conecte-se conosco


Geral - ES1.com.br

CNH Social já tem mais de 43 mil inscritos

Publicado em

O Projeto CHN Social registrou, até esta sexta-feira, 23, mais de 43 mil candidatos inscritos. Os interessados em obter a carteira de habilitação gratuita têm até o dia 05 de abril para fazer a inscrição pelo site www.detran.es.gov.br, e concorrer a uma das três mil vagas disponibilizadas neste primeiro momento. 
O projeto vai disponibilizar, no total, nove mil vagas para primeira habilitação, adição ou mudança de categoria na carteira de motorista. Essas vagas foram divididas em três lotes, com três mil cada. 
O diretor-geral do Detran|ES, Romeu Scheibe Neto, informa que, do total de vagas, 40% serão distribuídas para a Região Metropolitana da Grande Vitória e 60%, para o interior do Estado. É importante ressaltar que 5% do total das vagas serão disponibilizadas para pessoas com deficiência. 
Poderão se inscrever aqueles que forem maiores de 18 anos, souberem ler e escrever, estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) – importante destacar que o cadastro deve ter sido atualizado nos últimos 24 meses – e possuírem renda familiar de até dois salários mínimos. 
“Neste primeiro momento, só conseguirão se inscrever aqueles que já estão em situação regular no CadÚnico. Mas, aquelas pessoas que ainda não estão inscritas ou estão com seus cadastros desatualizados podem ficar tranquilas, haverá mais dois processos de seleção até o final do ano. Portanto, dará tempo para que todos os interessados possam concorrer à CNH gratuita”, ressalta o diretor. 
O resultado dessa primeira etapa, com os selecionados para a CNH Social 2018, será divulgado no site do Detran|ES no dia 19 de abril. 
O programa CNH Social 2018 foi instituído pelo Governo do Estado por meio da Lei Nº 10.786, de 2017, e lançado por intermédio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), da Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH) e da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades).

leia também:  Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 125 milhões na próxima quarta-feira

Assessoria de comunicação/ Detran-ES

Geral - ES1.com.br

Bacia do Rio Santa Maria recebe mais de R$35 milhões para restauração florestal

Investimento contempla mais de mil hectares em três municípios do Espírito Santo, outros R$135 milhões foram destinados a Baixo Guandu

A bacia do rio Santa Maria do Doce receberá mais de R$35 milhões para ações de restauração florestal em cerca de mil hectares nos municípios capixabas de Colatina, São Roque do Canaã e Santa Teresa. O investimento previsto, via editais, é destinado à contratação de serviços técnicos, científicos e operacionais.

O diretor-presidente da Fundação Renova, Andre de Freitas, assinou no dia 2 de junho, em Colatina, o Termo de Compromisso que garante o repasse dos recursos. O evento contou com representantes dos Comitês das Bacias Hidrográficas do Rio Santa Maria do Doce e do Rio Doce e do poder público estadual e municipal.

Total de investimentos

Ao todo, a Fundação Renova vai investir, por meio de editais, cerca de R$540 milhões para promover a restauração florestal de, aproximadamente, 16 mil hectares.

Segundo Andre de Freitas, cerca de R$106 milhões serão destinados à recuperação de 420 nascentes e 2,8 mil hectares que, além da bacia do rio Santa Maria do Doce (ES), incluem as bacias do rio Piranga (MG) e Corrente Grande (MG). “Em maio, firmamos o investimento de R$135 milhões na restauração florestal em 5 mil hectares da bacia do rio Guandu, no Espírito Santo. Agora, anunciamos esse repasse que beneficiará diretamente mais três municípios capixabas”, afirma.

leia também:  Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 125 milhões na próxima quarta-feira

Esses valores fazem parte do montante de R$1,7 bilhão, que será empregado no cumprimento de parte da meta socioambiental de recuperar 40 mil hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de Recarga Hídrica (ARH), e de 5 mil nascentes ao longo de dez anos.

Editais

A Fundação Renova mantém contratos com 12 parceiros para restauração florestal de 15.500 hectares. Ao oferecer serviços técnicos, científicos e operacionais, as empresas ou consórcios contratados se tornam responsáveis pela execução das ações estabelecidas pelo Programa de Recuperação de APPs e Áreas de Recarga da Bacia Hidrográfica do Rio Doce e Programa de Recuperação de Nascentes.

Produtores rurais

Além dos editais de contratação de fornecedores, a Fundação Renova mantém um edital permanente para produtores e proprietários rurais de 66 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Edital de Adesão de Produtores Rurais aos Programas de Restauração Florestal é voltado para quem deseja colaborar com o processo de restauração florestal em APPs, ARHs e nascentes em suas propriedades. Até maio mais de 1.600 inscrições haviam sido feitas, totalizando uma área de aproximadamente 23 mil hectares autodeclarados.

leia também:  Desenvolvimento: CDL de Pancas inaugura novo espaço para atendimento

Segundo o coordenador de Restauração Florestal, José Almir Jacomelli, a Fundação Renova fornece os insumos necessários para o cercamento das áreas com projetos de restauração florestal, manutenção, assistência técnica operacional e apoio na inscrição da propriedade no Cadastro Ambiental Rural (CAR). “O produtor rural fica responsável por manter a área protegida, podendo executar o cercamento e mantê-lo por um prazo de cinco anos, bem como optar ou não pela execução das práticas de restauração florestal”, destaca.

Fonte: Fundação Renova

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

novo cartaz apae2