conecte-se conosco


Estado

Alunos de Cariacica são premiados com medalha de cristal pela Olimpíada Nacional em História do Brasil

Publicado em


Alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Theodomiro Ribeiro Coelho, de Cariacica, participaram da Olimpíada Nacional em História do Brasil (OHNB) 2021, e pelo segundo ano consecutivo, chegaram à final. Neste ano, conquistaram medalha de cristal de Menção Honrosa.

A equipe “TRC is Tória”, formada pelos estudantes Adriana Costa, Erick Ravel, Ramon Ananias e pelo professor orientador Tiago Monteiro, chegou à final da ONHB passando por seis fases. Foram inscritas quase 10 mil equipes, de todos os estados do País, e mais de 100 equipes do Espírito Santo, entre escolas públicas e particulares.

Os alunos receberam as medalhas, em uma cerimônia, organizada pela escola. Na ocasião, a diretora Lígia Helena de Freitas, falou sobre a importância de a escola participar de eventos como olimpíadas escolares, ressaltando a alegria de uma escola pública ser premiada em um evento de nível nacional.

O professor Tiago Monteiro disse: “é um orgulho ter, pelo segundo ano seguido, uma equipe premiada. Isso mostra como os alunos da nossa escola têm capacidade para ocupar esses espaços.”

leia também:  Mais 106.200 doses chegam ao Estado para vacinação contra a Covid-19

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedu
Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon / Soraia Camata

Fonte: Governo ES

Estado

SEP participa do 83º Fórum do Conseplan


O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, participou, nessa quinta-feira (02) e sexta-feira (03), em Curitiba, no Paraná, do 83º Fórum do Conselho Nacional de Secretários de Planejamento (Conseplan). No encontro, foram realizados debates ligados à gestão pública orçamentária e financeira dos Estados. O evento acontece de forma presencial depois de quase dois anos, seguindo os protocolos de segurança e combate à Covid-19.

Duboc destacou a importância da participação da Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) como representante do Espírito Santo, especialmente no debate com a subsecretária de Relações Financeiras Intergovernamentais do Ministério da Economia, Pricilla Santana, em que foram abordadas alterações das faixas dos indicadores de endividamento e poupança corrente dos entes subnacionais.

Nota A

Um dos vice-presidentes regionais do Conseplan, Duboc explica que esses indicadores fiscais são relacionados à avaliação de Capacidade de Pagamento dos Estados e Municípios da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), em relação à qual o Espírito Santo conquistou, em 2021, mais uma vez, Nota A, fato que se repete desde 2012, na primeira gestão do governador Renato Casagrande.

leia também:  Festival Cine.Ema realiza concurso para escolas da região de Montanhas Capixabas

A Capag avalia endividamento, poupança corrente e liquidez. O primeiro indicador é calculado pela relação entre a dívida consolidada e a receita corrente líquida. O segundo, definido pela relação entre a despesa corrente e a receita corrente ajustada. Já a liquidez é calculada pela relação entre as obrigações financeiras e a disponibilidade de caixa bruta. Em todos os três indicadores, o Espírito Santo recebeu a nota máxima, conforme boletim divulgado em setembro deste ano, pela STN.

Reunidos sob a coordenação do presidente do Conseplan, Valdemar Bernardo Jorge, que é secretário de Planejamento do Paraná, os gestores discutiram temas que, para Álvaro Duboc são prioritários, como “Benefícios de Natureza Tributária no contexto da Emenda Constitucional 109/21”, “Metodologia de avaliação e monitoramento fiscal e financeiro dos entes subnacionais” e “Experiências de cooperação regionais, nacionais e subnacionais do Eurosocial. Também foi debatido caso do Brasil Eurosocial x Conseplan”, além do “Piso Nacional da Educação”.

Entre os palestrantes participaram, além de Pricilla Maria Santana, o diretor de Programas do Ministério da Economia, Bruno Pessanha Negris; o subsecretário de Planejamento da Infraestrutura Subnacional do Ministério da Economia, Fábio Hideki Ono; a presidente do Grupo de Gestores das Finanças Estaduais (Gefin), Célia Maria Silva Carvalho; e o auditor Fiscal da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, Cezar Dal Bosco.

leia também:  Hipertensos podem apresentar prescrições médicas como comprovação da comorbidade

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da SEP
Claudia Feliz
(27) 3636-4258 / 99507-4071
[email protected]

Fonte: Governo ES

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma