou firme para fazer 3 a 1. O Timbu ainda tentou uma resposta rápida em finalização de Matheus Trindade, mas Wilson fez bela defesa e segurou o resultado para o Verdão.

Brasileiro Série B – 2021 – 15ª rodada

Coritiba 3 X 1 Náutico
Local: Couto Pereira – Curitiba – PR
Data: 30/07/2021
Horário: 20:00hÁrbitro: Thiago Luis Scarascati AB SP;
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa FIFA SP; e Gustavo Rodrigues de Oliveira AB SP;
Demais Árbitros: Leonardo Ferreira Lima AB PR; Leandro Jose Mendes CD PR

Coritiba: Wilson, Natanael (Igor), Henrique, Luciano Castán, Guilherme Biro, Willian Farias, Val, Robinho (Rafinha), Igor Paixão, Waguininho e Léo Gamalho (Wellington Carvalho)
Técnico: Júlio Sérgio
Banco: Alex Muralha, Nathan Ribeiro, Wellington Carvalho, Igor, Romário, Bernardo L., Jhony Douglas, Biel, Valdeci, João Vitor, Rafinha e Gui Azevedo

Náutico: Alex Alves, Hereda, Camatunga (Yago), Carlão, Rafinha (Matheus Carvalho), Trindade, Rhaldney (Vargas), Marciel (Iago Dias), Brayan, Vinicius e Paiva
Técnico: Hélio dos Anjos
Banco: Jefferson, Breno Lorran, Yago, Djavan, Guilherme Nunes, Luiz Henrique, Vargas, Matheus Carvalho e Iago Dias

GOLS DO JOGO Gols:
Igor Paixão (Coritiba) – aos 32 minuto(s) do 1º Tempo
Waguininho (Coritiba) – aos 40 minuto(s) do 1º Tempo
Matheus Carvalho (Náutico) – aos 23 minuto(s) do 2º Tempo
Léo Gamalho (Coritiba) – aos 35 minuto(s) do 2º Tempo

Cartões DO JOGOCartões:
Amarelos: Camatunga (Náutico)Willian Farias (Coritiba), Vinicius (Náutico), Natanael (Coritiba), Val (Coritiba), Robinho (Coritiba), Brayan (Náutico)
Vermelhos: Não houve

Fonte: https://www.cbf.com.br/futebol-brasileiro/competicoes/campeonato-brasileiro-serie-b-jogos/2021-42-2-147

leia também:  CT VIVA envia dois atletas valerienses para avaliações em grandes clubes

Esportes

Fluminense vence no Maracanã e segue na cola do G-6 do Brasileirão


O Fluminense segue firme e forte na briga por uma vaga na Libertadores. Na tarde deste domingo, em seu retorno ao Maracanã, o Tricolor derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1 e deu mais um passo rumo ao à competição continental. Fred e Luiz Henrique marcaram os gols da equipe na partida, válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao abrir o placar, o ídolo tricolor fez história ao ultrapassar Romário e se tornar isoladamente o segundo maior artilheiro da história da competição, com 155 gols.

Com o resultado, a equipe chegou aos 32 pontos na tabela de classificação, se mantendo a apenas um do G-6. Além disso, o Time de Guerreiros chegou ao sétimo jogo de invencibilidade na competição. Na próxima rodada, o Fluminense vai até o litoral paulista, onde enfrenta o Santos, no domingo que vem (03/10), às 18h15, na Vila Belmiro.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Primeiro tempo

O Fluminense iniciou a partida controlando as ações e dominando a posse de bola. A equipe chegou ao ataque algumas vezes nos primeiros minutos, mas as jogadas foram bem travadas pela defesa adversária. Aos 6 minutos, Luiz Henrique fez linda jogada individual pela direita, acionou Nonato, que cruzou na área. Na sobra, Calegari chutou firme, mas a zaga conseguiu cortar. Aos 12, a tabelinha se repetiu: o Moleque de Xerém desceu pela ponta e acionou Nonato na área. O volante rolou para Fred, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e abrir o placar para o Tricolor. Aos 23, Fred rolou boa bola para Luiz Henrique dentro da área pelo lado esquerdo, o garoto dominou e chutou cruzado, mas a bola desviou da defesa e saiu em escanteio. Na cobrança, Danilo Barcelos achou Fred, que cabeceou por cima do travessão.

  Fortaleza bate o São Paulo e sobe para a vice-liderança do Brasileirão Assaí

leia também:  São Paulo está pronto para o primeiro jogo em 2021

A pressão tricolor seguiu intensa. Logo no lance seguinte, Fred fez o pivô e Yago lançou Luiz Henrique, que bateu prensado pelo defensor. Aos 28, Calegari foi à linha de fundo e rolou para Nonato, que desviou para o gol, mas o zagueiro tirou quase em cima da linha. Na sequência, Yago cortou para dentro na entrada da área e bateu firme, obrigando o goleiro a espalmar. Mas de tanto insistir o Fluminense ampliou aos 42. Calegari lançou Caio pela direita, ele avançou e rolou para Luiz Henrique dentro da área. O garoto dominou, fez o giro e soltou a bomba no ângulo. Um golaço no Maracanã!

Segundo tempo

A primeira finalização da segunda etapa foi aos 4 minutos, quando André arriscou de longe, mas a bola subiu demais. Apesar do domínio tricolor, o Red Bull Bragantino descontou aos 17 minutos, com Helinho. Aos 24, Danilo Barcelos cruzou com muito veneno na área, mas antes que a bola chegasse limpa para Luccas Claro finalizar a defesa conseguiu fazer o corte. Aos 30 minutos, André roubou a bola na intermediária, ajeitou e chutou, a bola desviou na zaga, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa.

  Chapecoense faz história e confirma retorno à Série A do Campeonato Brasileiro

leia também:  CT VIVA envia dois atletas valerienses para avaliações em grandes clubes

O Tricolor chegou ao terceiro gol em uma linda jogada coletiva, com Gabriel Teixeira, mas o VAR anulou o lance alegando impedimento. O Fluminense seguiu em cima e voltou ao ataque aos 38. Jhon Arias conduziu pelo meio e arriscou o chute, mas o goleiro fez a defesa. Aos 42, Calegari rolou para trás, Gabriel Teixeira fez o corta-luz e Nonato bateu colocado, para mais uma defesa de Julio César. Aos 46, Gabriel foi à linha de fundo e tocou para Arias, que rolou para André bater por cima do gol.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro – 22ª rodada
26/09/2021, 16h – Maracanã

Fluminense (2)
Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André, Nonato (David Braz) e Yago Felipe (Martinelli); Luiz Henrique (Gabriel Teixeira), Caio Paulista (Jhon Arias) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão

Red Bull Bragantino (1)
Julio Cesar; Weverton, Léo Realpe, Natan e Luan Cândido (Guilherme); Emi Martínez (Praxedes), Cristiano, Vitinho; Gabriel Novaes (Hurtado), Helinho (Alerrandro) e Pedrinho. Técnico: Mauricio Barbieri

Gols: Fred (12′ 1T), Luiz Henrique (42′ 1T) (FLU); Helinho (17′ 2T) (RBB)

Cartões amarelos: Nonato, Martinelli (FLU); Léo Realpe, Gabriel Novaes (RBB)

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-vence-no-maracana-e-segue-na-cola-do-g-6-do-brasileirao
Foto: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

COMENTE ABAIXO:

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma