conecte-se conosco


Saúde

Anvisa se reúne com laboratório responsável pela vacina Sputnik V

Publicado em

© Reuters/Direiots reservados


Técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reuniram nesta segunda-feira (25) com representantes do laboratório União Química, que é responsável no Brasil pela vacina russa Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya. A farmacêutica tem acordo com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) para a produção e distribuição da vacina contra covid-19 desenvolvida para o Brasil e outros países da América Latina.

Durante o encontro, segundo a Anvisa, a equipe técnica da agência detalhou para a empresa quais informações devem ser apresentadas para dar seguimento ao pedido de anuência de condução de ensaios fase 3 no Brasil. O início da fase 3 da pesquisa é requisito fundamental para que o laboratório possa pleitear um pedido de uso emergencial da vacina em território nacional. Há pouco mais de uma semana, a Anvisa chegou a devolver um pedido da União Química para uso emergencial do imunizante exatamente porque esta etapa dos estudos ainda não foi autorizada no país

“O principal ponto da reunião foram os dados técnicos que precisam constar no Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamentos (DDCM). Os requisitos para os estudos clínicos são os mesmos exigidos anteriormente para as outras quatro pesquisas clínicas de vacinas autorizadas pela Anvisa em 2020, e também são semelhantes aos dos EUA, do Reino Unido, dos países membros da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, informou a Anvisa, em nota.

leia também:  Sesi e Firjan iniciam testes para trabalhadores da indústria no Rio

Ainda de acordo com a agência reguladora, a União Química indicou que deve começar o envio dos documentos necessários para que o pedido de pesquisa clínica seja avaliado. “Esse tipo de encontro faz parte das ações que a Agência tem adotado com todas as empresas que pretendem ter vacinas autorizadas no país”, informou a Anvisa.

Também nesta segunda-feira (25), representantes da Anvisa se reuniram com técnicos da autoridade da Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica (ANMAT), da Argentina. O país começou a utilizar a vacina no final do mês de dezembro do ano passado.

A União Química possui sede em Santa Maria, no Distrito Federal, de onde poderá produzir a Sputnik V. Além da própria Rússia, a vacina já foi autorizada por autoridades sanitárias de países como Argentina, Bolívia, Venezuela, Argélia, Sérvia, Bielorrússia e Palestina.  

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

Saúde

Rio anuncia vacinação de pessoas com 79 anos na próxima semana


O município do Rio de Janeiro vacinará pessoas com 79 anos ou mais na próxima semana contra a covid-19. O anúncio foi feito na manhã de hoje (27) pelo prefeito Eduardo Paes, em seu perfil no Twitter. Segundo o calendário anunciado pelo prefeito, os postos de saúde aplicarão a vacina entre a segunda (1º) e a quarta-feira (3).

Na segunda-feira, os postos de saúde e clínicas da família funcionarão de meio-dia às 17h. Na terça e quarta, o horário será das 8h às 17h. As vacinas também poderão ser aplicadas no Planetário da Gávea, no Museu da República (no Catete), no Tijuca Tênis Clube e na Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Leme.

Também poderão se vacinar, na terça e quarta-feira, os profissionais de saúde com mais de 60 anos que ainda não tenham se vacinado.

leia também:  Ministério da Saúde atualiza informações sobre a pandemia

Vacinação hoje

A prefeitura do Rio começou a vacinar a população em geral no início de fevereiro, de forma escalonada, de acordo com a idade. Hoje, por exemplo, estão sendo vacinados os idosos com 80 anos e aqueles com mais de 80 anos que ainda não haviam sido vacinados.

O prefeito participou hoje de um evento no Parque Madureira que contou com a vacinação de Tia Surica, um ícone da escola de samba Portela. “Que bom que chegou o dia dela [Tia Surica]. Tomara que chegue o dia de todos nós, mas principalmente das pessoas mais velhas”, disse Paes.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma