conecte-se conosco


Educação - ES1.com.br

Alunos gabrielenses engajados na preservação da água

Publicado em

A escola Bértolo Malacarne realizou na manhã de ontem no Palácio Café Conilon, a V Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA), o evento contou a participação de mais de 300 pessoas incluindo alunos, pais e também autoridades locais. A abertura do evento contou com apresentação de dança dos alunos interpretando “O Canto da Floresta”, declamação de poesia, teatro “Juntos Somos Mais”, outro momento chave do evento foram os relatos de experiência que alunos, professores e Getulio Filho puderam passar para os presentes.

O evento teve a presença da Secretária Municipal de Educação, Rosa Maria Caser Venturim, Regina Maria Adeodato Santos Bortoloti, Técnica da Superintendência Regional de Educação e do vereador Getulio Filho, além de diretores de outras escolas, professores e parceiros da escola Bértolo.

camera_enhance “Já enfrentamos uma crise hídrica gravíssima e a escola tem se preocupado junto com outros parceiros em como nós podemos fazer para amenizar esse impacto para que não voltemos a sofrer com a seca”. Flaviany Cristina, diretora. (Crédito: Editora Hoje)

“Nós decidimos participar da conferência, cujo tema ‘Vamos cuidar do Brasil, cuidando das águas’ pois no nosso município, já enfrentamos uma crise hídrica gravíssima e desde o ano passado a escola já tem se preocupado junto com outros parceiros em como nós podemos fazer para amenizar esse impacto para que não voltemos a sofrer com a seca. A escola já possui um projeto de reflorestamento de nascentes e nós achamos pertinente juntar o que estamos fazendo com o tema proposto para essa V Conferência para unir as ideias e fortalecer o nosso projeto e quem sabe levar o que nós estamos fazendo para outros municípios”, contou Flaviany Cristina Luiz do Nascimento Riquieri, diretora da escola.

camera_enhance “É uma manhã muito abençoada por Deus, acabamos de iniciar o Outono e o clima já se apresenta de uma forma diferenciada, exatamente no Dia Mundial da Água (Crédito: Editora Hoje)

“É uma manhã muito abençoada por Deus, acabamos de iniciar o Outono e hoje (ontem) o clima já se apresenta de uma forma diferenciada, exatamente no Dia Mundial da Água, tivemos uma apresentação de dança belíssima, e já no início deixou uma bela mensagem para quem assistiu ou passou pelo local, deixando uma interrogação na mente das pessoas do motivo da apresentação, isso também é uma forma de conscientizar. A prefeita Céia Ferreira não pôde estar aqui hoje, pois está uma agenda em Vitória, mas envia um grande abraço a todos vocês, parabenizando pela iniciativa do evento e agradece por esse projeto que conscientiza o cidadão do seu dever para com o Meio Ambiente”, disse Rosa Maria Caser Venturim.   

leia também:  Escola Viva: "Espírito Santo serve de exemplo para o País", diz ministro da Educação

A Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, é realizada por adesão espontânea das escolas do segundo segmento do Ensino Fundamental e envolve toda a comunidade escolar, de todos os turnos sem restrição de faixa etária e série. É o momento em que estudantes, professores e demais interessados reúnem-se para dialogar sobre como transformar sua escola em um espaço educador sustentável, para aprofundar o debate sobre o tema da Conferência em nível local.

 


camera_enhance Cerca de 300 pessoas lotaram o Palácio Café Conilon (Crédito: Editora Hoje)



camera_enhance (Crédito: Editora Hoje)


Editora Hoje

Educação - ES1.com.br

Dia D da Busca Ativa Escolar de Nova Venécia acontece às quintas-feiras

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), seguindo o cronograma do dia D da Busca Ativa Escolar, na quinta-feira (30), disponibilizou equipes para visita técnica aos Distritos de Cedrolândia e São Gonçalo, pela manhã e em bairros do município veneciano, no período da tarde. Foram recebidos  7 alertas, sendo 5 localizados com êxito.

A Seme implantou  a estratégia Busca Ativa Escolar no ano passado, com o objetivo de identificar, registrar, controlar e acompanhar crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos que estão fora da escola.

A partir de abril deste ano, a Seme criou o dia D,  que acontece  semanalmente às quintas-feiras. O trabalho é desenvolvido  entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, cada uma atuando no âmbito de suas competências de forma integrada e articulada.

De acordo com a coordenadora da Busca Ativa, um cronograma é feito pelo setor com base nas informações inseridas, feita pela unidade escolar, na plataforma. “Os  dados da Plataforma nos permitem  identificar se o aluno está matriculado e não está frequentando as aulas”, disse. Segundo ela, outra forma de obtenção de informações é por meio dos agentes de saúde, que,  ao visitarem as famílias, acabam por identificar  alunos fora da escola.

leia também:  Escola Viva: "Espírito Santo serve de exemplo para o País", diz ministro da Educação

Além de trazer o aluno de volta para a escola, a estratégia monitora a criança e/ou adolescente para garantir sua permanência nas unidades escolares.

Sobre a estratégia
A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde,  como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Fonte: Ascom|PMNV

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!