conecte-se conosco


Internacional

Alec Baldwin dispara em set de filmagem e diretora de fotografia morre

Publicado em

© Reuters/Lucy Nicholson/Direitos Reservados


A diretora de fotografia Halyna Hutchins morreu e o diretor Joel Souza ficou ferido na quinta-feira (21) quando o ator norte-americano Alec Baldwin disparou uma arma cenográfica em um set de filmagem no Novo México, disseram autoridades.

Baldwin baleou Hutchins, diretora de fotografia do filme Rust, e Joel Souza, o diretor do filme, no Rancho Bonanza Creek, instalação de produção ao sul de Santa Fé, de acordo com o Departamento do xerife da cidade.

Hutchins foi transportada de helicóptero ao Hospital da Universidade de Novo México, onde foi declarada morta.

Souza foi levado de ambulância ao Centro Médico Regional Christus St. Vincent Medical para ser tratado dos ferimentos, cuja gravidade não pode ser determinada de imediato.

A atriz Frances Fisher disse no Twitter que “Souza me mandou uma mensagem de texto dizendo que saiu do hospital”. Indagado se Souza teve alta, o porta-voz do centro médico, Arturo Delgado, disse não ter permissão para divulgar informações sobre pacientes.

O gabinete do xerife disse que nenhuma acusação foi feita e que está investigando o episódio e entrevistando testemunhas. “A investigação continua aberta e ativa”, disse o gabinete do xerife em um comunicado.

leia também:  Incêndio devasta vila canadense de Lytton

O site de entretenimento Deadline citou uma fonte do gabinete do xerife segundo a qual Baldwin foi interrogado por investigadores e depois liberado.

O ator foi ao gabinete do xerife espontaneamente e deu uma declaração aos investigadores, noticiou o Santa Fe New Mexican citando o porta-voz Juan Rios.

Agentes ainda estavam tentando determinar se o que aconteceu foi um acidente, acrescentou o jornal. Rios não respondeu de imediato a pedidos de informação feitos pela Reuters.

Representantes de Baldwin tampouco responderam a pedidos de comentário. Mais cedo na quinta-feira, a revista de notícias People noticiou que um porta-voz de Baldwin disse que houve um “acidente” envolvendo o “disparo involuntário de uma arma cenográfica com festim”.

Baldwin foi visto “angustiado e em prantos” ao falar ao telefone diante da sede do gabinete do xerife no mesmo dia, relatou o Santa Fe New Mexican.

O ator de 63 anos é coprodutor de Rust, um faroeste que se passa no Kansas dos anos 1880, e interpreta o personagem que dá título ao filme, um avô fora da lei de um menino de 13 anos condenado por uma morte acidental.

leia também:  Número de mortos em terremoto no Haiti sobe para quase 2 mil

A produção do filme está suspensa por “período indeterminado”, disseram vários veículos de notícias citando a produtora, Rust Movie Productions LLC.

O acidente ressuscitou um debate sobre se certos tipos de arma cenográfica deveriam ser proibidas.

Internacional

Portugal restabelece restrições contra covid-19 com alta de casos


Portugal, que tem uma das maiores taxas de vacinação contra a covid-19 no mundo, anunciou que irá retomar as restrições para conter uma disparada no número de casos da doença, e passará a exigir que todos os passageiros chegando ao país apresentem um teste negativo para o coronavírus ao entrarem no país.

“Não importa o quão bem sucedida foi a vacinação, precisamos estar cientes de que estamos entrando em uma fase de risco maior”, disse o primeiro-ministro, António Costa, em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira. 

“Nós temos visto um crescimento significativo (de casos) na UE, e Portugal não é uma ilha”, acrescentou. 

Portugal registrou 3.773 novos casos na quarta-feira, o maior número diário dos últimos quatro meses, antes de cair para 3.150 na quinta-feira. As mortes, no entanto, continuam bem abaixo dos níveis vistos em janeiro, quando o país enfrentou sua batalha mais dura contra a covid-19. 

Cerca de 87% da população de Portugal de pouco mais de 10 milhões de pessoas está completamente imunizada contra o coronavírus, e o rápido programa de vacinação do país, que foi amplamente elogiado, permitiu a suspensão da maioria das restrições impostas na pandemia. 

leia também:  Reino Unido e Alemanha buscam abordagem comum do G7 sobre o Talibã

Mas, enquanto uma nova onda pandêmica varre a Europa, o governo introduziu algumas das regras antigas e anunciou outras novas para limitar a propagação da doença no período que antecede as festas de final de ano. As medidas entram em vigor a partir da próxima quarta-feira, dia 1º de dezembro.

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!
Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma