conecte-se conosco


Saúde - ES1.com.br

Câncer de rim muitas vezes é descoberto por acaso, fique alerta

Publicado em

O câncer de rim é um daqueles tumores que podemos chamar de raro. Não entra na lista do Inca dos 10 cânceres mais incidentes na população, mas acaba chamando a atenção por uma outra questão: sua agressividade. Outro entrave relacionado a esse tumor é que ele geralmente não produz nenhum sintoma. Quando há desconfiança de que algo está errado a ponto de procurar um médico, muitas vezes é devido a urina no sangue e aumento do volume abdominal, além de uma intensa dor na parte lateral da barriga. O problema é que quando esses sintomas surgem, o câncer já pode estar em estado avançado.
A boa notícia é em relação ao tratamento. O tumor renal foi um dos que teve mais avanços. Nos últimos 10 anos, houve aprovação de pelo menos 10 novos medicamentos, principalmente de caráter imunoterápico, o que refletiu em melhoras significativas nas taxas de sobrevida e de qualidade de vida.

O que fazer então diante desse cenário tão pessimista? Confira alguns sinais de alerta que servem como prevenção:

leia também:  Prefeito de São Gabriel pede doações de sangue à população

1 – Os tumores renais, normalmente, são diagnosticados por acaso. O médico pede um ultrassom ou ressonância dos rins por  qualquer outro motivo e acaba encontrando o tumor. Nesses casos de diagnóstico precoce, o índice de cura é maior, mas depende dessa descoberta “por sorte”. Por isso, a melhor forma de prevenir a doença é botar em prática aquela velha história de manter hábitos saudáveis. Não é à toa que martelamos a importância de praticar atividade física regularmente e se alimentar com baixa ingestão de gorduras. Vale também ter a capacidade de ficar atento e “ouvir” o próprio corpo, comunicando seu médico quando algo não vai bem.

2 – Se você for fumante, é hora de repensar esse hábito. O cigarro é um dos principais fatores de risco para tumores urológicos, principalmente os de rins e bexiga. Esse risco aumenta por conta das centenas de agentes cancerígenos existentes na fumaça do cigarro. Quando eles caem na corrente sanguínea, acabam chegando aos rins para serem filtrados. Porém, suas altas concentrações tornam as células renais vulneráveis à sua ação carcinogênica.

leia também:  Deputado Da Vitória confirma R$ 400 mil para a saúde de Pancas

3 – Excesso de peso: Um estudo recente publicado na revista “Lancet” revela que o aumento de 5kg/m² no IMC (Índice de Massa Corporal) está relacionado a um risco 25% maior de desenvolver a doença. O ganho de peso acarreta sobrecarga nos rins, que necessitam filtrar mais sangue que o normal para atender à demanda do organismo.

Instituto Vencer o Câncer

Saúde - ES1.com.br

Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas

O Brasil registrou, desde o início da pandemia de covid-19, 672.033 mortes pela doença, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença está em 32.535.923.

Em 24 horas, foram registrados 45.501 casos. No mesmo período, foram confirmadas 122 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 30.967.114 pessoas se recuperaram da doença e 896.776 casos estão em acompanhamento. No levantamento de hoje, não consta atualização dos dados de Mato Grosso do Sul.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras ou nos dias seguintes aos feriados pot causa da redução de equipes que alimentam os dados sobre a doença. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 04/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,74 milhões, seguido por Minas Gerais (3,65 milhões) e Paraná (2,63 milhões).

leia também:  Síndrome respiratória grave apresenta tendência de alta em 20 capitais

O menor número de casos é registrado no Acre (127,1 mil). Em seguida, aparecem Amapá (161,8 mil) e Roraima (161,9 mil).

O estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de mortes pela doença (171.072), seguido pelo Rio de Janeiro (74.183) e por Minas Gerais (62.197).

O Acre é o que registra o menor número de mortes (2.005), seguido por Amapá (2.141) e Roraima (2.153).

Vacinação

Até hoje, foram aplicadas 450,1 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,4 milhões com a primeira dose e 157,7 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas e 95 milhões já receberam a dose de reforço.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!