conecte-se conosco


Economia

Anatel destina toda a faixa de 6 GHz para super Wi-Fi

Publicado em


A faixa de 6 gigahertz (GHz) será totalmente usada para a melhoria dos equipamentos de internet de banda larga sem fio (Wi-Fi) no Brasil, decidiu hoje (25) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A decisão contrariou pedido das operadoras de telefonia, que queriam usar parte da frequência para expandir a oferta do serviço 5G, que deve ser licitado neste ano.

No total, uma faixa de 1,2 GHz, entre 5,925 GHz e 7,125 GHz, poderá ser usada para o novo Wi-Fi 6E. A tecnologia permite o desenvolvimento de roteadores mais eficientes, que oferecem sinal de Wi-Fi mais rápido e estável para consumidores domésticos e empresariais. O novo sistema permitirá a expansão dos recursos de realidade virtual e realidade aumentada nos computadores e smartphones.

Segundo o diretor da Anatel Carlos Baigorri, relator do processo, a destinação integral da faixa 6 GHz para a evolução da tecnologia de internet fixa sem fio permitirá que o usuário de redes não licenciadas, como o Wi-Fi, tenha uma experiência mais completa.

O presidente da agência reguladora, Leonardo Euler de Morais, disse que a decisão mostrou a autonomia e transparência do órgão. “Esse processo é fundamental para que a agência conquiste respeito por sua postura técnica e transparente na gestão do espectro radioelétrico”, declarou.

leia também:  Onze locais têm alta na produção industrial em fevereiro, diz IBGE

Em dezembro, as operadoras de telefonia tinham pedido à Anatel que reservasse um pedaço da faixa de 6 GHz para uma nova opção para o serviço 5G, chamada de 5G NR1. Em consulta pública aberta pela agência, as companhias telefônicas argumentaram que a decisão só deveria ser tomada depois que a União Internacional de Telecomunicações (UIT) indicasse para que esse intervalo de frequência deveria servir.

Edição: Nádia Franco

Economia

Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI


Pelo quarto mês consecutivo, a confiança do empresariado industrial brasileiro apresenta queda, segundo o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). De acordo com o levantamento divulgado hoje (14) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi registrada uma queda de 0,7 ponto no índice relativo a abril de 2021, na comparação com março.

Segundo a CNI, o Icei de abril ficou em 53,7 pontos. Em março, o índice estava em 54,4 pontos. Em abril de 2020, quando o índice refletia de forma mais intensa os efeitos da pandemia na indústria, o ICEI estava em 34,5 pontos.

Apesar de ser o quarto mês seguido de queda na confiança empresarial, o índice se mantém acima dos 50 pontos – em uma escala de 100 pontos –, patamar que separa confiança e falta de confiança das empresas na economia brasileira.

No acumulado do ano, a queda chega a 9,4 pontos, acrescenta a CNI. “Há uma visão mais negativa em relação ao momento atual. As expectativas dos empresários para os próximos seis meses até melhoraram moderadamente, mas recuperaram apenas parcialmente a piora do mês anterior”, informou, em nota, o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

leia também:  Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos

Condição atual e expectativas

Ainda de acordo com a CNI, o Índice de Condições Atuais caiu 4 pontos, passando de 48,9 pontos para 44,9 pontos. Com o indicador abaixo dos 50 pontos, o resultado indica a percepção de que “a piora do estado atual da economia brasileira e das empresas é mais intensa e disseminada entre os empresários”.

Apesar de uma avaliação mais negativa das condições correntes, os empresários da indústria “mostram maior otimismo com relação aos próximos seis meses”, com uma alta de 0,9 ponto percentual no Índice de Expectativas, que passou de 57,2 pontos para 58,1 pontos.

Este índice de expectativa havia recuado 5,4 pontos na passagem de fevereiro para março. “Ou seja, há uma melhora do otimismo, mas ele não retomou o patamar registrado entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021, quando superou os 60 pontos”, acrescenta a CNI.

Edição: Denise Griesinger

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma