conecte-se conosco


Estado - ES1.com.br

Confira os serviços da saúde que funcionam no feriado de 15 de novembro

Publicado em


Devido ao feriado nacional do Dia da Proclamação da República, na próxima segunda-feira (15), os serviços administrados pela Secretaria da Saúde (Sesa) que não prestam atendimentos de Urgência e Emergência funcionam até esta sexta-feira (12) e vão reabrir com expediente normal na próxima terça-feira (16).

São eles: as Farmácias Cidadãs Estaduais (Cariacica, Castelo, Vila Velha, Serra, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, São Mateus, Aracruz, Linhares, Venda Nova do Imigrante, Nova Venécia e Guaçuí); os Centros
Regionais de Especialidades (CRE’s) de Colatina, Cachoeiro de Itapemirim, São Mateus e Metropolitano, e os hemocentros regionais em Colatina, Linhares e São Mateus.

O Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes) mantém o atendimento somente na unidade de internação. Já o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes), em Vitória, vai funcionar normalmente no horário das 7h às 18h20.

A testagem para a Covid-19 em locais estratégicos no Estado, durante o feriado desta segunda-feira (15), em alguns pontos estratégicos, vai estar suspensa. São eles: Central de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa-ES), Rodoviária de Vitória, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Hospital Estadual Central (HEC), Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes), Terminais de Laranjeiras, Jardim América e Itaparica, Rodoviária de Colatina e Hospital Roberto Arnizaut Silvares (HRAS).

leia também:  Iema realiza consulta pública sobre geração de energia elétrica por fonte hídrica

A população pode realizar as testagens para a Covid-19, por meio de agendamento no Aeroporto de Vitória, e no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (HEJSN), na Serra. Para demais informações sobre os postos de testagens do interior do Estado, consultar o site de agendamento para verificar a disponibilidade durante o feriado. O agendamento pode ser realizado no agendamento.es.gov.br.

Serviços de Urgência e Emergência que mantêm atendimento normal:

– Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192);
– Centro de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox): os profissionais de Saúde e a população podem ligar para o número 0800-283-9904 (atendimento 24 horas), para receber orientações de como proceder em caso de intoxicação por medicamentos, plantas, contatos com animais peçonhentos ou outro motivo. A ligação é gratuita.


Hospitais Estaduais:

– Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (HEJSN), na Serra;
– Hospital Estadual Dr. Dório Silva (HEDS), na Serra;
– Hospital Estadual Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG), em Vitória;
– Hospital Estadual de Urgência e Emergência “São Lucas” (HEUE), em Vitória;
– Hospital Estadual Antônio Bezerra de Faria (HEABF), em Vila Velha;
– Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha;
– Hospital Estadual Dr. Nilton de Barros, em Vila Velha;
– Hospital Estadual de Atenção Clínica (HEAC), em Cariacica – emergências psiquiátricas;
– Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares (HERAS), em São Mateus;
– Hospital e Maternidade Silvio Avidos (HEMSA), em Colatina;
– Hospital Estadual Dr. João dos Santos Neves (HEJSN), em Baixo Guandu;
– Hospital Estadual São José do Calçado (HESJC);
– Unidade Integrada Jerônimo Monteiro (UIJM);
– Hospital Estadual Dr. Alceu Melgaço Filho (HDAMF), em Barra de São Francisco;
– Centro de Atendimento Psiquiátrico Dr. Aristides Alexandre Campos (CAPAAC), em Cachoeiro de Itapemirim – emergências psiquiátricas.

leia também:  Sedu disponibiliza 2 mil novas vagas para a EJA Profissional

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais / Ana Cláudia dos Santos
[email protected]

Fonte: Governo ES

Estado - ES1.com.br

Procon-ES notifica Uber por recusa em transportar cão-guia


O Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES) notificou, esta semana, a Uber do Brasil Tecnologia Ltda. Isso porque o Procon-ES recebeu denúncias de que alguns motoristas do aplicativo estariam se negando a transportar cães-guias que acompanham pessoas com deficiência visual, ferindo, assim, a Lei nº. 13.146/2015, que instituiu a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência).

Segundo informações trazidas pelos consumidores, os motoristas aceitam a viagem, mas ao se deparar com a presença do cão-guia recusam a viagem e alegam não serem obrigados a transportar o animal. Tal prática viola os direitos básicos do consumidor.

De acordo com o diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, proibir o transporte de cão-guia pelos motoristas do Aplicativo Uber é uma prática abusiva e desleal, sendo dever do Instituto zelar pelo direito desses consumidores.

“Essa atitude fere o respeito à dignidade do consumidor, um princípio a ser observado mirando preservar e garantir a harmonia na relação de consumo. Além disso, o consumidor é considerado vulnerável diante do fornecedor de produtos e serviços. Desta forma, é obrigação do Procon-ES proteger os consumidores em geral, bem como coibir quaisquer práticas que atentem contra os direitos básicos dos consumidores”, pontuou.

leia também:  Campanha de vacinação contra febre aftosa começa na próxima segunda-feira

Além disso, prosseguiu Athayde, a recusa em transportar os animais se torna uma barreira à acessibilidade e à inclusão da pessoa com deficiência visual. “A prática de recusar transportar o cão-guia, além do ato de discriminação, é uma barreira que impede o exercício do direito da pessoa com deficiência à acessibilidade. Tal prática deve ser veementemente combatida, derrubando as barreiras que impedem as pessoas com deficiência de exercerem com gozo seus direitos à acessibilidade, liberdade, locomoção e à informação”, informou.

O Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor requer que, no prazo de 10 dias úteis, a partir do recebimento da notificação, que a empresa apresente os devidos esclarecimentos quanto à recusa dos motoristas em transportar pessoas com deficiência visual acompanhadas de cão-guia, devendo informar a política em relação a esses clientes.

A empresa também deve apresentar as ações adotadas para que pessoas com deficiência tenham direito à igualdade de acesso, além da resposta às queixas de consumidores que tenham sofrido discriminação ao usar seus serviços.

leia também:  Vice-governadora debate visibilidade para mulheres fazedoras de cultura

O Procon-ES recomenda ainda que a Uber do Brasil informe aos motoristas do aplicativo quanto à obrigatoriedade em transportar pessoas com deficiência visual acompanhadas de cão-guia, conforme determinação legal prevista no artigo 1º, da Lei nº. 11.126/2005.

Caso não sejam cumpridas as ações requeridas na notificação, será instaurado procedimento administrativo de ofício para constatação da prática infrativa perpetrada e posterior aplicação de sanção.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Procon-ES
Amanda Ribeiro/Renata Alves (respondendo)
[email protected]

Fonte: Governo ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma